Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
CALEBE
CHAMADO PARA CONQUISTAR
Categorias
Bíblias, Não Ficção, Bíblia, Teologia, Religião
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 208 vezes desde 17/05/2020
Versão
impressa
R$ 35,44
Valor total:
R$ 35,44
Versão
ebook
R$ 15,07
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 35,44
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

CALEBE

“Filho de Jefoné, da Tribo de Judá”

CHAMADO PARA CONQUISTAR

– Porque nele houve outro espírito –

CAPÍTULO ‒ 1

Criação do Céu e da Terra

“Pela fé, entendemos que os mundos, pela palavra de Deus, foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente”. (Hebreus 11.3)

A primeira grande verdade da Bíblia é que Deus criou os Céus, a Terra e o ser humano. O Livro de Gênesis não é alegórico, assim, é necessário que se considere a narrativa da – criação um fato histórico; algo que aconteceu exatamente como está escrito.

Tempo: Ainda que, a Bíblia não confirmando, cremos que a primeira ação de Deus foi a criação do tempo. Isto porque a obra divina, ainda concebida na “eternidade”, apenas poderia ser consumada na temporalidade. Apenas o Criador é eterno. A criação sujeita-se ao tempo, exigindo intervenções e cuidados divinos. “Lançou os fundamentos da terra; ela não vacilará em tempo algum”. (Salmos 104.5)

Espaço: Significado? Trata-se do tecido cósmico que Deus criou para colocar os corpos celestes. Porquanto, o espaço também é criação divina. “E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo”. (Gênesis 1.8)

Céus e Anjos: Os Céus, é a morada do Deus Todo Poderoso, ainda que foram eles criados em um contexto de espaço-temporal, eis a sua simples razão de ser: Pelo que, sendo fora de nossa dimensão – não deixa de ser, portanto, um lugar bem real. Para lá, digo, é que as almas de todos os justos são conduzidas.

Por outro lado, através da expansão dos Céus, Deus chamou à existência os Seus anjos, pelo sopro de Sua boca, assim, Ele o fez – “Pela palavra do Senhor foram feitos os céus, e todo o exército deles pelo espírito da sua boca”, (Salmos 33.6). Porquanto, neles, o Senhor, também, infundiu à Sua imagem e semelhança.

Terra Informe: Deus formou a Terra antes dos seis dias da criação. A princípio, ela era informe e vazia, pelo que ainda deveria ser totalmente modelada pelo Espírito de Deus, até que viesse a adquirir sua forma atual.

“E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. (Gênesis 1.2)

Queda do Homem

O homem caiu através do engano de suas “próprias palavras” (voz estranha à voz do Criador) que já não mais o homem glorificava continuamente a Deus; como também os seus relacionamentos em muitas vezes são controlados pelo egoísmo instintual, porém, não mais pelo amor de Deus. “Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças”. (Deuteronômio 6.5)

Embora o homem ainda seja a imagem de Deus, isto é, que “no interior do homem contém um pacote de ferramentas necessárias, a fim de que, se ativadas em Cristo Jesus, pela fé, Palavra de Deus, o homem, de glória em glória, será transformando” em cada aspecto da vida alguns elementos dessa imagem foram distorcidos ou perdidos.

"Eis aqui, o que tão-somente achei: que Deus fez ao homem reto, porém eles buscaram muitas astúcias". (Eclesiastes 7.29)

– Permanecemos, então, a imagem de Deus ainda?

– Somos como Deus, ainda representamos a Deus?

Pois é, não dá para disfarçar, pois, a imagem de Deus em nós está totalmente distorcida; a verdade é que, não somos mais plenos em Deus (imagem-retidão e semelhança-justiça), como éramos antes de surgir o pecado, invadir e dominar o coração do homem.

“Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus”. (Romanos 3.23)

“Quando pecarem contra ti pois não há homem que não peque, e tu te indignares contra eles, e os entregares às mãos do inimigo, de modo que os levem em cativeiro para a terra inimiga, quer longe ou perto esteja”. (1 Reis 8.46)

Portanto, importante é, que nós compreendamos o real significado da imagem de Deus, não pela observação de como os seres humanos vivem, hoje, mas através das indicações bíblicas da natureza de ‘Adão e Eva’, quando Deus os criou, e quando tudo o que Deus criara era “muito bom”.

“E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã, o dia sexto”. (Gênesis 1.31)

A verdadeira natureza do homem à imagem de Deus, também se revelou na vida terrena de Cristo. A plena medida da excelência da nossa humanidade só se verá novamente na terra quando Cristo voltar (2ª Vinda de Jesus) e tivermos recebido todos os benefícios da salvação que ele conquistou para nos.

“Porque, qual é a nossa esperança, ou gozo, ou coroa de glória? Porventura não o sois vós também diante de nosso Senhor Jesus Cristo em sua vinda? ”. (2 Tessalonicenses 2.19)

A redenção em Cristo é a recuperação gradual da imagem que, em parte, de Deus o homem perdeu, ao longo de todas as gerações. É animador abrir o Novo Testamento e ver que nossa redenção em Cristo significa que podemos, mesmo nesta vida, gradualmente crescer cada vez mais na graça e no conhecimento. Por exemplo: Paulo diz que como cristãos temos uma nova natureza: “E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou”. (Colossenses. 3.10)

À medida que vamos crescendo no verdadeiro conhecimento de Deus, da Sua Palavra e do Seu sistema de governo, começamos a pensar cada vez mais nos pensamentos que o próprio Deus tem a nosso respeito.

“Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais. Então me invocareis, e ireis, e orareis a mim, e eu vos ouvirei. E buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes com todo o vosso coração”. (Jeremias 29.11-13)

Dessa forma somas refeitos “para o pleno conhecimento” e nos tornamos mais semelhantes a Deus no nosso pensar. "somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem”.

Ao longo desta vida, à medida que crescemos em maturidade cristã (graça e conhecimento do reino de Deus), aumenta a nossa semelhança com Deus. Mais especificamente, estamos nos tornando cada vez mais semelhantes a Cristo, na nossa vida e no nosso caráter.

De fato, Deus nos redimiu para que sejamos “Porque os que dantes conheceu também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos” (Romanos 8.29), tendo assim exatamente o mesmo caráter moral de Cristo.

Na 2ª volta de Cristo, haverá uma completa restauração da imagem de Deus. A admirável promessa do Novo Testamento, que embora ainda sejamos, hoje, como Adão sujeitos a morte e ao pecado, por outro lado, também seremos como Cristo no futuro (imagem tridimensional das coisas que não se via), portanto, seremos moralmente puros, jamais sujeitos a morte novamente.

“E, assim como trouxemos a imagem do terreno, assim traremos também a imagem do celestial”. (1 Coríntios 15.49)

A plena medida da nossa criação a imagem de Deus não se vê na vida de Adão, que pecou, nem na nossa vida própria atual, pois somos imperfeitos.

Características
Número de páginas 110
Edição 11 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Pastor Geovaldo Barroso

Geovaldo Barroso, bacharel em segurança pública, pastor evangélico, casado com a pastora Moza Barroso, vice-presidente da CC Cristã Terra Nova, Bacharel em Teologia, Faculdade Teológica Alfa e Ômega (FATAL-BA), líder da Escola Bíblica Teológica a Distância (EBTAD). Eusébio-CE-Brasil.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,91
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 33,46
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,78
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,37
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 37,42
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 36,59
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 32,96
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 35,69
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,12
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 36,51
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 37,58
Ebook
R$ 15,07
Comentários
0 comentários