Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
PIZARRO
Categorias
Histórico, Antigo, América Latina, Geografia E Historia, Educação, Biografia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 907 vezes desde 02/06/2018
Versão
impressa
de R$ 40,28 por
R$ 34,22
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 34,22
Versão
ebook
R$ 22,60
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 34,22
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

As mais brilhantes passagens da história da aventura espanhola no Novo Mundo são, sem dúvida, proporcionadas pelas conquistas do México e do Peru - os dois estados que combinaram com a maior extensão do império uma política social refinada e considerável progresso nas artes da civilização. De fato, tão proeminentemente se destacam na grande tela da história, que o nome de um, apesar do contraste que exibem em suas respectivas instituições, mais naturalmente sugere o do outro.

Na longa procissão que passou em revista diante de nós, vimos apenas o cavalheiro vestido de cota de malha, brandindo sua lança ensanguentada e montado em seu cavalo de guerra, cavalgando sobre os nativos desamparados ou lutando com seus próprios amigos e irmãos; feroz, arrogante e cruel, impelido pela luxúria do ouro, ou pelo amor honrado escasso por uma glória bastarda. Misturados com essas qualidades, de fato, vimos brilhos do temperamento cavalheiresco e romântico que pertencem à época heróica da Espanha.

A Conquista, na verdade, acaba com a supressão da revolta peruana, quando a força, se não o espírito, da raça Inca foi esmagada para sempre. Tampouco a história da invasão estaria completa com alguma explicação das guerras civis que surgiram dela; que servem, além disso, como um comentário moral sobre os eventos precedentes, mostrando que a indulgência de paixões ferozes e desenfreadas certamente recuará, mais cedo ou mais tarde, mesmo nesta vida, nas cabeças dos culpados.

As águas tinham sido terrivelmente agitadas para serem acalmadas, de uma só vez; mas elas gradualmente diminuíram, sob o domínio moderado de seus sucessores, que sabiamente lucraram com sua política e seu exemplo.

Ele é lembrado por ter conseguido impor sobre o Império Inca com a ajuda de vários cacicazgos locais, conquistando o estado imperial cujo centro de governo estava localizado no Peru atual, bem como estabelecendo uma dependência espanhola dele. Embora ele tivesse o título de Marquês, ele era realmente "marquês sem marquesado". Após a emancipação da Coroa de Sua Majestade o Rei, seus descendentes tinham o título de Marquês da Conquista, mas com o nome de Atavillos. No entanto, é bem possível que, por causa da sua lealdade à Coroa, com a honra foi atribuído o título de Marquês de Atavillos, sendo este o título usado por Don Francisco López de Gomara em sua História Geral das Índias, capítulo CXXXII. Ele também foi referido como Marquês por Pedro Cieza de León em seu livro Chrónica del Perú. Para seus anfitriões nativos, ele era conhecido como Apu ('chefe', 'senhor', 'general') ou Machu Capitán ('antigo capitão').

Características
Número de páginas 25
Edição 1 (2018)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
ADEILSON NOGUEIRA

ADEILSON SANTANA NOGUEIRA — Nascido em Estância-SE, em 30/06/1969, filho de Francisco de Carvalho Nogueira (I.M.) e de Maria Aldeiza Santana Nogueira, desde cedo apresentou interesse pela literatura e pela poesia, tanto é assim que, aos 11 já escrevia os primeiros poemas, com premiação em concurso de poesia no Colégio Costa e Silva, em Aracaju, cuja temática era a discriminação racial, também obtendo premiações na cidade de Lagarto, no Colégio Polivalente. Aos 10 anos, recebeu das mãos do Prefeito Heráclito Rollemberg, em Aracaju, o Certificado que lhe concedia o título de secretário mirim da educação. Em 1987 teve poemas publicados em dois livros no Rio de Janeiro: Brasil Literário (Crisalis Editora) e Poesia Brasileira (Shogun Editora e Arte), além de diversos escritos para o Jornal de Campos, Styllo, Primo Notícias, em Tobias Barreto, Folha da Jhô, em Lagarto, e Jornal da Manhã e Jornal da Cidade, em Aracaju. Jornalista, Radialista, Bacharel em Direito, Escritor, Tutor em EAD e Docente do Ensino Superior, possui mais de 1.000 títulos publicados. Em 1987, a convite, fez um programa direcionado à cultura na Rádio Progresso de Lagarto, fato que o estimulou a fazer o curso de radialista na cidade de Itabuna-BA, tendo passado pela Rádio Progresso, Rádio Clube de Itapicuru, Rádio Luandê FM e Rádio Imperatriz (atual Ilha AM). Em 1999, ocupava o cargo de assessor de Comunicação na Prefeitura de Tobias Barreto, onde coordenou o Jornal Cidadania pra valer, de publicação mensal, na gestão do então prefeito Diógenes Almeida, fazendo parte, também, do colegiado das Políticas Educacionais. Professor desde 1988, prestou serviços à educação nos Colégios Monsenhor Basilíscio Raposo, Colégio Nsª Srª Menina, Ranchinho Feliz, Educandário Nsª Srª do Carmo, Colégio Cenecista Arnaldo Dantas, na Barra dos Coqueiros, além do SENAC e do CENAPE – curso pré-vestibular. Sempre que possível, levou oficiais da polícia militar à sala de aula para darem palestras contra o uso de entorpecentes. Em 1992, viajou para o Japão, onde trabalhou na Mitsubishi Motors Corporation, sediada na cidade de Nagoya, retornando em 1994. Primeiro representante da Anistia internacional em Sergipe, foi graças ao seu esforço decisivo junto ao Ministério da Justiça do Governo Peruano, sob a ditadura Fujimori, que a Anistia conseguiu a liberdade para um outro professor, injustamente encarcerado por comentar questões políticas em sala de aula. No Brasil e no Japão comandou greves, neste último, conheceu de perto a perseguição promovida pelos sindicatos patronais ao proletariado.

De 2005 a 2012, ocupou o cargo de Assessor Jurídico na Prefeitura Municipal de Tobias Barreto, de onde presidiu a comissão responsável pelo 2º Concurso Público na gestão da então prefeita Marly Barreto, além de colaborar na Lei que criou o Plano Diretor, entre tantas outras. Membro da Academia Tobiense de Letras e Artes – ATLAS, da qual é o atual presidente (biênio 2015-2017).

Numismata desde os seis anos de idade, suas 10 palestras sobre coleção de moedas antigas, registradas em DVD’s, viajaram pelos quatro cantos do País, para os Estados Unidos e Europa, tendo seu nome sempre lembrado nos encontros de colecionadores por todo o País.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 52,40
R$ 46,34
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 51,92
R$ 45,86
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 53,92
R$ 47,86
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 66,55
R$ 60,49
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 54,40
R$ 48,34
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 56,88
R$ 50,82
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 58,32
R$ 52,25
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 51,04
R$ 44,98
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 51,04
R$ 44,98
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 55,04
R$ 48,98
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 52,96
R$ 46,90
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 51,76
R$ 45,70
Ebook
R$ 33,37
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 45,35
R$ 39,28
Impresso
de R$ 35,03
R$ 28,96
Ebook
R$ 22,60
Impresso
de R$ 45,53
R$ 39,46
Impresso
de R$ 34,14
R$ 28,07
Ebook
R$ 11,84
Impresso
de R$ 81,98
R$ 75,92
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 76,65
R$ 70,59
Ebook
R$ 29,06
Impresso
de R$ 76,57
R$ 70,51
Ebook
R$ 33,37
Impresso
de R$ 84,59
R$ 78,52
Ebook
R$ 38,75
Impresso
de R$ 42,41
R$ 36,35
Ebook
R$ 19,37
Impresso
de R$ 52,74
R$ 46,67
Ebook
R$ 22,60
Impresso
de R$ 48,03
R$ 41,97
Ebook
R$ 27,98
Impresso
de R$ 51,17
R$ 45,11
Ebook
R$ 22,60
Comentários
0 comentários