O jovem comprador de sonhos
Categorias
Artes Cênicas, Teatro, Roteiros
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 4061 vezes desde 27/10/2013
Versão
impressa
R$ 29,23
Valor total:
R$ 29,23
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 29,23
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A peça conta a história de um fazendeiro linha dura e muito cruel que

trata seus empregados com muito desrespeito. Ele é casado com Dora uma

mulher bem mais jovem que ele. Sem família e por ser muito bela foi

obrigada a se casar com o fazendeiro. Além disso, Licurgo tem casos

amorosos com as mais diversas empregadas da fazenda.

Ele costuma contratar seus funcionários através do capataz Gonçalo, que

vai até vilarejos pobres em busca de famílias miseráveis. Ele as ilude

com falsas promessas de que trabalhando na fazenda de Licurgo vão

conseguir fortuna. Todos acreditam e partem para lá, porém as coisas não

são bem assim. Além do trabalho pesado, os trabalhadores só vão

conseguir algo se consumirem tudo o que precisam na taverna do Tavares.

Roupa, cobertores, mantimentos, e material para construírem suas casas,

pois Licurgo lhes oferece parte de suas terras em troca do serviço

deles. No fim estão tão endividados que jamais poderão sair do local.

No meio dessas inúmeras pessoas há a família de Lúcio. Ele é um jovem

muito rebelde e contestador. Não concorda com o espírito conformista de

seu pai Salvador um homem rígido e acima de tudo repleto de falso

moralismo, pois é casado com Rosa, porém é amante de Madalena uma jovem

que precisava de ajuda e sua família a acolheu. Lúcio ainda tem uma irmã

chamada Rute e um irmão chamado Josué. Ambos mais novos.

Salvador acata com tranqüilidade as ideias de Licurgo, pois assim poderá

ter uma velhice sossegada, mesmo se nunca sair da fazenda. Ele maltrata

Rosa que é super submissa, Lúcia sabe do romance do pai com Madalena,

mas não conta nada para sua mãe com medo do que isso possa lhe causar.

Além disso, pensa gostar da moça, alias todos imaginam que Madalena e

Lúcio um dia vão se casar. Porém, durante uma festa Lúcio conhece Dora e

se encanta por ela. Na madrugada na beira do rio ele a vê muito nervosa

e descobre que a jovem apanha do marido e é forçada a manter relações

mesmo quando não tem vontade. Pior: está sendo ameaçada de morte, pois

ainda não conseguiu engravidar. Dora não quer voltar para casa e Lúcio

decide esconde-la, porém seu pai não concorda. Mesmo assim Rosa

entendendo a agonia da jovem e se identificando com seu sofrimento

resolve arriscar. Licurgo resolve procurá-la em toda a fazenda, mas por

sorte Dora consegue a cumplicidade de outros vizinhos, já que resolve

dizer o quanto seu marido odeia aqueles camponeses e que ele não faz

nada em benefício deles.

Dora e Lúcio acabam se apaixonando. Dora vestida de homem se faz passar

por um primo do rapaz. A confusão rola quando o capataz os encontra aos

beijos e piora quando Madalena trai a confiança de todos contando e

verdade para Licurgo. Revoltado ele resolve punir os camponeses mandando

Gonçalo destruir suas casas. E mais: manda a família de Lúcio embora,

mas ao tentar recuperar Dora ela o enfrenta, e acaba sendo assassinada.

Lúcio obviamente se revolta querendo fazer justiça com as próprias mãos,

mas não consegue. Os camponeses não ficam ao seu lado por medo. E sua

família também não o apóia.

Salvador resolve pedir perdão a Licurgo, e dizer que nunca apoiou o

filho. Rosa mesmo já sabendo do caso dele com Madalena, submissa resolve

apoiá-lo, assim como os seus outros filhos. Sozinho, Lúcio vai embora

da fazenda totalmente desiludido.

Cansado e sem animo, o jovem Lúcio caminha e repensa a sua vida. Todos

foram para a fazenda de Licurgo em busca de um sonho. Mas nada disso

aconteceu. E para piorar ele se apaixonou e perdeu a única mulher que um

dia amou na vida. E ainda estava sem família e amigos. E tinha muita

fome, precisava parar em algum lugar e comer.

No meio do caminho ele cruza com Melchior, um senhor muito velhinho com

ar de feiticeiro. Os dois começam a conversar. Então o senhor sugere a

Lúcio que ele ao invés de comprar comida deveria comprar sonhos para

vender aos mais necessitados. O jovem não entende. Melchior explica,

afirmando que as pessoas necessitam de bons conhecimentos para não se

iludirem por pessoas como Licurgo.

Melchior diz que Lúcio precisa ler e se informar para ser inteligente o

suficiente para ajudar os mais necessitados de espírito, já que bom

coração ele possui. O senhor o leva até sua casa. Lá é um lugar mágico,

logo o jovem se acalma e nem fome sente mais, pois resolveu assumir a

sua missão de ter conhecimento para ajudar o próximo.

Lúcio vira discípulo de Melchior e logo passar a “vender” sonhos às

pessoas. A dupla começa a missão em vilarejos bem humildes. Por mais

jovem e revoltado que o rapaz era no começo, graças aos seus novos

conhecimentos passou a ser um homem mais tranqüilo e bondoso.

A missão de Melchior e Lúcio prospera. Muitos repensam sobre suas vidas e

começam a lutar por eles para ter suas terras. Então Lúcio resolve

criar um povoado onde todos trabalham de forma igual. O que rapaz pede

em troca? Apenas que todos não desistam dos seus sonhos. Melchior morre

alegando que a sua parte já foi cumprida e de agora em diante o jovem

Lúcio se encarregará de tudo.

Lúcio além da sabedoria consegue herdar alguns poderes mágicos do velho

senhor. A fama da Vila dos Sonhos cresce e ela chega aos ouvidos de

Licurgo. Gonçalo a mando dele decide ir vigiar o tal lugar, mas

descoberto acaba sendo conquistado pelos conselhos do rapaz, compra o

sonho e passa a viver na Vila. E mais: decide promover o local da mesma

forma como fazia para promover as falsas promessas de boa vida da

fazenda de Licurgo.

O local cresce e outros camponeses decidem fugir do fazendeiro para

conhecer a Vila dos Sonhos. Rosa e seus filhos fazem o mesmo. Madalena

acabou se casando com Licurgo e sendo infeliz ao seu lado. Já Salvador

morreu de tristeza e remorso por ter abandonado seu filho.

Rosa, Josué e Rute vão para a Vila sem saber que é Lúcio o líder. O

rapaz até tem esperanças de revê-los, mas não contava que fosse tão

logo. Eles se reencontram. Mesmo triste pela morte do pai, Lúcio se

tranqüiliza ao saber que Salvador no fim acabou se arrependendo.

Madalena muito infeliz e arrependida também abandona Licurgo. Vai até a

Vila dos Sonhos, implora perdão. Confessa que sempre amou Lúcio e por

isso contou sobre Dora a Licurgo. Mas sempre sofreu por ter causado a

morte de uma pessoa boa e tão jovem. Lúcio e acolhe, e no fim acabam

ficando juntos. Já Licurgo resolve entender o fascínio da Vila dos

Sonhos. Observa a determinação das pessoas em seguir seus próprios

caminhos e vê aquele jovem, amante de Dora tão firme em seu propósito e

todos os seus camponeses, seu capataz e até o dono do armazém. Aquilo

foi demais para ele, perdido caminha sem rumo eternamente.

A peça termina com todos livres e independentes para fazerem o querem de

suas vidas e uma revelação: Lúcio foi abandonado na porta da casa de

Rosa, ou seja, não era seu filho de verdade. Foi criado assim, mas na

verdade o jovem era filho de Melchior com Isabela, mulher de espírito

forte, mas que morreu ao dar a luz. Sem condições Melchior achou por

melhor entregá-lo a uma família humilde, depois se aproximaria para lhe

transmitir seus conhecimentos. E deu certo!

Características
Número de páginas 90
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Igor Pessoa

Sou simples, sonhador e amigo (...) tenho um carinho especial por crianças e animais, preciso sempre estar com meus amigos e minha família, e me encanto com a garra e a coragem das pessoas. Aceitei a vida em mim e tenho uma ligação muito forte com a natureza, acredito na força de transformação do ser humano, gosto de sentir o vento no meu rosto em um dia triste, e de ler em cima das árvores. Estou cercado de anjos e agradeço a Deus por ter me feito eternamente menino. Sou ator, clown, amante da noite, do dia, da lua... e da vida.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 36,80
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 59,73
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 37,34
Ebook
R$ 14,53
Impresso
R$ 36,97
Ebook
R$ 16,68
Impresso
R$ 52,56
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 35,07
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 39,33
Ebook
R$ 19,37
Impresso
R$ 33,78
Ebook
R$ 13,45
Impresso
R$ 33,57
Ebook
R$ 13,45
Impresso
R$ 49,75
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 38,47
Ebook
R$ 22,60
Comentários
0 comentários