Gestão de metas e serviço público
A degradação do trabalho público no Brasil
Categorias
Trabalho E Relações Industriais, Política Pública, Pobreza, Ciências Humanas E Sociais, Ciência Política, Administração
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 49 vezes desde 27/03/2021
Versão
ebook
R$ 25,19
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 25,19
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Este é um livro de ensaios sobre a nova precariedade salarial, o novo modo de explorar a força de trabalho na era do capitalismo global. Muitas pessoas falam em “uberização” do trabalho. Mas a “uberização” (ou plataformização) do trabalho é apenas a forma tecnológica mais avançada da nova precariedade salarial com impactos não apenas nas organizações privadas e públicas, mas no mercado de trabalho. Como modo de exploração do capital, a nova precariedade salarial diz respeito à organização privada ou organização pública. Ela atinge empresas privadas e a administração pública. É o Estado neoliberal que opera a instituição da nova precariedade salarial na administração pública. A gestão de metas é um elemento da nova precariedade salarial. É apenas a ponta saliente do iceberg neoliberal. No caso das organizações públicas, a nova precariedade salarial tende a degradar o trabalho público e os serviços oferecidos aos cidadãos. Foi a partir da década de 1990 que o Estado neoliberal no Brasil instalou a nova precariedade salarial sob o título de Reforma do Estado (modernização da administração pública e choque de gestão). Há trinta anos a nova precariedade salarial avança no Brasil.

No capítulo 1 fizemos uma abordagem teórica da problemática da nova precariedade salarial no Brasil. A teoria é muito importante para esclarecer a reflexão crítica que pretende ir além dos dados imediatos. Além do estudo teórico, o livro reúne resultados de pesquisa que abordam a precarização do trabalho público no Judiciário brasileiro. O trabalho no Judiciário brasileiro expõe as múltiplas formas de ofensiva do capital no trabalho público no Brasil nas condições históricas do Estado neoliberal. A lógica da gestão toyotista se disseminou por vários locais da administração pública brasileira. Não se trata de um problema localizado num setor (ou categoria) da administração pública brasileira, mas de um movimento de reestruturação tecnológico-organizacional amplo que impregna a totalidade do serviço público no Brasil.

Características
Número de páginas 100
Edição 1 (2021)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Capa dura
Coloração Colorido
Tipo de papel Couche 90g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Giovanni Alves

Sou professor de sociologia da UNESP-Marilia - campus de Marilia, pesquisador do CNPq e coordenador da RET (Rede de Estudos do Trabaho). Maiores informações: www.giovannialves.org

Página pessoal: www.giovannialves.org

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 41,69
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 39,58
Ebook
R$ 14,85
Impresso
R$ 33,64
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 37,56
Impresso
R$ 36,49
Impresso
R$ 35,79
Ebook
R$ 14,85
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários