Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Do Direito de Família e da Obrigação de Prestar Alimentos
Da Visão Histórica aos Dias Atuais
Categorias
Direito, Didáticos, Ciências Humanas E Sociais
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5683 vezes desde 25/02/2011
Versão
impressa
R$ 57,46
Valor total:
R$ 57,46
Versão
ebook
R$ 38,75
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 57,46
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A presente obra tem como objetivo apresentar um estudo reflexivo sobre o Direito de Família e as Obrigações dos Familiares na prestação alimentar. Logo de início, será abordado às noções históricas do Direito de Família, que tem como base primordial o Direito Romano, e o Direito Canônico, logo a seguir adentraremos no enfoque do Direito de Família em sua atualidade, percorrendo através dos quadros sinóticos à Legislação Pátria que regula este Direito, serão observados também às suas generalidades que dará enfoque à vida do homem desde o seu nascimento até o seu casamento, atribuindo-lhe também os valores morais constantes do pacto matrimonial; as relações jurídicas de caráter obrigacional, como deveres de assistência recíproca e de fidelidade impostas ao casal; às suas características determinantes e peculiares na defesa do grupo familiar; do seu conceito e conteúdo, donde veremos a conexão existente de alguns institutos com o Direito de Família; o seu objeto, que usa o princípio da tripartidição bem como de seus efeitos; os princípios que permeiam esse direito como, por exemplo, o da igualdade entre os cônjuges; a natureza do Direito de Família que é personalíssima, embora entre em choque com o ramo do Direito Civil que fixa-lhe efeitos através de suas Normas Jurídicas, e, por último à sua importância, pois exercerá grande influência sobre todos os ramos do Direito Público e Privado. Já na área das obrigações de prestar alimentos, adentraremos alguns tópicos, que dará uma visão global deste Instituto do Direito de Família, que é o Instituto dos Alimentos, veremos seu conceito e finalidade que diz ser necessário a prestação alimentar ao indivíduo para que se possam suprir suas necessidades, vitais, intelectuais, etc…; seus pressupostos essenciais, como a existência do vínculo parenteral entre o alimentante e o alimentando, do alimentando e suas necessidades, das condições econômicas do alimentante e o grau de proporcionalidade do quantum a ser fixado ao alimentado; sua Natureza Jurídica, que enfoca esse Direito como pessoal e de caráter extra patrimonial; seu caráter obrigacional, pois visa a satisfazer à necessidade do alimentando; sua classificação, onde abordaremos tópicos como à finalidade, Natureza e Causa Jurídica; às pessoas obrigadas a prestar alimentos; os modos de satisfazer a obrigação alimentar; a impossibilidade de restituição, pois uma vez pago o quantum da prestação alimentar, não mais será restituído pelo alimentante; os Meios Jurídicos garantidores do pagamento da obrigação alimentar, que através da ação de alimentos criará o vínculo obrigacional entre o alimentante e o alimentando; e por último às causas de sua extinção. Desta forma, esta obra nos remeterá à tese reflexiva sobre o Instituto do Direito de Família e suas ramificações.

Características
Número de páginas 122
Edição 1 (2011)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Fernando Silvério

ADVOGADO, JUÍZ ARBITRAL, TURISMÓLOGO, PRESIDENTE DA ADITRAN (ASSESSORIA EM DIREITO DE TRÂNSITO E TRANSPORTES), PRESIDENTE DA ABRADEVIMUTRAN (ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA DÁS VÍTIMAS DE MULTAS DE TRÂNSITO), PRESIDENTE DA EUROVOIP (SISTEMA DE TELEFONIA VOIP IP).

FERNANDO SILVÉRIO: https://www.facebook.com/fernandosilverio1965

ADITRAN ASSESSORIA: www.aditran.com

Comentários
0 comentários