A ORAÇÃO COMO MISTÉRIO, MILAGRE E ÊXTASE
Das práticas mágico-religiosas do politeísmo ao relacionamento pactual do monoteísmo
Categorias
Bíblia, Teologia, Religião, Oração
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 376 vezes desde 09/04/2020
Versão
impressa
R$ 56,03
Valor total:
R$ 56,03
Valor total:
R$ 56,03
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

Baseado no método histórico-comparativo de Mircea Eliade, o Prof. Luiz Carlos Mariano da Rosa sublinha que se os gestos arquetípicos na cultura oral e politeísta caracterizam-se como hierofanias, circunscrevendo os acontecimentos originários e a sua revelação in illo tempore através de uma concepção que afirma o determinismo da História, a revelação pessoal de Deus no monoteísmo traz a concepção de História como uma teofania, o que implica a existência de uma vontade suprema em uma sequência ininterrupta de fenômenos teofânicos correlacionados no tempo e no espaço. Dessa forma, sublinhando que a evocação dos acontecimentos que tiveram lugar ab origine converge, segundo a perspectiva mítico-religiosa, para a manifestação das forças sagradas, o trabalho assinala que tal invocação implica uma correlação de narrativas míticas e gestos e ações paradigmáticas que se destinam a suscitar o poder sagrado e a produção de seus efeitos, ressaltando a prece como poder mágico de exercer influência sobrenatural, como afirma Mauss. Assim sendo, sobrepondo às práticas mágico-religiosas e às recitações míticas dos processos litúrgico-rituais do politeísmo o relacionamento pactual do monoteísmo de Israel, o Prof. Luiz Carlos Mariano da Rosa analisa a oração que caracteriza o monoteísmo judaico-cristão segundo a perspectiva bíblico-teológica veterotestamentária, assinalando o relacionamento pactual que encerra Javé e Israel como um processo que implica a Sua invocação como Deus, que converge para manifestações e intervenções na vida do povo em sua realidade concreta, perfazendo, segundo a perspectiva bíblico-teológica neotestamentária, uma construção que encerra a expressão da existência escatológica e realização de si em Bultmann em um movimento entre a contingência e a transcendência que traz a emergência da criatividade diretiva de Deus em Tillich.

Características
ISBN 978-65-990-7160-7
Número de páginas 198
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Couche 90g
Fale com o autor
Luiz Carlos Mariano da Rosa

Filósofo, Teólogo e Cientista da Religião, o Professor-Pesquisador Luiz Carlos Mariano Da Rosa tem como objeto de interesse a construção do conhecimento e a inter-relação que envolve as formas simbólicas constitutivas da “realidade” humana, tais como mito e filosofia, ciência e história, arte e linguagem, religião, entre outras, além dos princípios capazes de assegurar uma sociedade igualitária e uma ordem política baseada no interesse comum. Autor de uma produção acadêmico-científica de caráter interdisciplinar, multidisciplinar e transdisciplinar, que tem como principais áreas de investigação a Teoria do Conhecimento, a Filosofia da Educação, a Filosofia Política, a Filosofia da Religião e a Teologia Filosófica, o Professor-Pesquisador Luiz Carlos Mariano Da Rosa traz em seu currículo acadêmico diversos artigos científicos e vários livros publicados pelas editoras e revistas especializadas nacionais e internacionais.

Comentários
1 comentários
Nísia Back
Terça | 21.04.2020 às 00h04
https://youtu.be/teNRPZmyaTc