Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
ANTES SÓ
Categorias
Literatura Nacional, Psicologia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 6094 vezes desde 05/01/2011
Versão
impressa
R$ 34,80
Valor total:
R$ 34,80
Versão
ebook
R$ 12,35
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 34,80
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Livro que descreve analiticamente o drama existencial de Rezende, homem que vivencia as duas faces da solidão: a liberdade da vida de solteiro e a amargura da falta de um lar com mulher, crianças...

Este romance capta com rara densidade momentos paradoxais das escolhas de um homem à procura de sentido para sua existência solitária e contraditória.

É assim que ele desabafa:

"Gosto da dor que a solidão me causa.

Gosto de sentir pena de mim.

E este é o meu mistério, a questão central do meu dilema:

amo o que me faz sofrer.

Como se fosse viciado em

uma droga qualquer,

uma espécie de veneno doce,

que me adoça enquanto me mata".

Características
Número de páginas 152
Edição 1 (2009)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
WALMIR MONTEIRO

Walmir Monteiro é escritor, psicólogo, mestre universitário, professor de pós graduação e autor teatral.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 32,83
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 29,90
Ebook
R$ 12,00
Impresso
R$ 36,62
Ebook
R$ 12,35
Impresso
R$ 33,12
Ebook
R$ 12,92
Comentários
6 comentários
Sexta | 30.07.2010 às 19h07
"ANTES SÓ, capta com rara densidade momentos paradoxais das escolhas de um homem à procura de sentido para sua existência solitária e contraditória. É assim que ele desabafa: "Gosto da dor que a solidão me causa. Gosto de sentir pena de mim. E este é o meu mistério, a questão central do meu dilema: amo o que me faz sofrer. Como se fosse viciado em uma droga qualquer, uma espécie de veneno doce, que me adoça enquanto me mata". ESCOLHA ANTES SÓ COMO O MELHOR LIVRO NO CONCURSO DO CLUBE DE AUTORES.
Quinta | 31.12.2009 às 15h12
Já li alguns livros do Walmir,Eu gosto muito de como ele dirige todo o enredo.Não só li,mas também já emprestei pra alguns alunos da minha mãe,inclusive a própria.Todos se fascinaram. "Antes só": Ao mesmo tempo que há a liberdade de se viver só em não dar satisfação a ninguém,há a angústia que essa solidão traz.A Escolha de estar só, não deve ser uma das mais fáceis.Achei lindo: "Como se fosse viciado em uma droga qualquer, uma espécie de veneno doce, que me adoça enquanto me mata".
Quarta | 30.12.2009 às 23h12
Hoje é 30/12/2009, dia em que escrevi o comentário abaixo em resposta à leitora Adriana Irschlinger. A observação tornou-se necessária em função de o computador ter registrado uma data totalmente diferente, com 7 meses de anterioridade. Obrigado. Walmir.
Quarta | 30.12.2009 às 23h12
Olá Adriana, aqui é Walmir Monteiro, autor de ANTES SÓ, obrigado pelo seu interessante e utilissimo comentário. Acho que você, mesmo antes de ler todo o livro conseguiu captar alguns pontos fundamentais da personalidade do Resende, protagonista de antes só, especialmente quando refere ao fato de que ele se expressa no próprio silêncio que habita o seu mundo de sentimentos . Bjos e quando terminar volte a comentar aqui, ok?
Quinta | 26.11.2009 às 21h11
...tipo ele ainda nao se descobriu ...vive um confronto com o seu intimo e obscuro ser....ele vive uma crise existencial onde viver num cotidiano normal e pressumivel nao o emociona...ele se expressa num mundo de sentimentos no próprio silêncio...seu silencio...e quando a noite cai o vento forte o faz esquecer memórias ruins Que ele insiste em tentar reconstruir....acho que ele so quer chorar sem ter um porque...e adormecer com seus melancolicos sentimentos profundos. bjo....
Quinta | 26.11.2009 às 21h11
oi...primeiramente parabens pelo seu trabalho como escritor voce tem futuro.....ainda nao li o seu livro...mas vou le-lo por inteiro...bem sobre sua história acredito tratar-se de auto piedade...tipo o sujeito nao sabe qual caminho seguir...ele pode segui o caminho do seu coraçao..mesmo este sendo irracional e abstrato...ou pode viver num mundo de outo piedade e negaçao..onde sentir pena de si mesmo o conforta....