Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio

Publique livros gratuitamente

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Literatura e vida

de como a literatura se torna literatura e a vida a vida

Ajaxloader
por
R$ 41,70
por
R$ 25,83

Sinopse

Procuro neste livro discutir a maneira pela qual a literatura se reproduz, tentando demonstrar que esta é um construto social e como tal modifica-se conforme as circunstancias histórico-socias. Marx foi quem primeiro disse que a obra de arte se modificava, às epopeias gregas cabia determinada forma de estrutura social encontrada na Grécia da época. Condições históricas que se modificaram banindo para sempre o gênero grego da epopeia do mundo das artes. Com isso quero evidenciar que determinada forma de estrutura social é possível apenas levando em consideração determinado contexto, considere por exemplo ouvir música clássica no século 17 e ouvir rock no século xx. Elas dependem cada uma de um determinado modo de produção e estrutura social, uma música que no primeiro caso servia para exaltar a monarquia e o rock o universalismo democrático. A música clássica é considerada impenetrável justamente por que não carrega qualquer preocupação com universalidade, ela é tanto mais refinada quanto mais expurga e se torna particular a cada um dos seus membros ouvintes.

Isso vai mais longe, pois através dessa busca pude verificar que encontramos também uma cisão na literatura. A literatura moderna, ou surgida durante a ascensão da burguesia é substancialmente diferente da literatura anterior ao século 15, época em que surge o romance, inicio do aparecimento dos burgos. E que na verdade leva-nos a pergunta, como as coisas se tornam ficção?

O momento de cisão entre a realidade e a ficção ocorre na literatura a partir dos modos de produção baseados na troca de mercadoria.

Esta cisão se encontra num âmbito mais profundo da interpretação da obra de arte como descritiva de um cenário de uma intepretação fantasista. Ela ocupa o centro do meu estudo por que acredito se revelar nela a luta de classes.

A literatura é um meio de assegurar no plano das ideias o domínio e prestigio de uma classe dominante, sendo assim a literatura se torna refém de modos de interpretação capazes de impor um tipo de postura com a finalidade de legitimação de determinadas formas de estrutura social.

Para nós que procuramos a resposta deixada por este buraco na nossa interpretação da realidade, a literatura vem encobri-la sob a forma de tampão, ressignificando outros significados que são importantes para maneira como se reproduz essa realidade.

Pensemos se é por isso que a ciência indaga sobre o sentido do ente, afinal o que pode ser encontrado nesse ódio ao mundo da ciência senão a perda do significado de conceitos sobre os quais se alicerçam os fundamentos da pessoa humana?

Um novo encontro com o ente só pode advir da conciliação com o mundo das ideias sintéticas, lugar privilegiado a qual a literatura tomou o lugar deixando a vida abandonada as suas próprias alienações. Local ao qual devemos voltar se quisermos sentir o humano, nosso posto recuperado no momento que literatura e vida se ampararem sobre a mesma ideia. No tempo em que literatura e vida se tornarem uma só. Práxis.

Categorias: Ocidental, Metodologia, Metafísica, Fotografia, Filosofia, Ficção e Romance
Palavras-chave: existencialismo, filosofia, igualdade, ontologia, platão, sartre

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 35

Edição: 1(2017)

Formato: A5 148x210

Coloração: Preto e branco

Acabamento: Brochura c/ orelha

Tipo de papel: Offset 75g

Sobre o autor

Mini
Cássio Cisco B. de Almeida

Cássio Cisco B. A., estudante de psicologia, amante de filosofia desde que descobriu o livro a utopia de Thomas Morus numa pequena banca de jornal quando tinha 14 anos. Colecionei revistas de super heróis quando criança, e os livros adultos e a literatura clássica vieram naturalmente, mas principalmente por causa das muitas notas que continham os mangás e HQs; Nisso adquiri o abito de escrever, permaneci algum tempo escrevendo histórias curtas que nunca terminava. Mas sempre com a ideia de uma história para um livro em mente. Meu primeiro livro—o americano foi terminado a três, quase quatro anos(2013); depois disso escrevi Pejí, Os santos, Meus deus dos pescadores, Tintinho, e outros artigos;

Espero que apreciem meus romances, foram escritos com carinho, mas são como bombas que jogo sobre as pessoas.


Mais publicações desse autor

Tintinho Tintinho Cássio Cisco B. de Almeida
R$ 42,24 Impresso
R$ 25,83 Ebook
O que é arte abstrata? O que é arte abstrata? Cássio Cisco B. A.
R$ 36,32 Impresso
R$ 20,45 Ebook
psicologia humanista psicologia humanista Cássio Cisco B. A.
R$ 41,70 Impresso
R$ 25,83 Ebook
As aventuras de Pejí As aventuras de Pejí Cássio Cisco B. de Almeida
R$ 38,13 Impresso
R$ 20,45 Ebook
Muquiá Muquiá Cássio Cisco B de Almeida
R$ 36,32 Impresso
R$ 9,69 Ebook
Os santos Os santos Cássio Cisco B. Almeida
R$ 39,37 Impresso
R$ 9,69 Ebook
Meu deus dos pescadores Meu deus dos pescadores Cássio Cisco B de Almeida
R$ 38,46 Impresso
R$ 25,83 Ebook

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"No Clube eu pude realizar meus sonhos! Pude dar vida a estórias guardadas apenas comigo! Durante meses eu busquei orçamentos em editoras e não encontrei um lugar onde eu tivesse condições de publicar os meus livros. Era tudo caro demais e eu já tinha muitos livros escritos e guardados. Seria im..."

Paula R. Cardoso Bruno

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700