Quero que você me veja
Categorias
Quintilhas E Versos, Adulto, Poesia, Humor, Artes e Entretenimento
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 69 vezes desde 02/01/2020
Versão
impressa
R$ 51,62
Valor total:
R$ 51,62
Valor total:
R$ 51,62
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

Uma pequena mostra de mim mesmo

Características
ISBN 978-65-504-1065-0
Número de páginas 111
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Carlos A. F. Lamarão

Nascido e criado em um bairro de subúrbio na cidade do Rio de Janeiro, vivi uma infância feliz mas sob o rigor das regras paternas.

Fui um adolescente tímido, que preferia a companhia dos livros às pessoas, embora socialmente ativo, com muitas amizades. Algumas perduram até hoje.

Fui bom aluno. Estudei Engenharia Mecânica mas nunca atuei nessa área pois, por ocasião do término do curso, fui aprovado em concurso público e lá me desenvolvi profissionalmente.

Fui vendedor de livros, professor, bancário, consultor, motorista de táxi e, atualmente, aposentado.

Em função da minha índole tímida comecei a escrever cedo. Como não tinha a desenvoltura para expor meus pensamentos, meus sentimentos, confiei-os ao papel. E os mantive trancados por um bom tempo.

Somente na vida adulta consegui mostrar meus textos às pessoas.

E a decisão de publicar uma parte deles veio depois que as pessoas que se dispuseram a lê-los insistiram para que eu o fizesse.

Ainda assim, receio ter um certo constrangimento em mostrá-los.

Tenho dois filhos, já adultos. Sua infância, sua adolescência, seu crescimento pessoal e profissional, suas realizações e frustrações e, é claro, o amor que tenho por eles inspiraram muitos dos textos.

Já na vida adulta, tive vários relacionamentos. Talvez para compensar a adolescência, quando tive tão poucos. Estes relacionamentos, suas alegrias e frustrações, também constituíram material para muitos dos textos.

Outra fonte de inspiração vem da política, da juventude complicada sob a ditadura militar, da militância, da insatisfação (e até revolta) com a manipulação da opinião pública pelas elites e com a subserviência do nosso povo.Pela incapacidade de mudar o "status-quo".

Enfim, escrevo o que sinto, o que penso, Não me considero poeta e acredito que a poesia está mais na alma de quem lê do que de quem escreve, pois um texto só é poético se tocar a sensibilidade de quem o lê.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 57,67
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 35,83
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 64,94
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 32,55
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 32,91
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 35,73
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 29,48
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 37,46
Impresso
R$ 32,99
Ebook
R$ 16,14
Impresso
R$ 34,28
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 30,70
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 34,24
Ebook
R$ 18,30
Comentários
0 comentários