Go_to_top Bar
Seu carrinho está
vazio
Olá

Clube de Autores é a maior comunidade de autopublicação da América Latina. Inicie agora!

Livro ASPECTOS DA MORTE

Por: ADEILSON NOGUEIRA Denunciar

Ajaxloader
por
R$ 40,28
por
R$ 22,60

Sinopse

“Adiar até amanhã não é sábio;

O sol de amanhã para ti pode nunca se levantar.”

William Congreve (1729)

Sócrates, após sua condenação à morte, disse aos juízes que votaram por sua absolvição que não considerava a morte como um mal. A morte devia ser uma das duas coisas: ou a aniquilação completa, caso em que seria como um sono sem sonhos; ou, então, seria uma mudança e migração da alma, nesse caso ele iria a outro mundo ao encontro dos juízes do homem...

Há um homem instruído tentando expor o enigma da vida e da morte, mas por mais instruído que ele seja e por mais sábio que seja seu discurso, de que serve toda essa quantidade de ensino para chegar apenas à conclusão prática a ser derivada de tudo, ou seja, aquela que o esqueleto nos diz... ou não...

A morte não é um assunto indigno para consideração humana. Desde que os homens começaram a pensar, esse assunto é aquele que exercitou seus cérebros. Embora a ignorância às vezes seja, talvez, felicidade, é difícil duvidar que o conhecimento do homem de que cada um deve certamente morrer ajudou a definir o pensamento da raça, e pensar sobre esse assunto ajudou a tornar suas vidas diferentes de todos os outros animais. Pode-se, de fato, definir o homem civilizado como o animal que sabe que os animais devem morrer; para o homem, isto é, o homem civilizado, é provavelmente o único animal que a conhece.

“Gedenke zu leben” - “Pense em como viver” - “Trabalhe e não se desespere” - foi o conselho de Goethe. De fato, poucas pessoas, hoje em dia, contradizem a proposição de Spinoza, de que o estudo apropriado para um homem sábio não é a morte, mas como viver, já que um homem sábio não é guiado pelo medo da morte, mas por seu direto desejo do bem. No entanto, por mais que a vida ativa cotidiana de um homem possa ser afetada pelo conhecimento da morte e pensamentos do que está além do túmulo, banir tais pensamentos completamente, se fosse possível, seria chutar uma das escadas principais, pela qual a corrida subiu para sua posição atual.

Quanto, de fato, devemos ao conhecimento da morte? Quantas ações boas e utilmente altruístas nunca teriam sido realizadas, exceto por esse conhecimento e os pensamentos que surgem dele? As cabeças da morte e todas as lembranças lúgubres da Idade Média tiveram, de fato, seu uso.

Mesmo ao longo da vida, é a morte que faz a vida viver, dá-lhe qualquer significado.

O assunto dos meros aspectos da morte talvez possa ser comparado a um esqueleto desgastado pelo tempo, mas quando associado aos seus efeitos correlatos sobre os seres vivos, e com a atitude dos seres vivos em direção à morte, o esqueleto se veste de carne e osso, possui coração, mente e paixões, e acima de tudo, um pouco (embora muito pouco) do inestimável tesouro do livre arbítrio.

Categorias: Tempo, Grécia, Egito, Natureza, Geografia E Historia, Educação
Palavras-chave: civilizaÇÃo, histÓria, morte

Características

Cover_front_perspective
Número de páginas: 26

Edição: 1(2019)

Formato: A4 (210x297)

Tipo de papel: Offset 75g

Reconhecimento

Sobre o autor

Mini
ADEILSON NOGUEIRA

ADEILSON SANTANA NOGUEIRA — Nascido em Estância-SE, em 30/06/1969, filho de Francisco de Carvalho Nogueira (I.M.) e de Maria Aldeiza Santana Nogueira, desde cedo apresentou interesse pela literatura e pela poesia, tanto é assim que, aos 11 já escrevia os primeiros poemas, com premiação em concurso de poesia no Colégio Costa e Silva, em Aracaju, cuja temática era a discriminação racial, também obtendo premiações na cidade de Lagarto, no Colégio Polivalente. Aos 10 anos, recebeu das mãos do Prefeito Heráclito Rollemberg, em Aracaju, o Certificado que lhe concedia o título de secretário mirim da educação. Em 1987 teve poemas publicados em dois livros no Rio de Janeiro: Brasil Literário (Crisalis Editora) e Poesia Brasileira (Shogun Editora e Arte), além de diversos escritos para o Jornal de Campos, Styllo, Primo Notícias, em Tobias Barreto, Folha da Jhô, em Lagarto, e Jornal da Manhã e Jornal da Cidade, em Aracaju. Jornalista e escritor, é autor de diversos livros, a exemplo da “Cartas de Amor”, “Um Poema para Você”, “Versos Dispersos e Prosa Esparsa”, “Exemplos que Edificam”, Rádio Novela “Gavião Rasteira e o Zoológico do Inferno”, “Lições que não Esqueci”, “Anos de Roubalheira”, “O Encontro”, “Épicos”, “Política”, “Mandacaru, A Origem” e “Julio Cesar”, “Pascal”, “Nogueira” “Cartas de Tobias”. Em 1987, a convite, fez um programa direcionado à cultura na Rádio Progresso de Lagarto, fato que o estimulou a fazer o curso de radialista na cidade de Itabuna-BA, tendo passado pela Rádio Progresso, Rádio Clube de Itapicuru, Rádio Luandê FM e Rádio Imperatriz (atual Ilha AM). Em 1999, ocupava o cargo de assessor de Comunicação na Prefeitura de Tobias Barreto, onde coordenou o Jornal Cidadania pra valer, de publicação mensal, na gestão do então prefeito Diógenes Almeida, fazendo parte, também, do colegiado das Políticas Educacionais. Professor desde 1988, prestou serviços à educação nos Colégios Monsenhor Basilíscio Raposo, Colégio Nsª Srª Menina, Ranchinho Feliz, Educandário Nsª Srª do Carmo, Colégio Cenecista Arnaldo Dantas, na Barra dos Coqueiros, além do SENAC e do CENAPE – curso pré-vestibular. Sempre que possível, levou oficiais da polícia militar à sala de aula para darem palestras contra o uso de entorpecentes. Em 1992, viajou para o Japão, onde trabalhou na Mitsubishi Motors Corporation, sediada na cidade de Nagoya, retornando em 1994. Primeiro representante da Anistia internacional em Sergipe, foi graças ao seu esforço decisivo junto ao Ministério da Justiça do Governo Peruano, sob a ditadura Fujimori, que a Anistia conseguiu a liberdade para um outro professor, injustamente encarcerado por comentar questões políticas em sala de aula. No Brasil e no Japão comandou greves, neste último, conheceu de perto a perseguição promovida pelos sindicatos patronais ao proletariado.

De 2005 a 2012, ocupou o cargo de Assessor Jurídico na Prefeitura Municipal de Tobias Barreto, de onde presidiu a comissão responsável pelo 2º Concurso Público na gestão da então prefeita Marly Barreto, além de colaborar na Lei que criou o Plano Diretor, entre tantas outras. Membro da Academia Tobiense de Letras e Artes – ATLAS, da qual é o atual presidente (biênio 2015-2017).

Numismata desde os seis anos de idade, suas 10 palestras sobre coleção de moedas antigas, registradas em DVD’s, viajaram pelos quatro cantos do País, para os Estados Unidos e Europa, tendo seu nome sempre lembrado nos encontros de colecionadores por todo o País.


Mais publicações desse autor

REVOLUÇÃO RUSSA

REVOLUÇÃO RUSSA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
REVOLUÇÃO CHINESA

REVOLUÇÃO CHINESA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
MULHERES EM LUTA

MULHERES EM LUTA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
LUTHER

LUTHER

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,68 Impresso
R$ 22,60 Ebook
ROSA LUXEMBURGO

ROSA LUXEMBURGO

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
NIKITA

NIKITA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 45,80 Impresso
R$ 22,60 Ebook
LEON

LEON

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 42,12 Impresso
R$ 22,60 Ebook
VLADIMIR

VLADIMIR

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
JOSEF

JOSEF

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 40,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
HISTÓRIA POSTAL

HISTÓRIA POSTAL

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 46,28 Impresso
R$ 22,60 Ebook
NUMISMÁTICA INGLESA

NUMISMÁTICA INGLESA

ADEILSON NOGUEIRA
R$ 41,00 Impresso
R$ 22,60 Ebook

Comentários - 0 comentário(s)


Fale com o autor

*Seu nome

*Seu email

*Mensagem


Como funciona

Passo 1

Você publica seu livro online, gratuitamente.

Passo 2

Você diz quanto quer receber de direitos autorais.

Passo 3

Nós vendemos e você recebe o dinheiro por depósito direto na sua conta.

Serviços profissionais

Conheça nossos serviços

São vários serviços para auxiliá-lo em sua obra:

Depoimentos

"Recebi meus livros do clube de autores. Obrigada por me ajudarem a realizar o projeto mais demorado e difícil da minha vida. O trabalho de vocês é absolutamente perfeito. O livro ficou lindo! Quero agradecer o atendimento, o acabamento e confecção do livro. Chorei de felicidade ao perceber o cu..."

Maria Dudah Senne

Formas de Pagamento (até 12x)

Segurança

Print


Clube de Autores Publicações S/A   CNPJ: 16.779.786/0001-27

Rua Otto Boehm, 48 Sala 08, América - Joinville/SC, CEP 89201-700