Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
DO CORAÇÃO VERMELHO E ETERNO DOS HOMENS
Alma, homem, futuro e espaço
Categorias
Aventura, Literatura Infanto Juvenil
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4115 vezes desde 24/09/2012
Versão
impressa
R$ 42,99
Valor total:
R$ 42,99
Versão
ebook
R$ 18,30
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 42,99
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O espaço... É esse o caminho natural para o homem, leve alguns poucos anos, ou centenas ou até milhares de anos. O espaço é onde naturalmente se expandirá, como antes nos expandimos da África ou da Europa, ou de qualquer lugar que mostre um horizonte misterioso, atrás do qual existem lugares inexplorados. Como o ar que preenche cada mínimo espaço vazio, o horizonte nos puxa, nos faz sonhar, nos faz imaginar, nos faz,... crescer. É essa a natureza da nossa alma, a de ser tocada pela magia, pelos sonhos. Uma nave perdida, tornando-se lenda, tornando-se um novo Titanic; uma raça desenvolvida especialmente para Marte, que se acredita um povo e que procura sua independência e reconhecimento como raça; a nave que, por um tempo impensado esteve oculta no centro de Fobos, uma das luas de marte.

São dezessete contos sobre o homem e o espaço, de seu caminhar apaixonado por esse laboratório de Deus. O coração vermelho do homem retumba no compasso de uma marcha poderosa enquanto se lança no espaço, abismo imenso que é. Como suspenso num estado de adoração, às vezes; com medo na maioria, como quando nos lançamos nos oceanos misteriosos do nosso planeta, teremos que seguir, impulsionados e incomodados pela curiosidade que nos cobra: o que tem logo ali, depois daquele horizonte?

Esse é o nosso motor: curiosidade e paixão. Que o coração do homem, então, leve sua alma de volta para casa.

Características
Número de páginas 293
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Mikael Lenyer

Na minha terra tem um morro, que conhecemos como morro do alemão. Quando eu era bem pequeno, muitas eras atrás, coroinha na igreja, era para lá que meus olhos eram sugados durante as missas, porque era lá que eu desejava estar, mais perto das arvores, mais perto do céu, mais perto de Deus, mais perto dos anjos. Então, quando cresci só mais um pouquinho, eu consegui. Logo de manhã, nos finais de semana, minha mãe arrumava uma mochilinha com guaraná e pão com mortadela e, de carona em vento, formigas e lagartos eu subia o morro, e lá eu passava horas sem conta. Gostava de ficar de lá de cima olhando minha cidadezinha aninhada no vale e dela, bem devagar, sem pressa nenhuma, ir estendendo meus olhos, por florestas e morros sem conta, por ravinas e vales mágicos e misteriosos onde eu via estórias sobre estórias. E surgiam dragões e castelos, e fendas profundas onde monstros terríveis se escondiam, e vales escuros de onde surgiam dráculas e múmias, e paraísos ocultos onde anjos aguardavam os homens e... Ah, escrever para mim sempre foi um vício. Algumas vezes confesso que pensei em parar de escrever, por frustração, por acreditar que não escrevia bem, o que provavelmente é uma verdade, por não encontrar nenhum olhar que brilhasse quando lesse algo que eu havia escrito ou simplesmente, por não acreditar que com isso estivesse cumprindo meu destino ou melhorando nem que seja um pouco o mundo. Mas não conseguia. Derrotado e humilhado, mas feliz, logo estava com a caneta na mão, numa febre de escrever. Mas eu sei que há muito a dizer, antes que tudo se desfaça e se liberte, mas as palavras e as letras são poucas e atrapalhadas. Que a vida seja fértil e grandiosa, pois esse é o destino de todos nós.

Espero que os contos e romances te entretenham e façam dessa vida uma vida mais mágica.

Mikael Lenyer é o pseudonimo de Adalberto Alves de Almeida, nascido no sul das Minas Gerais, no alto da mantiqueira, para quem, desde os 8 anos de idade, escrever é um vício e uma necessidade, arraigados no sangue e na alma. Do mar de morros herdou os horizontes amplos, que traz e cultiva na alma, que espalha pelo que escreve.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 56,01
Ebook
R$ 16,14
Impresso
R$ 33,99
Ebook
R$ 16,14
Impresso
R$ 31,06
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 44,68
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 45,79
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 49,49
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 48,23
Ebook
R$ 19,37
Impresso
R$ 52,10
Ebook
R$ 16,25
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 32,79
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 34,40
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 36,75
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 33,13
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 46,53
Ebook
R$ 27,98
Impresso
R$ 41,36
Impresso
R$ 46,57
Comentários
1 comentários
DANKA MAIA
Terça | 16.10.2012 às 20h10
História Fascinante! Todo sucesso do mundo! Se quiser ficarei honrada com a visita: https://dankamaiaescritora.wordpress.com/ https://www.clubedeautores.com.br/book/135088--A_Casa_Dos_Destinos