Original
Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro O CAMINHO

Por: ADEILSON NOGUEIRA Denunciar

Ajaxloader
de
R$ 40,28
por
R$ 37,25
por
R$ 22,60

Sinopse

“Milhares de velas podem ser acesas com uma única vela, a qual não terá, por causa disso, diminuída a sua vida. A felicidade nunca decresce por ser compartilhada”.

Os homens neste mundo têm a predisposição de ser egoístas e antipáticos; não sabem como amar e respeitar uns aos outros; argumentam, discutem e se batem sobre banalidades, apenas para o próprio mal e sofrimento, e a vida se torna uma melancólica roda de infelicidade.

Não importando se são ricos ou pobres, os homens se preocupam com o dinheiro; sofrem com a pobreza e sofrem com a riqueza. Nunca estão contentes ou satisfeitos, porque suas vidas são controladas pela cobiça.

O rico se preocupa com seu patrimônio; preocupa-se com sua mansão ou outras propriedades. Aflige-se, enfim, com o desastre que lhe possa acontecer: incêndio em sua mansão, roubos ou sequestro. Preocupa-se com a morte e a disposição de sua fortuna. Com efeito, seu caminho para a morte é solitário, ninguém o acompanhará em sua morte.

O pobre sempre sofre com a insuficiência e isto serve para despertar-lhe intermináveis desejos por um terreno, por uma casa. Inflamado pela cobiça, ele destrói o corpo e a mente e acaba morrendo na metade de sua vida.

O mundo todo lhe parece antagônico e o caminho para a morte lhe parece longo e solitário, sem amigos a acompanhá-lo.

Neste mundo há cinco males. Primeiro, há crueldade; toda criatura, mesmo os insetos, luta uma contra a outra. O forte ataca o fraco; o fraco ludibria o forte; em toda a parte há lutas e crueldade.

Segundo, não há uma clara demarcação entre os direitos de um pai e de um filho; entre o irmão mais velho e o mais novo; entre marido e mulher; entre parentes. Em toda a ocasião cada um quer ser o maior e aproveitar dos outros. Eles se enganam uns aos outros, há, então, decepção e insinceridade.

Terceiro, não há uma clara delimitação de comportamento entre homens e mulheres. Todos têm, às vezes, impuros e lascivos pensamentos e desejos, que os levam a perpetrar atos duvidosos, que os induzem às discussões, lutas, injustiças e à perversidade.

Quarto, há uma tendência nos homens em desrespeitar os direitos de outrem, em exagerar a própria importância em detrimento dos outros, em estabelecer falsos padrões de comportamento e, sendo injustos em suas palavras, enganam, caluniam e abusam dos outros.

Quinto, há uma tendência nos homens em negligenciar seus deveres em relação aos outros. Preocupam-se demais com o seu próprio conforto e desejos; esquecem-se dos favores recebidos e causam aborrecimentos aos outros, que sofrem grande injustiça.

Os homens deveriam ter mais simpatia uns pelos outros; deveriam respeitar-se mutuamente por suas boas características e ajudar-se uns aos outros em suas dificuldades; mas, assim não se passa. Eles são egoístas e empedernidos; desprezam-se por seus insucessos e odeiam os outros por suas vantagens. Estas aversões, geralmente, pioram com o tempo e se tornam intoleráveis.

Estes sentimentos de antipatia não terminam, de imediato, em atos de violência; entretanto, envenenam a vida, de tal maneira, com os sentimentos de aversão e ódio, que se gravam de maneira profunda na mente.

Na verdade, neste mundo da luxúria, o homem nasce e morre sozinho, não há ninguém com quem partilhar o castigo da vida depois da morte.

A lei da causa e efeito é universal; cada um deve carregar seu próprio fardo de erros e deve percorrer um longo caminho para a sua remissão. Uma vida de simpatia e bondade resultará em boa ventura e felicidade.

Com o passar dos anos, os homens, vendo quão fortemente estão presos à cobiça, ao hábito e ao sofrimento, entristecem-se e se desanimam. Em seu desencorajamento, muitas vezes, discutem com os outros, mergulham cada vez mais profundamente nos erros e desistem de trilhar o verdadeiro caminho; às vezes, suas vidas chegam a um fim prematuro, em meio a sua perversidade, e por isso, sofrem eternamente.

É bem verdade que tudo nesta vida é transitório e cheio de incertezas, mas também é lamentável que alguém ignore este fato e continue a busca pelo prazer e satisfação de seus desejos.

Neste mundo de sofrimento, é natural que os homens pensem e ajam egoisticamente; em contrapartida, porque assim agem, é natural também que o sofrimento e a infelicidade os sigam.

Portanto, os homens devem abandonar, enquanto jovens e saudáveis, toda a cobiça e apego aos negócios mundanos, e buscar seriamente a Iluminação, pois não haverá nenhuma esperança nem felicidade duradoura fora da iluminação.

Nada no mundo é permanente ou duradouro; tudo muda, é transitório e imprevisível. Mas os homens são néscios e egoístas, preocupam-se somente com os desejos e sofrimentos do momento presente. Não dão atenção aos bons ensinamentos nem tentam compreendê-los; simplesmente se entregam aos interesses, à riqueza e à luxúria.

Categorias: Meditação, Espiritualidade, Natureza, Mensagens, Corpo, Mente E Espírito
Palavras-chave: budismo, espiritual, meditaÇÃo, oriental

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 28

Edição: 1(2018)

Formato: A4 (210x297)

Tipo de papel: Offset 75g

Sobre o autor

Mini
ADEILSON NOGUEIRA

ADEILSON SANTANA NOGUEIRA — Nascido em Estância-SE, em 30/06/1969, filho de Francisco de Carvalho Nogueira (I.M.) e de Maria Aldeiza Santana Nogueira, desde cedo apresentou interesse pela literatura e pela poesia, tanto é assim que, aos 11 já escrevia os primeiros poemas, com premiação em concurso de poesia no Colégio Costa e Silva, em Aracaju, cuja temática era a discriminação racial, também obtendo premiações na cidade de Lagarto, no Colégio Polivalente. Aos 10 anos, recebeu das mãos do Prefeito Heráclito Rollemberg, em Aracaju, o Certificado que lhe concedia o título de secretário mirim da educação. Em 1987 teve poemas publicados em dois livros no Rio de Janeiro: Brasil Literário (Crisalis Editora) e Poesia Brasileira (Shogun Editora e Arte), além de diversos escritos para o Jornal de Campos, Styllo, Primo Notícias, em Tobias Barreto, Folha da Jhô, em Lagarto, e Jornal da Manhã e Jornal da Cidade, em Aracaju. Jornalista e escritor, é autor de diversos livros, a exemplo da “Cartas de Amor”, “Um Poema para Você”, “Versos Dispersos e Prosa Esparsa”, “Exemplos que Edificam”, Rádio Novela “Gavião Rasteira e o Zoológico do Inferno”, “Lições que não Esqueci”, “Anos de Roubalheira”, “O Encontro”, “Épicos”, “Política”, “Mandacaru, A Origem” e “Julio Cesar”, “Pascal”, “Nogueira” “Cartas de Tobias”. Em 1987, a convite, fez um programa direcionado à cultura na Rádio Progresso de Lagarto, fato que o estimulou a fazer o curso de radialista na cidade de Itabuna-BA, tendo passado pela Rádio Progresso, Rádio Clube de Itapicuru, Rádio Luandê FM e Rádio Imperatriz (atual Ilha AM). Em 1999, ocupava o cargo de assessor de Comunicação na Prefeitura de Tobias Barreto, onde coordenou o Jornal Cidadania pra valer, de publicação mensal, na gestão do então prefeito Diógenes Almeida, fazendo parte, também, do colegiado das Políticas Educacionais. Professor desde 1988, prestou serviços à educação nos Colégios Monsenhor Basilíscio Raposo, Colégio Nsª Srª Menina, Ranchinho Feliz, Educandário Nsª Srª do Carmo, Colégio Cenecista Arnaldo Dantas, na Barra dos Coqueiros, além do SENAC e do CENAPE – curso pré-vestibular. Sempre que possível, levou oficiais da polícia militar à sala de aula para darem palestras contra o uso de entorpecentes. Em 1992, viajou para o Japão, onde trabalhou na Mitsubishi Motors Corporation, sediada na cidade de Nagoya, retornando em 1994. Primeiro representante da Anistia internacional em Sergipe, foi graças ao seu esforço decisivo junto ao Ministério da Justiça do Governo Peruano, sob a ditadura Fujimori, que a Anistia conseguiu a liberdade para um outro professor, injustamente encarcerado por comentar questões políticas em sala de aula. No Brasil e no Japão comandou greves, neste último, conheceu de perto a perseguição promovida pelos sindicatos patronais ao proletariado.

De 2005 a 2012, ocupou o cargo de Assessor Jurídico na Prefeitura Municipal de Tobias Barreto, de onde presidiu a comissão responsável pelo 2º Concurso Público na gestão da então prefeita Marly Barreto, além de colaborar na Lei que criou o Plano Diretor, entre tantas outras. Membro da Academia Tobiense de Letras e Artes – ATLAS, da qual é o atual presidente (biênio 2015-2017).

Numismata desde os seis anos de idade, suas 10 palestras sobre coleção de moedas antigas, registradas em DVD’s, viajaram pelos quatro cantos do País, para os Estados Unidos e Europa, tendo seu nome sempre lembrado nos encontros de colecionadores por todo o País.


Mais publicações desse autor

O LUGAR SAGRADO DE DEUS

O LUGAR SAGRADO DE DEUS

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 51.15
R$ 51,15 Impresso
R$ 22,60 Ebook
CIÊNCIA POLÍTICA

CIÊNCIA POLÍTICA

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 41.8
R$ 41,80 Impresso
R$ 22,60 Ebook
OS GOLFINHOS DE OLBIA

OS GOLFINHOS DE OLBIA

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
NUMISMATOGRAFIA

NUMISMATOGRAFIA

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
METAPONTUM

METAPONTUM

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 42.6
R$ 42,60 Impresso
R$ 22,60 Ebook
PARTHIA

PARTHIA

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 41.48
R$ 41,48 Impresso
R$ 22,60 Ebook
GLADIADOR

GLADIADOR

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
DAMNATIO MEMORIAE

DAMNATIO MEMORIAE

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 44.1
R$ 44,10 Impresso
R$ 22,60 Ebook
TESSERAE

TESSERAE

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 43.8
R$ 43,80 Impresso
R$ 22,60 Ebook
MOEDAS PÓSTUMAS, DE RESTITUIÇÃO E DE CONSAGRAÇÃO

MOEDAS PÓSTUMAS, DE RESTITUIÇÃO ...

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
MOEDAS LEGIONÁRIAS

MOEDAS LEGIONÁRIAS

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
CUNHAGEM NO IMPÉRIO ROMANO

CUNHAGEM NO IMPÉRIO ROMANO

ADEILSON NOGUEIRA
de R$ 40.28
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Recebi meus livros do clube de autores. Obrigada por me ajudarem a realizar o projeto mais demorado e difícil da minha vida. O trabalho de vocês é absolutamente perfeito. O livro ficou lindo! Quero agradecer o atendimento, o acabamento e confecção do livro. Chorei de felicidade ao perceber o cu..."

Maria Dudah Senne

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700