O Mito de Sísifo
Categorias
Morte & Morrer, Livre Arbŕtrio & Determinismo, Ética E Filosofia Moral, Não Ficção, Filosofia, Ciências Humanas E Sociais
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 26 vezes desde 19/02/2021
Versão
ebook
R$ 15,49
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 15,49
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O Mito de Sísifo é um ensaio filosófico escrito por Albert Camus, em 1941.

Para ele, o homem vive sua existência em busca de sua essência, do seu sentido, e encontra um mundo desconexo, ininteligível, guiados por entidades sufocantes como as religiões e ideologias políticas. A solução em não encontrar um sentido não deveria ser o suicídio, mas sim a revolta.

No ensaio, Camus introduz a sua filosofia do absurdo: o homem em busca de sentido, unidade e clareza no rosto de um mundo ininteligível, desprovido de Deus e eternidade.

Será que a realização do absurdo exige o suicídio? Camus responde: "Não. Exige revolta".

Ele então descreve várias abordagens do absurdo na vida.

O último capítulo compara o absurdo da vida do homem com a situação de Sísifo, um personagem da mitologia grega que foi condenado a repetir eternamente a tarefa de empurrar uma pedra até o topo de uma montanha, sendo que, toda vez que estava quase alcançando o topo, a pedra rolava novamente montanha abaixo até o ponto de partida por meio de uma força irresistível, invalidando completamente o duro esforço despendido.

Albert Camus (7 de novembro de 1913 — 4 de janeiro de 1960) foi um escritor, filósofo, romancista, dramaturgo, jornalista e ensaísta franco-argelino. Seu trabalho inclui peças de teatro, novelas, notícias, filmes, poemas e ensaios, onde ele desenvolveu um humanismo baseado na consciência do absurdo da condição humana e na revolta como uma resposta a esse absurdo. Recebeu o Prémio Nobel de Literatura em 1957.

Características
Número de páginas 0
Edição 1 (1941)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Colorido
Tipo de papel Offset 75g
Comentários
0 comentários