O que é isto ou aquilo
Código do livro: 360152
Categorias
História Alternativa, Poesia, Literatura Nacional, Ficção
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 170 vezes desde 04/03/2021
Versão
impressa
R$ 41,90
Valor total:
R$ 41,90
Valor total:
R$ 41,90
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

POSFÁCIO

Pelo Prof. Dr. Cleber Baleeiro (Metodista-SP)

O título que Wellington Amancio da Silva escolheu para seu livro – O que é isto ou aquilo – é uma enganação. O título pressupõe respostas, explicações, conceituações; lemos com uma esperança curiosa que espreita a página seguinte, na expectativa de que se desvele diante de nós o “isto” e o “aquilo”; o que ele nos oferece, entretanto, são mais questões, são sustos, são desamparos. As perguntas que aparecem nos títulos dos poemas (Que é uma tapera? Que é um rebojo? Que diz uma fotografia antiga? etc.) não são seguidas de respostas, mas de cutucadas e tonteios.

Mas não é justamente isso que têm em comum poesia e filosofia? Não é esse fascínio maior pelas perguntas que pelas respostas que move o interesse de quem entende que a verdade das coisas é um discurso bem elaborado sobre elas? Não é exatamente esse colocar as coisas, invés de representá-las objetivamente, que faz a poesia ser tão necessária quanto a ciência?

O que é isto ou aquilo, assim ouso dizer, é mais um livro de perguntas que de respostas, inquire mais que afirma – muito mais! Suas perguntas são de duas naturezas: As que estão explícitas no texto (Que é ter grude no pescoço?, por exemplo), as perguntas sem respostas, que depois de perguntadas continuam perguntando, tanto no texto quanto em nossas bocas; e as perguntas que não estão no texto mas que são provocadas em nós – perguntas conceituais, como as que surgem quando lemos O tempo, e perguntas imaginativas, relacionadas à narrativa, a respeito, por exemplo, de Cesar e sua mãe, mencionados em Cachaça de desodorante.

O título deste livro de Amancio, por outro lado, não é uma enganação quando nos dá a impressão de que responderá perguntas que nos interessam. O curioso é o modo como ele faz isso. Coloca a nós as perguntas que nos interessam tratado de temas que são dele ou de seu contexto, mas com os quais nos identificamos e nos apropriamos. Passam a ser temas nossos porque estão assentados sobre angústias, desejos, prazeres, dores, afetos, etc. que também são nossos. E quais são os temas que Amancio coloca? Eu quero exemplificar com três. O primeiro deles é sua própria situação de alguém que mora em uma cidade do interior do Nordeste e guarda certo saudosismo às peculiaridades que se tornam mais raras conforme a cidade muda. O “radinho de pilha”, o “banco de madeira”, a “briga de galo”, o “baú de sucupira” são coisas que capturam esse saudosismo (que não deve ser entendido aqui como um simples apego ao passado, mas como uma compreensão de sua importância e como saudade). Outro tema é a reflexão filosófica. O tempo, o devir, o ser, a angústia (kierkegaardiana) são temas tratados no livro e que tradicionalmente são temas de filosofia. Mas o que o autor faz aqui não é a tentativa de fazer filosofia em verso, ele simplesmente coloca as questões que o preocupam e que nos preocupam, temas que, ainda que não pensemos cotidianamente, moldam a maneira como vivemos. O último dos temas que quero falar é o da religião. O elemento religioso está presente, de maneira mais ou menos explicita, em boa parte dos poemas que constituem o livro, seja como uma reflexão sobre a experiência com a religião ou como um personagem das tradições religiosas (Zeus ou o Cão, por exemplo). É possível perceber uma relação de aproximação e distanciamento em relação à religião – talvez como aquele experiencia que Rudolf Otto chamou de mysterium tremendum et fascinans. Essa relação se expressa em elementos que entre os religiosos pode soar contraditória, mas do ponto de vista da tradição profética e da teologia de nossas terras, é a mais coerente. Ao mesmo tempo em que há uma crítica explícita à institucionalidade da religião, sobretudo em suas práticas que oprimem, exploram e fazem da vida um peso, há respeito e uma velada reverência àquilo que está soterrado sob os escombros do que é criticado. Essa relação pode ser percebida no poema Sem nome, em que o nome ausente se identifica simplesmente como “Hamartía”, como aquilo que para a instituição pode ser visto como um erro, como pecado, mas que guarda em si um caráter religioso.

Por fim, vale dizer que O que é isto ou aquilo é um belo livro porque nos engana, porque não nos responde as perguntas que temos a impressão de que responderá, mas coloca para nós perguntas que geram outras perguntas e nos fazem olhar para “isto” ou “aquilo” com olhos perguntadores. Como disse Raul Seixas, santo padroeiro desse livro: “Somos a resposta exata do que a gente perguntou”. Amancio coloca cada poema como espelho diante dos quais devemos, nós próprios, perguntar.

Características
ISBN 979-87-168-7299-8
Número de páginas 64
Edição 1 (2009)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Wellington Amancio da Silva

Inicialmente a editora concentrava-se na produção literária realizada no Nordeste do Brasil, especificamente à publicação de literatura inspirada no Modernismo de 1922.

Nos últimos anos expandimos nosso perfil editorial objetivando publicar autores contemporâneos especialmente da América Latina. A nós juntaram-se autores singulares cuja obra excepcional e original traz um renovo à literatura moderna.

Como editores, nossa visão literária transita, em suma, entre “Catatau” de Leminski e “Invenção de Orfeu” de Jorge de Lima, e sempre rememorando Mário de Andrade, Lêdo Ivo, Drummond e Bandeira, Haroldo de Campos, Herberto Helder, Guimarães Rosa e Borges.

Nossa meta é a cooperação entre autores e editores para a exaltação da Literatura.

Se você gostou, poderá fazer qualquer doação pelo link abaixo:

https://www.paypal.com/donate?hosted_button_id=WJPLC3WKPAB8L

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,20
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 42,63
Ebook
R$ 15,50
Impresso
R$ 65,26
Ebook
R$ 46,71
Impresso
R$ 43,69
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 48,03
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 43,70
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 35,61
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 34,22
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 41,79
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 44,68
Ebook
R$ 23,99
Impresso
R$ 38,45
Ebook
R$ 14,42
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários