Ensaio Sobre o Entendimento Humano
Código do livro: 222328
Categorias
Ciência Política, Ciências Humanas E Sociais, Filosofia, Metodologia, Ocidental
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4935 vezes desde 13/11/2016
Versão
ebook
R$ 16,03
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 16,03
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

David Hume foi um filósofo, historiador e ensaísta britânico nascido na Escócia que se tornou célebre por seu empirismo radical e seu ceticismo filosófico. Ao lado de John Locke e George Berkeley, Hume compõe a famosa tríade do empirismo britânico, sendo considerado um dos mais importantes pensadores do chamado iluminismo escocês e da própria filosofia ocidental.

Hume opôs-se particularmente a Descartes e às filosofias que consideravam o espírito humano desde um ponto de vista teológico-metafísico. Sua importância no desenvolvimento do pensamento contemporâneo é considerável e teve profunda influência sobre Kant.

Kant indica-o como o livro que o despertou do seu "sonho dogmático" e todo o empirismo moderno (termo que David Hume não utiliza, ao contrário do que é comum pensar-se) se apoia nele contra o racionalismo cartesiano.

O livro Ensaio sobre o Entendimento Humano (An Enquiry Concerning Human Understanding) foi publicado em 1748 e tem doze seções:

I - Das diferentes espécies de filosofia

II - Da origem das ideias

III - Da associação de ideias

IV - Dúvidas céticas sobre as operações do entendimento

V - Solução cética dessas dúvidas

VI - Da probabilidade

VII - Da ideia de conexão necessária

VIII - Da liberdade e da necessidade

IX - Da razão dos animais

X - Dos milagres

XI - De uma providência particular e de um estado futuro

XII - Da filosofia acadêmica ou cética

Características
Número de páginas 100
Edição 1 (1748)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários