THÉONTOTHEORIONTOTHÉO’ DA ‘MEDÍADA POR MEDÍADA’ : DO DIREITO VÍTREO, DA VÍTREOLOGIA OU DOS ESTUDOS VÍTREOS DA MEDIA
OU CAMELOT, OU CAMALOTE, CAMAALOT, CAMALOT, CHAMALOT, CAMEHELOT, CAMCHILOT, CAMAALOTH, CAAMALOT, CAMAHALOTH, CAMAELOT, KAMAALOT
Categorias
Livros E Leitura, Gótico E Romance, Espiritualidade, Crítica Literária, Corpo, Mente E Espírito, Artes
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 23 vezes desde 07/06/2021
Versão
impressa
R$ 75,76
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 75,76
Versão
ebook
R$ 49,94
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 75,76
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

‘THÉONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHE

ORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTOTHEORIONTHÉO’ DA ‘MEDÍADA

POR MEDÍADA’ : DO DIREITO VÍTREO, DA VÍTREOLOGIA OU DOS ESTUDOS VÍTREOS DA MEDIA

OU DE COMO FIZ A ‘MAGICK’ DE UNIR ‘PLATÃO, SHAKESPEARE, CROWLEY, HEIDEGGER,

BENJAMIN, KITTLER, FLUSSER, STIEGLER, HANS JONAS, MCLUHAN, DEBORD, SLOTERDIJK E

ZAGREBELSKY’ ... OU COMO SERIA ‘IVANHOÉ ESCRITO POR DANTE E PROTAGONIZADO POR

RASPUTIN’ ... IVANHOE (PORTUGUÊS EUROPEU) OU IVANHOÉ (PORTUGUÊS BRASILEIRO) É UM

ROMANCE HISTÓRICO DO ESCRITOR ESCOCÊS WALTER SCOTT, PUBLICADO EM 1820. NARRA A

LUTA ENTRE SAXÕES E NORMANDOS E AS INTRIGAS DE JOÃO SEM TERRA PARA DESTRONAR

RICARDO CORAÇÃO DE LEÃO. É CONSIDERADO O PRIMEIRO ROMANCE HISTÓRICO DO

ROMANTISMO, A OBRA SURGIU NUM MOMENTO EM QUE SE PROCURAVA EXALTAR O

NACIONALISMO, E OBTEVE TAMANHO SUCESSO QUE SEU AUTOR FOI AGRACIADO COM TÍTULO

NOBILIÁRQUICO. NELE OS VALORES DA CAVALARIA MEDIEVAL SÃO ENALTECIDOS, ASSIM

COMO O HEROÍSMO INGLÊS, EMBORA FOSSE PROTAGONIZADO PELO CAVALEIRO WILFRED DE

IVANHOÉ, SÃO OS PERSONAGENS QUASE ANÔNIMOS QUE ENCONTRAM MAIOR DESTAQUE DO

QUE ESTE, A EXEMPLO DE BRIAN DE BOIS GUILBERT, UM TEMPLÁRIO, VILÃO QUE ENGENDRA

VÁRIAS MALDADES, IVANHOE: UM ROMANCE ( / Aɪ V ƏN ˌ H OƱ / ) POR WALTER SCOTT É UM

ROMANCE HISTÓRICO PUBLICADO EM TRÊS VOLUMES, EM 1819, COMO UM DOS LIVROS

WAVERLEY . NA ÉPOCA EM QUE FOI ESCRITO, O ROMANCE REPRESENTOU UMA MUDANÇA DE

SCOTT DE ESCREVER ROMANCES AMBIENTADOS NA ESCÓCIA EM UM PASSADO

RELATIVAMENTE RECENTE PARA UMA REPRESENTAÇÃO MAIS FANTASIOSA DA INGLATERRA

NA IDADE MÉDIA . IVANHOE PROVOU SER UM DOS MAIS CONHECIDOS E INFLUENTES

ROMANCES DE SCOTT, SITUADO NA INGLATERRA DO SÉCULO 12, COM DESCRIÇÕES

COLORIDAS DE UM TORNEIO, BANDIDOS, UM JULGAMENTO DE BRUXAS E DIVISÕES ENTRE

JUDEUS E CRISTÃOS, IVANHOE É CREDITADO POR AUMENTAR O INTERESSE EM ROMANCE

CAVALHEIRESCO E MEDIEVALISMO. JOHN HENRY NEWMAN AFIRMOU QUE SCOTT "PRIMEIRO

DIRIGIU AS MENTES DOS HOMENS NA DIREÇÃO DA IDADE MÉDIA", ENQUANTO THOMAS

CARLYLE E JOHN RUSKIN TAMBÉM AFIRMARAM A GRANDE INFLUÊNCIA DE SCOTT NO

RENASCIMENTO DO INTERESSE NO PERÍODO MEDIEVAL, PRINCIPALMENTE COM BASE NA

PUBLICAÇÃO DO ROMANCE IVANHOE, ALÉM DISSO, IVANHOEINFLUENCIOU MUITO AS

PERCEPÇÕES POPULARES DE RICARDO CORAÇÃO DE LEÃO, REI JOHN E ROBIN HOOD, EM

JUNHO DE 1819, WALTER SCOTT AINDA SOFRIA DE FORTES DORES DE ESTÔMAGO QUE O

FORÇARAM A DITAR A ÚLTIMA PARTE DE A NOIVA DE LAMMERMOOR E TAMBÉM A MAIOR

PARTE DE A LENDA DAS GUERRAS DE MONTROSE, QUE ELE TERMINOU NO FINAL DE MAIO. NO

INÍCIO DE JULHO, O MAIS TARDAR, SCOTT HAVIA COMEÇADO A DITAR SEU NOVO ROMANCE

IVANHOE, NOVAMENTE COM JOHN BALLANTYNE E WILLIAM LAIDLAW COMO AMANUENSES.

PARA A SEGUNDA METADE DO MANUSCRITO, SCOTT FOI CAPAZ DE PEGAR A CANETA E

COMPLETOU IVANHOE: A ROMANCE NO INÍCIO DE NOVEMBRO DE 1819, PARA OBTER

INFORMAÇÕES DETALHADAS SOBRE A IDADE MÉDIA, SCOTT BASEOU-SE EM TRÊS OBRAS DO

ANTIQUÁRIO JOSEPH STRUTT: HORDA ANGEL-CYNNAN OU UMA VISÃO COMPLETA DAS

MANEIRAS, COSTUMES, ARMAS, HÁBITOS ETC. DOS HABITANTES DA INGLATERRA (1775-76),

VESTIDO E HÁBITOS DO POVO DA INGLATERRA (1796-1799) E ESPORTES E PASSATEMPOS DO

POVO DA INGLATERRA (1801). DOIS HISTORIADORES DERAM-LHE UMA BASE SÓLIDA NO

PERÍODO: ROBERT HENRY COM THE HISTORY OF GREAT BRITAIN (1771-93) E SHARON TURNER

COM THE HISTORY OF THE ANGLO-SAXONS FROM THE EARLY PERIOD TO THE NORMAN

CONQUEST (1799-1805). SUA DÍVIDA MAIS CLARA PARA COM UMA FONTE MEDIEVAL ORIGINAL

ENVOLVIA A REGRA DOS TEMPLÁRIOS, REPRODUZIDA EM O TEATRO DE HONRA E CAVALEIROCAPUZ (1623), TRADUZIDO DO FRANCÊS DE ANDRÉ FAVINE. SCOTT FICOU FELIZ EM

APRESENTAR DETALHES DO FINAL DA IDADE MÉDIA, E CHAUCER FOI PARTICULARMENTE

ÚTIL, POIS (DE UMA MANEIRA DIFERENTE) FOI O ROMANCE DO SÉCULO XIV, RICHARD COEUR

DE LION, IVANHOE FOI PUBLICADO POR ARCHIBALD CONSTABLE EM EDIMBURGO. TODAS AS

PRIMEIRAS EDIÇÕES TRAZEM A DATA DE 1820, MAS FOI LANÇADO EM 20 DE DEZEMBRO DE

1819 E PUBLICADO EM LONDRES NO DIA 29 POR HURST, ROBINSON E CIA .. COMO COM TODOS

OS ROMANCES DE WAVERLEY ANTES DE 1827, A PUBLICAÇÃO ERA ANÔNIMA. A TIRAGEM FOI

DE 10.000 EXEMPLARES E O CUSTO FOI DE £ 11 S (£ 1,50, EQUIVALENTE EM PODER

AQUISITIVO A £ 149 EM 2021). [4] É POSSÍVEL QUE SCOTT TENHA SE ENVOLVIDO EM

PEQUENAS ALTERAÇÕES NO TEXTO DURANTE O INÍCIO DA DÉCADA DE 1820, MAS SUA

2

REVISÃO PRINCIPAL FOI REALIZADA EM 1829 PARA A EDIÇÃO 'MAGNUM', ONDE O ROMANCE

APARECEU NOS VOLUMES 16 E 17 EM SETEMBRO E OUTUBRO DE 1830, A EDIÇÃO MODERNA

PADRÃO, DE GRAHAM TULLOCH, APARECEU COMO VOLUME 8 DA EDIÇÃO DE EDIMBURGO DOS

ROMANCES DE WAVERLEY EM 1998: ESTA É BASEADA NA PRIMEIRA EDIÇÃO COM EMENDAS

PRINCIPALMENTE DO MANUSCRITO DE SCOTT NA SEGUNDA METADE DA OBRA; O NOVO

MATERIAL MAGNUM ESTÁ INCLUÍDO NO VOLUME 25B, IVANHOE É A HISTÓRIA DE UMA DAS

FAMÍLIAS NOBRES ANGLO-SAXÃS REMANESCENTES EM UMA ÉPOCA EM QUE A NOBREZA DA

INGLATERRA ERA PREDOMINANTEMENTE NORMANDA . SEGUE-SE O PROTAGONISTA SAXÃO,

SIR WILFRED DE IVANHOE, QUE ESTÁ EM DESGRAÇA COM SEU PAI POR SUA LEALDADE AO REI

NORMANDO RICARDO CORAÇÃO DE LEÃO. A HISTÓRIA SE PASSA EM 1194, APÓS O FRACASSO

DA TERCEIRA CRUZADA, QUANDO MUITOS DOS CRUZADOS AINDA ESTAVAM VOLTANDO PARA

SUAS CASAS NA EUROPA. O REI RICARDO, QUE HAVIA SIDO CAPTURADO POR LEOPOLDO DA

ÁUSTRIA EM SUA VIAGEM DE VOLTA À INGLATERRA, AINDA ESTAVA EM CATIVEIRO, O

PROTAGONISTA WILFRED DE IVANHOE É DESERDADO POR SEU PAI, CEDRIC DE ROTHERWOOD,

POR APOIAR O REI NORMANDO RICARDO E POR SE APAIXONAR POR LADY ROWENA,

TUTELADA DE CEDRIC E DESCENDENTE DOS REIS SAXÕES DA INGLATERRA. CEDRIC

PLANEJOU CASAR ROWENA COM O PODEROSO LORD ATHELSTANE, UM PRETENDENTE À

COROA DA INGLATERRA POR SUA DESCENDÊNCIA DO ÚLTIMO REI SAXÃO, HAROLD

GODWINSON, IVANHOE ACOMPANHA O REI RICARDO NAS CRUZADAS, ONDE SE DIZ QUE

DESEMPENHOU UM PAPEL NOTÁVEL NO CERCO DE ACRE ; E CUIDA DE LUÍS DA TURÍNGIA, QUE

SOFRE DE MALÁRIA, O LIVRO ABRE COM UMA CENA DE CAVALEIROS E PRELADOS

NORMANDOS BUSCANDO A HOSPITALIDADE DE CEDRIC. ELES SÃO GUIADOS NÃO POR UM

PEREGRINO, CONHECIDO NA ÉPOCA COMO UM PALMER, TAMBÉM VOLTANDO DA TERRA

SANTA NAQUELA MESMA NOITE, ISAAC DE YORK, UM AGIOTA JUDEU, BUSCA REFÚGIO EM

ROTHERWOOD. APÓS A REFEIÇÃO DA NOITE, O PEREGRINO OBSERVA UM DOS NORMANDOS, O

TEMPLÁRIO BRIAN DE BOIS-GUILBERT, DAR ORDENS AOS SEUS SOLDADOS SARRACENOS

PARA CAPTURAR ISAAC, O PEREGRINO ENTÃO AUXILIA NA FUGA DE ISAAC DE ROTHERWOOD,

COM A AJUDA ADICIONAL DO PASTOR DE PORCOS GURTH, ISAAC DE YORK SE OFERECE PARA

PAGAR SUA DÍVIDA COM O PALMER COM UMA ARMADURA E UM CAVALO DE GUERRA PARA

PARTICIPAR DO TORNEIO NO CASTELO ASHBY-DE-LA-ZOUCH, POR INFERÊNCIA DE QUE O

PALMER ERA SECRETAMENTE UM CAVALEIRO. O PALMER É PEGO DE SURPRESA, MAS ACEITA

A OFERTA, O TORNEIO É PRESIDIDO PELO PRÍNCIPE JOHN. TAMBÉM PRESENTES ESTÃO

CEDRIC, ATHELSTANE, LADY ROWENA, ISAAC DE YORK, SUA FILHA REBECCA, ROBIN DE

LOCKSLEY E SEUS HOMENS, O CONSELHEIRO DO PRÍNCIPE JOHN WALDEMAR FITZURSE E

VÁRIOS CAVALEIROS NORMANDOS, NO PRIMEIRO DIA DO TORNEIO, EM UMA LUTA DE JUSTAS

INDIVIDUAIS, UM CAVALEIRO MISTERIOSO, IDENTIFICANDO-SE APENAS COMO "DESDICHADO"

(DESCRITO NO LIVRO COMO ESPANHOL, CONSIDERADO PELOS SAXÕES COMO DESERDADO),

DERROTA BOIS-GUILBERT. O CAVALEIRO MASCARADO SE RECUSA A SE REVELAR APESAR DO

PEDIDO DO PRÍNCIPE JOHN, MAS É DECLARADO O CAMPEÃO DO DIA E TEM PERMISSÃO PARA

ESCOLHER A RAINHA DO TORNEIO. ELE CONCEDE ESTA HONRA A LADY ROWENA. NO

SEGUNDO DIA, EM UMA BRIGA, DESDICHADO É O LÍDER DE UM PARTIDO, ENFRENTADO POR

SEUS ANTIGOS ADVERSÁRIOS. O LADO DE DESDICHADO É LOGO PRESSIONADO E ELE MESMO

É ASSEDIADO POR VÁRIOS INIMIGOS ATÉ SER RESGATADO POR UM CAVALEIRO APELIDADO DE

LE NOIR FAINEANT ('O PREGUIÇOSO NEGRO'), QUE DEPOIS DISSO PARTE EM SEGREDO.

QUANDO FORÇADO A SE DESMASCARAR PARA RECEBER SUA TIARA (O SINAL DO

CAMPEONATO), DESDICHADO É IDENTIFICADO COMO WILFRED DE IVANHOE, RETORNADO DAS

CRUZADAS. ISSO CAUSA MUITA CONSTERNAÇÃO PARA O PRÍNCIPE JOHN E SUA CORTE, QUE

AGORA TEMEM O RETORNO IMINENTE DO REI RICARDO, IVANHOE É GRAVEMENTE FERIDO NA

COMPETIÇÃO, MAS SEU PAI NÃO SE MOVE RAPIDAMENTE PARA CUIDAR DELE. EM VEZ DISSO,

REBECCA, UMA CURANDEIRA HABILIDOSA, CUIDA DELE ENQUANTO ELES ESTÃO HOSPEDADOS

PERTO DO TORNEIO E ENTÃO CONVENCE SEU PAI A LEVAR IVANHOE COM ELES PARA SUA

CASA EM YORK QUANDO ELE ESTIVER APTO PARA AQUELA VIAGEM. A CONCLUSÃO DO

TORNEIO INCLUI FAÇANHAS DE ARCO E FLECHA DE LOCKSLEY, COMO DIVIDIR UM JUNCO DE

SALGUEIRO COM SUA FLECHA. O JANTAR DO PRÍNCIPE JOHN PARA OS SAXÕES LOCAIS

TERMINA EM INSULTOS, NAS FLORESTAS ENTRE ASHBY E YORK, ISAAC, REBECCA E O FERIDO

IVANHOE SÃO ABANDONADOS POR SEUS GUARDAS, QUE TEMEM BANDIDOS E LEVAM TODOS

OS CAVALOS DE ISAAC. CEDRIC, ATHELSTANE E LADY ROWENA OS CONHECEM E CONCORDAM

3

EM VIAJAR JUNTOS. O GRUPO É CAPTURADO POR DE BRACY E SEUS COMPANHEIROS E

LEVADO PARA TORQUILSTONE, O CASTELO DE FRONT-DE-BOEUF. O PASTOR DE PORCOS

GURTH E WAMBA, O BOBO, CONSEGUEM ESCAPAR E, EM SEGUIDA, ENCONTRAM LOCKSLEY,

QUE PLANEJA UM RESGATE, LE NOIR FAINEANT NA CÉLULA DO EREMITA POR J. COOPER, SR.

DE UMA EDIÇÃO DE 1886 DAS OBRAS DE WALTER SCOTT, O CAVALEIRO NEGRO, TENDO SE

REFUGIADO DURANTE A NOITE NA CABANA DO FRADE LOCAL, O SANTO ESCRITURÁRIO DE

COPMANHURST, OFERECE SUA AJUDA PARA APRENDER SOBRE OS CATIVOS COM ROBIN DE

LOCKSLEY. ELES ENTÃO SITIARAM O CASTELO DE TORQUILSTONE COM OS PRÓPRIOS

HOMENS DE ROBIN, INCLUINDO O FRADE E VÁRIOS ALABARDEIROS SAXÕES. DENTRO DE

TORQUILSTONE, DE BRACY EXPRESSA SEU AMOR POR LADY ROWENA, MAS É RECUSADO.

BRIAN DE BOIS-GUILBERT TENTA SEDUZIR REBECCA E É REJEITADO. FRONT-DE-BOEUF TENTA

ARRANCAR UM RESGATE PESADO DE ISAAC DE YORK, MAS ISAAC SE RECUSA A PAGAR A

MENOS QUE SUA FILHA SEJA LIBERTADA, QUANDO OS SITIANTES ENTREGAM UMA NOTA

PARA ENTREGAR OS CATIVOS, SEUS CAPTORES NORMANDOS EXIGEM UM PADRE PARA

ADMINISTRAR O SACRAMENTO FINAL A CEDRICO; SOBRE O QUE O BOBO DA CORTE DE

CEDRICOWAMBA SE DISFARÇA DE PADRE E TOMA O LUGAR DE CEDRICO, QUE FOGE E TRAZ

INFORMAÇÕES IMPORTANTES AOS SITIANTES SOBRE A FORÇA DA GUARNIÇÃO E SEU

TRAÇADO. OS SITIANTES INVADEM O CASTELO. O CASTELO É INCENDIADO DURANTE O

ATAQUE DE ULRICA, A FILHA DO SENHOR ORIGINAL DO CASTELO, LORD TORQUILSTONE,

COMO VINGANÇA PELA MORTE DE SEU PAI. FRONT-DE-BOEUF É MORTO NO FOGO ENQUANTO

DE BRACY SE RENDE AO CAVALEIRO NEGRO, QUE SE IDENTIFICA COMO REI RICARDO E

LIBERA DE BRACY. BOIS-GUILBERT FOGE COM REBECCA ENQUANTO ISAAC É RESGATADO

PELO ESCRIVÃO DE COPMANHURST. LADY ROWENA É SALVA POR CEDRIC, ENQUANTO

IVANHOE AINDA FERIDO É RESGATADO DO CASTELO EM CHAMAS PELO REI RICARDO. NA

LUTA, ATHELSTANE É FERIDO E DADO COMO MORTO AO TENTAR RESGATAR REBECCA, A

QUEM ELE CONFUNDE COM ROWENA, O JULGAMENTO DE REBECCA E RECONCILIAÇÃO DE

IVANHOE OCORREM, APÓS A BATALHA, LOCKSLEY HOSPEDA O REI RICARDO. A PALAVRA É

TRANSMITIDA POR DE BRACY AO RETORNO DO PRÍNCIPE JOHN DO REI E À QUEDA DE

TORQUILSTONE. NESSE ÍNTERIM, BOIS-GUILBERT CORRE COM SEU PRISIONEIRO PARA O

PRECEPTÓRIO TEMPLÁRIO MAIS PRÓXIMO, ONDE LUCAS DE BEAUMANOIR, O GRÃO-MESTRE

DOS TEMPLÁRIOS , FICA OFENDIDO COM A PAIXÃO DE BOIS-GUILBERT E SUJEITA REBECCA A

UM JULGAMENTO POR BRUXARIA. A PEDIDO SECRETO DE BOIS-GUILBERT, ELA REIVINDICA O

DIREITO A JULGAMENTO POR COMBATE, E BOIS-GUILBERT, QUE ESPERAVA PELA POSIÇÃO,

FICA ARRASADO QUANDO O GRÃO-MESTRE ORDENA QUE ELE LUTE CONTRA O CAMPEÃO DE

REBECCA. REBECCA ENTÃO ESCREVE A SEU PAI PARA PROCURAR UM CAMPEÃO PARA ELA.

CEDRIC ORGANIZA O FUNERAL DE ATHELSTANE EM CONINGSBURGH, NO MEIO DO QUAL O

CAVALEIRO NEGRO CHEGA COM UM COMPANHEIRO. CEDRIC, QUE NÃO TINHA ESTADO

PRESENTE NA FARRA DE LOCKSLEY, É MAL-INTENCIONADO EM RELAÇÃO AO CAVALEIRO AO

DESCOBRIR SUA VERDADEIRA IDENTIDADE; MAS RICHARD ACALMA CEDRICO E O RECONCILIA

COM SEU FILHO. DURANTE ESSA CONVERSA, ATHELSTANE EMERGE - NÃO MORTO, MAS

COLOCADO EM SEU CAIXÃO VIVO POR MONGES DESEJOSOS DO DINHEIRO DO FUNERAL.

APESAR DOS PROTESTOS RENOVADOS DE CEDRIC, ATHELSTANE PROMETE SUA HOMENAGEM

AO REI NORMANDO RICARDO E PEDE A CEDRIC QUE CASE ROWENA COM IVANHOE, COM O

QUAL CEDRIC FINALMENTE CONCORDA, LOGO APÓS ESTA RECONCILIAÇÃO, IVANHOE RECEBE

UMA PALAVRA DE ISAAC IMPLORANDO-LHE PARA LUTAR EM NOME DE REBECCA. IVANHOE,

CAVALGANDO DIA E NOITE, CHEGA A TEMPO DO JULGAMENTO DE COMBATE; ENTRETANTO,

TANTO O CAVALO QUANTO O HOMEM ESTÃO EXAUSTOS, COM POUCAS CHANCES DE VITÓRIA.

OS DOIS CAVALEIROS ATACAM UM AO OUTRO COM LANÇAS, BOIS-GUILBERT APARENTANDO

LEVAR VANTAGEM. NO ENTANTO, BOIS-GUILBERT, UM HOMEM QUE TENTA TER TUDO SEM SE

OFERECER PARA SE CASAR COM REBECCA, MORRE DE CAUSAS NATURAIS NA SELA ANTES

QUE O COMBATE POSSA CONTINUAR, IVANHOE E ROWENA SE CASAM E VIVEM UMA VIDA

LONGA E FELIZ JUNTOS. TEMENDO MAIS PERSEGUIÇÕES, REBECCA E SEU PAI PLANEJAM

TROCAR A INGLATERRA POR GRANADA . ANTES DE PARTIR, REBECCA VAI ATÉ ROWENA LOGO

APÓS O CASAMENTO PARA SE DESPEDIR SOLENEMENTE. O SERVIÇO MILITAR DE IVANHOE

TERMINA COM A MORTE DO REI RICARDO CINCO ANOS DEPOIS.

4

PERSONAGENS

(PERSONAGENS PRINCIPAIS EM NEGRITO)

CEDRIC O SAXÃO, DE ROTHERWOOD

WILFRED DE IVANHOE , SEU FILHO

ROWENA , SUA PUPILA

ATHELSTANE , SEU PARENTE

GURTH , SEU PASTOR DE PORCOS

WAMBA , SEU BOBO

OSWALD, SEU COPEIRO

ELGITHA, A GARÇONETE DE ROWENA

ALBERT MALVOISIN, PRECEPTOR DE TEMPLESTOWE

PHILIP MALVOISIN, SEU IRMÃO

HUBERT, ENGENHEIRO FLORESTAL DE PHILIP

O PRIOR DE AYMER , ABADE DE JORVAULX

AMBROSE, UM MONGE QUE O ATENDIA

BRIAN DE BOIS-GUILBERT , UM TEMPLÁRIO

BALDWIN, SEU ESCUDEIRO

ISAAC DE YORK, UM AGIOTA

REBECCA , FILHA DELE

NATHAN, UM RABINO E MÉDICO

REI RICARDO ('O CAVALEIRO NEGRO')

PRÍNCIPE JOHN , SEU IRMÃO

LOCKSLEY , ALIÁS ROBIN HOOD , UM FORA DA LEI

REGINALD FRONT-DE-BŒUF

MAURICE DE BRACY , UM COMPANHEIRO GRÁTIS (MERCENÁRIO)

WALDEMAR FITZURSE, CONSELHEIRO DO PRÍNCIPE JOHN - UM FILHO FICTÍCIO DE REGINALD

FITZURSE , UM ASSASSINO DO ARCEBISPO BECKET. [5]

HUGH DE GRANTMESNIL

RALPH DE VIPONT, UM HOSPITALEIRO

FRIAR TUCK , DE COPMANHURST

ULRICA , DE TORQUILSTONE, ALIÁS URFRIED

LUCAS DE BEAUMANOIR , GRÃO-MESTRE DOS TEMPLÁRIOS

CONRADE MOUNTFITCHET, SEU CAVALEIRO ASSISTENTE

HIGG, UM CAMPONÊS

5

KIRJATH JAIRAM DE LEICESTER, UM JUDEU RICO

ALAN-A-DALE , UM MENESTREL

RESUMO DO CAPÍTULO

EPÍSTOLA DEDICATÓRIA: UMA CARTA IMAGINÁRIA AO REV. DR. DRYASDUST DE LAURENCE

TEMPLETON, QUE ENCONTROU OS MATERIAIS PARA O SEGUINTE CONTO PRINCIPALMENTE

NO MANUSCRITO ANGLO-NORMAN WARDOUR. ELE DESEJA FORNECER UMA CONTRAPARTIDA

INGLESA AOS ROMANCES DE WAVERLEY ANTERIORES, APESAR DAS VÁRIAS DIFICULDADES

DECORRENTES DO CENÁRIO CRONOLOGICAMENTE REMOTO TORNADO NECESSÁRIO PELO

PROGRESSO ANTERIOR DA CIVILIZAÇÃO AO SUL DA FRONTEIRA.

VOLUME ONE

CH. 1: ESBOÇO HISTÓRICO. GURTH, O PASTOR DE PORCOS, E WAMBA, O BOBO DA CORTE

DISCUTEM A VIDA SOB O DOMÍNIO NORMANDO.

CH. 2: WAMBA E GURTH INTENCIONALMENTE DESENCAMINHAM UM GRUPO DE CAVALEIROS

CHEFIADOS PELO PRIOR AYMER E BRIAN DE BOIS-GUILBERT PROCURANDO ABRIGO EM

CEDRIC'S ROTHERWOOD. AYMER E BOIS-GUILBERT DISCUTEM A BELEZA DA PUPILA DE

CEDRIC, ROWENA, E SÃO REDIRECIONADOS, DESTA VEZ CORRETAMENTE, POR UM PALMER

[IVANHOE DISFARÇADO].

CH. 3: CEDRIC ESPERA ANSIOSAMENTE O RETORNO DE GURTH E OS PORCOS. AYMER E BOISGUILBERT CHEGAM.

CH. 4: BOIS-GUILBERT ADMIRA ROWENA QUANDO ELA ENTRA PARA O BANQUETE NOTURNO.

CH. 5: DURANTE A FESTA: ISAAC ENTRA E É AMIGO DO PEREGRINO; CEDRIC LAMENTA A

DECADÊNCIA DA LÍNGUA SAXÔNICA; O PALMER REFUTA A AFIRMAÇÃO DE BOIS-GUILBERT DA

SUPREMACIA DOS TEMPLÁRIOS COM UM RELATO DE UM TORNEIO NA PALESTINA, ONDE

IVANHOE O DERROTOU; O PALMER E ROWENA PROMETEM UM JOGO DE VOLTA; E ISAAC FICA

PASMO COM A NEGAÇÃO DE BOIS-GUILBERT DE SUA AFIRMAÇÃO DE POBREZA.

CH. 6: NO DIA SEGUINTE, O PALMER DIZ A ROWENA QUE IVANHOE LOGO ESTARÁ EM CASA.

ELE SE OFERECE PARA PROTEGER ISAAC DE BOIS-GUILBERT, A QUEM ELE OUVIU DANDO

INSTRUÇÕES PARA SUA CAPTURA. NA ESTRADA PARA SHEFFIELD, ISAAC MENCIONA UMA

FONTE DE CAVALO E ARMADURA DA QUAL ELE ACHA QUE O PEREGRINO PRECISA.

CH. 7: ENQUANTO O PÚBLICO PARA UM TORNEIO EM ASHBY SE REÚNE, O PRÍNCIPE JOHN SE

DIVERTE TIRANDO SARRO DE ATHELSTANE E ISAAC.

CH. 8: APÓS UMA SÉRIE DE DERROTAS SAXÔNICAS NO TORNEIO, O 'CAVALEIRO

DESINHERITADO' [IVANHOE] TRIUNFA SOBRE BOIS-GUILBERT E OS OUTROS DESAFIADORES

NORMAN.

6

CH. 9: O CAVALEIRO DESERDADO NOMEIA ROWENA COMO RAINHA DO TORNEIO.

CH. 10: O CAVALEIRO DESERDADO SE RECUSA A RESGATAR A ARMADURA DE BOIS-GUILBERT,

DECLARANDO QUE SEU NEGÓCIO NÃO FOI CONCLUÍDO. ELE INSTRUI SEU ASSISTENTE, GURTH

DISFARÇADO, A LEVAR DINHEIRO A ISAAC PARA RETRIBUÍ-LO POR PROVIDENCIAR O

FORNECIMENTO DE SEU CAVALO E ARMADURA. GURTH FAZ ISSO, MAS REBECCA

SECRETAMENTE DEVOLVE O DINHEIRO.

CH. 11: GURTH É ATACADO POR UM BANDO DE BANDIDOS, MAS ELES O POUPAM AO OUVIR

SUA HISTÓRIA E DEPOIS QUE ELE DERROTOU UM DELES, UM MOLEIRO, NAS ADUELAS.

CH. 12: TRIUNFO DO PARTIDO DO CAVALEIRO DESERDADO NO TORNEIO, COM A AJUDA DE UM

CAVALEIRO DE PRETO [RICHARD DISFARÇADO]; ELE É REVELADO COMO IVANHOE E DESMAIA

COMO RESULTADO DOS FERIMENTOS QUE SOFREU.

CH. 13: JOHN ENCORAJA DE BRACY A CORTEJAR ROWENA E RECEBE UM AVISO DA FRANÇA

DE QUE RICHARD ESCAPOU. LOCKSLEY [ROBIN HOOD] TRIUNFA EM UMA COMPETIÇÃO DE

ARCO E FLECHA.

CH. 14: NO BANQUETE DO TORNEIO, CEDRIC CONTINUA A REPUDIAR SEU FILHO (QUE TEM SE

ASSOCIADO COM OS NORMANDOS), MAS BEBE PARA A SAÚDE DE RICHARD, AO INVÉS DE

JOHN, COMO O MAIS NOBRE DAQUELA RAÇA.

VOLUME DOIS

CH. 1 (15): DE BRACY (DISFARÇADO DE GUARDA FLORESTAL) CONTA A FITZURSE SOBRE SEU

PLANO DE CAPTURAR ROWENA E ENTÃO 'RESGATÁ-LA' EM SUA PRÓPRIA PESSOA.

CH. 2 (16): O CAVALEIRO NEGRO É RECEBIDO POR UM EREMITA [FRIAR TUCK] EM

COPMANHURST.

CH. 3 (17): O CAVALEIRO NEGRO E O EREMITA TROCAM CANÇÕES.

CH. 4 (18): (RETROSPECTO: ANTES DE IR PARA O BANQUETE, CEDRIC SOUBE QUE IVANHOE

HAVIA SIDO REMOVIDO POR CUIDADORES DESCONHECIDOS; GURTH FOI RECONHECIDO E

CAPTURADO PELO COPEIRO DE CEDRIC, OSWALD.) CEDRIC DESCOBRE QUE ATHELSTANE NÃO

RESPONDE ÀS SUAS TENTATIVAS DE INTERESSÁ-LO POR ROWENA, QUE É ELA MESMA APENAS

ATRAÍDA POR IVANHOE.

CH. 5 (19): ROWENA CONVENCE CEDRIC A ESCOLTAR ISAAC E REBECCA, QUE FORAM

ABANDONADOS (JUNTO COM UM HOMEM DOENTE [IVANHOE] SOB SEUS CUIDADOS) POR SEUS

PROTETORES CONTRATADOS. WAMBA AJUDA GURTH A ESCAPAR NOVAMENTE. DE BRACY

MONTA SEU ATAQUE, DURANTE O QUAL WAMBA ESCAPA. ELE SE ENCONTRA COM GURTH E

7

ELES ENCONTRAM LOCKSLEY QUE, APÓS INVESTIGAÇÃO, DESACONSELHA UM CONTRAATAQUE, POIS OS CATIVOS NÃO CORREM PERIGO IMEDIATO.

CH. 6 (20): LOCKSLEY ENVIA DOIS DE SEUS HOMENS PARA VIGIAR DE BRACY. EM

COPMANHURST, ELE CONHECE O CAVALEIRO NEGRO, QUE CONCORDA EM SE JUNTAR AO

RESGATE.

CH. 7 (21): DE BRACY DIZ A BOIS-GUILBERT QUE DECIDIU ABANDONAR SEU PLANO DE

'RESGATE', DESCONFIANDO DE SEU COMPANHEIRO, EMBORA O TEMPLÁRIO DIGA QUE É

REBECCA QUE ELE ESTÁ INTERESSADO. NA CHEGADA AO CASTELO DE TORQUILSTONE,

CEDRIC LAMENTA SEU DECLÍNIO.

CH. 8 (22): SOB AMEAÇA DE TORTURA, ISAAC CONCORDA EM PAGAR AO FRONT-DE-BOEUF MIL

LIBRAS, MAS APENAS SE REBECCA FOR LIBERTADA.

CH. 9 (23): DE BRACY USA O PERIGO DE IVANHOE DE FRONT-DE-BŒUF PARA COLOCAR

PRESSÃO SOBRE ROWENA, MAS ELE FICA COMOVIDO POR SUA AFLIÇÃO RESULTANTE. O

NARRADOR REMETE O LEITOR A EXEMPLOS HISTÓRICOS DA OPRESSÃO BARONIAL NA

INGLATERRA MEDIEVAL.

CH. 10 (24): UMA BRUXA URFRIED [ULRICA] AVISA REBECCA DE SEU FUTURO DESTINO.

REBECCA IMPRESSIONA BOIS-GUILBERT POR SUA RESISTÊNCIA AOS AVANÇOS DELE.

CH. 11 (25): FRONT-DE-BŒUF REJEITA UM DESAFIO POR ESCRITO DE GURTH E WAMBA.

WAMBA SE OFERECE PARA ESPIAR O CASTELO SE PASSANDO POR CONFESSOR.

CH. 12 (26): ENTRANDO NO CASTELO, WAMBA TROCA DE ROUPA COM CEDRIC QUE ENCONTRA

REBECCA E URFRIED.

CH. 13 (27): URFRIED RECONHECE CEDRIC COMO UM SAXÃO E, REVELANDO-SE COMO ULRICA,

CONTA SUA HISTÓRIA QUE ENVOLVE FRONT-DE-BŒUF ASSASSINANDO SEU PAI, QUE MATOU

SEU PAI E SETE IRMÃOS AO TOMAR O CASTELO, E SE TORNOU SEU DETESTÁVEL AMANTE.

ELA DIZ QUE DARÁ UM SINAL QUANDO CHEGAR A HORA DE INVADIR O CASTELO. FRONT-DEBOEUF ENVIA AO SUPOSTO FRADE UMA MENSAGEM PARA CONVOCAR REFORÇOS.

ATHELSTANE O DESAFIA, ALEGANDO QUE ROWENA É SUA NOIVA. O MONGE AMBROSE CHEGA

PROCURANDO AJUDA PARA AYMER, QUE FOI CAPTURADO PELOS HOMENS DE LOCKSLEY.

CH. 14 (28): (CAPÍTULO RETROSPECTIVO DETALHANDO O CUIDADO DE REBECCA POR IVANHOE

DESDE O TORNEIO ATÉ O ATAQUE A TORQUILSTONE.)

CH. 15 (29): REBECCA DESCREVE O ATAQUE A TORQUILSTONE AO FERIDO IVANHOE,

DISCORDANDO DE SUA VISÃO EXALTADA DE CAVALHEIRISMO.

8

CH. 16 (30): FRONT-DE-BŒUF SENDO MORTALMENTE FERIDO, BOIS-GUILBERT E DE BRACY

DISCUTEM A MELHOR FORMA DE REPELIR OS SITIANTES. ULRICA ATEIA FOGO AO CASTELO E

EXULTA SOBRE FRONT-DE-BŒUF, QUE PERECE NAS CHAMAS.

VOLUME TRÊS

CH. 1 (31): (O CAPÍTULO ABRE COM UM RELATO RETROSPECTIVO DOS PLANOS DOS

ATACANTES E DA TOMADA DA BARBACÃ.) O CAVALEIRO NEGRO DERROTA DE BRACY,

TORNANDO-SE CONHECIDO POR ELE COMO RICHARD, E RESGATA IVANHOE. BOIS-GUILBERT

RESGATA REBECCA, DERRUBANDO ATHELSTANE, QUE PENSA QUE ELA É ROWENA. ULRICA

MORRE NAS CHAMAS DEPOIS DE CANTAR UM HINO PAGÃO SELVAGEM.

CH. 2 (32): LOCKSLEY SUPERVISIONA A DIVISÃO ORDENADA DO DESPOJO. FRIAR TUCK TRAZ

ISAAC, A QUEM ELE FEZ CATIVO, E SE ENVOLVE EM UMA SURRA BEM-HUMORADA COM O

CAVALEIRO NEGRO.

CH. 3 (33): LOCKSLEY ACERTA OS TERMOS DE RESGATE DE ISAAC E AYMER.

CH. 4 (34): DE BRACY INFORMA JOHN QUE RICHARD ESTÁ NA INGLATERRA. JUNTO COM

FITZURSE, ELE AMEAÇA ABANDONAR JOHN, MAS O PRÍNCIPE RESPONDE ASTUTAMENTE.

CH. 5 (35): EM YORK, NATHAN FICA HORRORIZADO COM A DETERMINAÇÃO DE ISAAC DE

PROCURAR REBECCA EM TEMPLESTOWE. NO CONVENTO, O GRÃO-MESTRE BEAUMANOIR DIZ A

CONRADE MOUNTFITCHET QUE PRETENDE SER SEVERO COM AS IRREGULARIDADES DOS

TEMPLÁRIOS. CHEGANDO, ISAAC MOSTRA A ELE UMA CARTA DE AYMER PARA BOIS-GUILBERT

REFERINDO-SE A REBECCA A QUEM BEAUMANOIR CONSIDERA UMA BRUXA.

CH. 6 (36): BEAUMANOIR CONTA AO PRECEPTOR ALBERT MALVOISIN SUA INDIGNAÇÃO COM A

PRESENÇA DE REBECCA NO PRECEPTOR. ALBERT INSISTE COM BOIS-GUILBERT QUE SEU

JULGAMENTO POR FEITIÇARIA DEVE PROSSEGUIR. MOUNTFICHET DIZ QUE BUSCARÁ

EVIDÊNCIAS CONTRA ELA.

CH. 7 (37): REBECCA É JULGADA E CONSIDERADA CULPADA. POR CAUSA DO SEGREDO DE

BOIS-GUILBERT, ELA EXIGE QUE UM CAMPEÃO A DEFENDA EM UM JULGAMENTO DE

COMBATE.

CH. 8 (38): A DEMANDA DE REBECCA É ACEITA, BOIS-GUILBERT SENDO NOMEADO CAMPEÃO

PARA A ACUSAÇÃO. LEVANDO UMA MENSAGEM PARA SEU PAI, O CAMPONÊS HIGG ENCONTRA

ELE E NATHAN EM SEU CAMINHO PARA O PRECEPTÓRIO, E ISAAC SAI EM BUSCA DE IVANHOE.

CH. 9 (39): REBECCA REJEITA A OFERTA DE BOIS-GUILBERT DE NÃO COMPARECER AO

COMBATE EM TROCA DE SEU AMOR. ALBERT O CONVENCE DE QUE É DO SEU INTERESSE

COMPARECER.

9

CH. 10 (40): O CAVALEIRO NEGRO DEIXA IVANHOE PARA VIAJAR PARA O CASTELO DE

CONINGSBURGH PARA O FUNERAL DE ATHELSTANE, E IVANHOE O SEGUE NO DIA SEGUINTE.

O CAVALEIRO NEGRO É RESGATADO POR LOCKSLEY DE UM ATAQUE REALIZADO POR

FITZURSE SOB AS ORDENS DE JOHN, E REVELA SUA IDENTIDADE COMO RICHARD PARA SEUS

COMPANHEIROS, LEVANDO LOCKSLEY A SE IDENTIFICAR COMO ROBIN HOOD.

CH. 11 (41): RICHARD FALA COM IVANHOE E JANTA COM OS BANDIDOS ANTES DE ROBIN

ARRANJAR UM ALARME FALSO PARA PÔR FIM AO ATRASO. A FESTA CHEGA A

CONINGSBURGH.

CH. 12 (42): RICHARD OBTÉM O PERDÃO DE IVANHOE DE SEU PAI. ATHELSTANE APARECE,

NÃO MORTO, DANDO SUA LEALDADE A RICHARD E ENTREGANDO ROWENA A IVANHOE.

CH. 13 (43): IVANHOE APARECE COMO O CAMPEÃO DE REBECCA, E QUANDO ELES ATACAM

BOIS-GUILBERT MORRE VÍTIMA DE SUAS PAIXÕES CONFLITANTES.

CH. 14 (44): BEAUMANOIR E SEUS TEMPLÁRIOS DEIXAM RICHARD DESAFIADORAMENTE.

CEDRIC CONCORDA COM O CASAMENTO DE IVANHOE E ROWENA. REBECCA SE DESPEDE DE

ROWENA ANTES DE SEU PAI E ELA DEIXA A INGLATERRA PARA FAZER UMA NOVA VIDA SOB O

TOLERANTE REI DE GRANADA ...

OU CAMELOT, OU CAMALOTE, CAMAALOT, CAMALOT, CHAMALOT, CAMEHELOT (ÀS VEZES

LIDO COMO CAMCHILOT), CAMAALOTH, CAAMALOT, CAMAHALOTH, CAMAELOT, KAMAALOT,

KAMAALOTH, KAAMALOT, KAMAHALOTH, KAMELOTH, KAMAELOT, KAMELOT, KAAMELOT,

CAMELOTHE, GAMALAOT, CAMULODUNUM, O ERUDITO ARTHURIANO ERNST BRUGGER

SUGERIU QUE ERA UMA CORRUPÇÃO DO LOCAL DA BATALHA FINAL DE ARTHUR, O BATALHA

DE CAMLANN, NA TRADIÇÃO GALESA, ROGER SHERMAN LOOMIS ACREDITAVA QUE ERA

DERIVADO DE CAVALON, UM NOME DE LUGAR QUE ELE SUGERIU SER UMA CORRUPÇÃO DE

AVALON (SOB A INFLUÊNCIA DO NOME DE LUGAR BRETÃO CAVALLON) ELE AINDA SUGERIU

QUE CAVALON SE TORNOU A CAPITAL DE ARTHUR DEVIDO À CONFUSÃO COM A OUTRA CORTE

TRADICIONAL DE ARTHUR EM CAERLEON (CAER LLEON EM GALÊS) OUTRA DERIVAÇÃO É DA

IDADE DO FERRO BRITÂNICA E ROMANO-BRITÂNICO COLOCA-SE O NOME CAMULODUNUM,

UMA DAS PRIMEIRAS CAPITAIS DE GRÃ-BRETANHA ROMANA E QUE TERIA SIGNIFICADO EM

CULTURA ROMANO-BRITÂNICA. DE FATO, JOHN MORRIS, O HISTORIADOR INGLÊS QUE SE

ESPECIALIZOU NO ESTUDO DAS INSTITUIÇÕES DO IMPÉRIO ROMANO E A HISTÓRIA DE

BRETANHA SUB-ROMANA, SUGERIDO EM SEU LIVRO A IDADE DE ARTHUR QUE COMO OS

DESCENDENTES DOS BRETÕES ROMANIZADOS OLHARAM PARA TRÁS, PARA UMA IDADE DE

OURO DE PAZ E PROSPERIDADE SOB ROMA, O NOME "CAMELOT" DA LENDA ARTURIANA PODE

TER SE REFERIDO À CAPITAL DE BRITANNIA (CAMULODUNUM) NA ÉPOCA ROMANA. NÃO ESTÁ

CLARO, NO ENTANTO, ONDE CHRÉTIEN DE TROYES TERIA ENCONTRADO O NOME

CAMULODUNUM, OU POR QUE ELE O INTERPRETARIA COMO CAMAALOT, APESAR URBAN T.

HOLMES ARGUMENTOU EM 1929 QUE CHRÉTIEN TEVE ACESSO AO LIVRO 2 DE PLINY'S

HISTÓRIA NATURAL, ONDE É PROCESSADO COMO CAMALODUNO.[4] DADA A CONHECIDA

TENDÊNCIA DE CHRÉTIEN DE CRIAR NOVAS HISTÓRIAS E PERSONAGENS, SENDO O PRIMEIRO

A MENCIONAR O HERÓI LANCELOT CASO DE AMOR COM A QUEEN GUINEVERE POR EXEMPLO,

É UMA CIDADE E CASTELO LENDÁRIO, SEDE DA CORTE DO REI ARTHUR NAS HISTÓRIAS

MEDIEVAIS ASSOCIADAS AO CICLO ARTURIANO DA MATÉRIA DA BRITÂNIA, AS HISTÓRIAS

MAIS ANTIGAS SOBRE AS LENDAS ARTURIANAS NÃO MENCIONAM CAMELOT, SITUANDO A

CORTE DO REI ARTUR EM LUGARES COMO CAERLEON, NO ATUAL PAÍS DE GALES. O PRIMEIRO

10

LIVRO QUE MENCIONA CAMELOT, E AINDA ASSIM DE MANEIRA FUGAZ, É LANCELOTE, O

CAVALEIRO DA CARRETA, ESCRITO ENTRE 1177 E 1181 PELO POETA FRANCÊS CHRÉTIEN DE

TROYES.[1] JÁ NO CICLO DO LANCELOTE-GRAAL (OU VULGATA), ESCRITO NO SÉCULO XIII,

CAMELOT PASSOU A SER A PRINCIPAL CIDADE DO REINO ARTURIANO, PASSANDO A SER

CARACTERIZADA ASSIM EM MUITO TEXTOS MEDIEVAIS POSTERIORES. THOMAS MALORY, EM

SUA A MORTE DE ARTUR, TAMBÉM SITUOU ALI A PRINCIPAL CIDADE DO REINO DO REI, A

CORTE DE ARTHUR EM CAMELOT É MENCIONADA PELA PRIMEIRA VEZ NO POEMA DE

CHRÉTIEN LANCELOT, O CAVALEIRO DA CARROÇA, DATANDO DA DÉCADA DE 1170, EMBORA

NÃO APAREÇA EM TODOS OS MANUSCRITOS. NO MANUSCRITO C (PARIS, BIBLIOTHÈQUE

NATIONALE DE FRANCE, FONDS FRANÇAIS 794, FÓLIO 27R), QUE PODE DE FATO CONTER A

LEITURA ADEQUADA DO TEXTO ORIGINAL DE CHRETIEN,[6] EM VEZ DO NOME DO LUGAR,

ENCONTRAMOS O FRANCÊS ANTIGO FRASE CON LUI PLOT, SIGNIFICANDO "COMO QUISESSE".

OS OUTROS MANUSCRITOS SOLETRAM O NOME DE VÁRIAS MANEIRAS, COMO CHAMALOT (MS

A, F. F. 196R), CAMEHELOT (MS E, F. 1R), CHAMAALOT (MS G, F. 34F), E CAMALOT [MS T, F.

41V]; O NOME ESTÁ FALTANDO, JUNTO COM O RESTO DA PASSAGEM QUE O CONTÉM, EM MS V

[VATICANO, BIBLIOTECA VATICANA, REGINA 1725]).[5][7] NO CONTO, O TRIBUNAL É

MENCIONADO APENAS DE PASSAGEM E NÃO É DESCRITO:

A UN JOR D'UNE ACENSSION / FU VENUZ DE VERS CARLION / LI ROIS ARTUS ET TENU OT /

CORT MOLT RICHE A CAMAALOT, / SI RICHE COM AU JOR ESTUT, O REI ARTHUR, EM UM DIA

DA ASCENSÃO, HAVIA DEIXADO CAERLEON E REALIZADO UMA CORTE MAGNÍFICA EM

CAMELOT, COM TODO O ESPLENDOR APROPRIADO PARA O DIA, NADA NO POEMA DE CHRÉTIEN

SUGERE O NÍVEL DE IMPORTÂNCIA QUE CAMELOT TERIA EM ROMANCES POSTERIORES. PARA

CHRÉTIEN, O TRIBUNAL PRINCIPAL DE ARTHUR ESTAVA EM CAERLEON DENTRO GALES; ESTA

ERA A BASE PRINCIPAL DO REI EM GEOFFREY DE MONMOUTHDE HISTORIA REGUM

BRITANNIAE E LITERATURA SUBSEQUENTE, CHRÉTIEN RETRATA ARTUR, COMO UM MONARCA

MEDIEVAL TÍPICO, MANTENDO SUA CORTE EM VÁRIAS CIDADES E CASTELOS,HÁ REGISTROS

DE GUINEVERE EM CAMELOT EM UM AFRESCO DO SÉCULO 14 EM TORRE SIEDLĘCIN E DE

RAIMUND VON WICHERA GUINEVERE E A CORTE EM CAMELOT (1900) NÃO FOI ATÉ OS

ROMANCES EM PROSA FRANCESA DO SÉCULO 13, INCLUINDO O VULGATE E PÓS-VULGATA

CICLOS, QUE CAMELOT COMEÇOU A SUBSTITUIR CAERLEON, E MESMO ENTÃO, MUITOS

DETALHES DESCRITIVOS APLICADOS A CAMELOT DERIVAM DA GRANDE REPRESENTAÇÃO

ANTERIOR DE GEOFFREY DA CIDADE GALESA.[5] A MAIORIA DOS ROMANCES ARTURIANOS

DESSE PERÍODO, PRODUZIDOS EM INGLÊS OU GALÊS, NÃO SEGUIA ESSA TENDÊNCIA;

CAMELOT ERA MENCIONADO COM POUCA FREQUÊNCIA, E GERALMENTE EM TRADUÇÕES DO

FRANCÊS. UMA EXCEÇÃO É SIR GAWAIN E O CAVALEIRO VERDE, QUE LOCALIZA A CORTE DE

ARTHUR EM "CAMELOT"; NO ENTANTO, NA GRÃ-BRETANHA, A CORTE DE ARTHUR ERA

GERALMENTE LOCALIZADA EM CAERLEON, OU CARLISLE, QUE GERALMENTE É IDENTIFICADO

COM O "CARDUEL" DOS ROMANCES FRANCESES, HÁ O GRANDE SALÃO DE CAMELOT, UMA

CENA PINTADA POR HAWES CRAVEN (1895) E UM TORNEIO DE JUSTAS EM CAMELOT, UM

IDÍLIOS DO REI ILUSTRAÇÃO DE GEORGE E LOUIS RHEAD (1898) O LANCELOT-GRAAL CICLO E

OS TEXTOS QUE INFLUENCIOU RETRATAM A CIDADE DE CAMELOT AO LONGO DE UM RIO, A

JUSANTE DE ASTOLAT. É CERCADA POR PLANÍCIES E FLORESTAS, E SUA MAGNÍFICA

CATEDRAL, SANTO ESTÊVÃO, ORIGINALMENTE ESTABELECIDO POR JOSEFO, FILHO DE JOSÉ

DE ARIMATÉIA, É O CENTRO RELIGIOSO DE ARTHUR'S CAVALEIROS DA TÁVOLA REDONDA. LÁ,

ARTHUR E GUINEVERE SÃO CASADOS E LÁ ESTÃO OS TÚMULOS DE MUITOS REIS E

CAVALEIROS. EM UM PODEROSO CASTELO ESTÁ O MESA REDONDA, CRIADO POR MERLIN E

UTHER PENDRAGON; É AQUI QUE GALAHAD CONQUISTA O CERCO PERIGOSO, E ONDE OS

CAVALEIROS TÊM UMA VISÃO DO CÁLICE SAGRADO E JURE ENCONTRAR. JUSTAS SÃO

FREQUENTEMENTE REALIZADAS EM UM PRADO FORA DA CIDADE, SUA GEOGRAFIA IMPRECISA

SERVE BEM AOS ROMANCES, JÁ QUE CAMELOT SE TORNA MENOS UM LUGAR LITERAL DO QUE

UM SÍMBOLO PODEROSO DA CORTE E DO UNIVERSO DE ARTHUR.[5] HÁ TAMBÉM UM

KAMAALOT CARACTERIZADO COMO A CASA DE PERCIVALA MÃE NO ROMANCE

PERLESVAUS.[13] DENTRO PALAMEDES E ALGUMAS OUTRAS OBRAS, INCLUINDO O CICLO DA

PÓS-VULGATA, A CAMELOT DO REI ARTHUR É EVENTUALMENTE ARRASADA PELO TRAIÇOEIRO

REI MARCA DA CORNUALHA (QUE O HAVIA SITIADO ANTERIORMENTE) EM SUA INVASÃO DE

11

LOGRES APÓS A BATALHA DE CAMLANN, NO TAVOLA RITONDA, CAMELOT CAI EM RUÍNAS

APÓS A MORTE DE ARTHUR, A PARTIR DA GRANDE DESCRIÇÃO DE CAERLEON FEITA POR

GEOFFREY, CAMELOT GANHA SUA ARQUITETURA IMPRESSIONANTE, SUAS MUITAS IGREJAS E

O CAVALARIA E CORTESIA DE SEUS HABITANTES.[5] A DESCRIÇÃO DE GEOFFREY, POR SUA

VEZ, BASEOU-SE EM UMA TRADIÇÃO JÁ ESTABELECIDA NA TRADIÇÃO ORAL GALESA DA

GRANDEZA DA CORTE DE ARTUR. O CONTO CULHWUCH E OLWEN, ASSOCIADO COM O

MABINOGION E TALVEZ ESCRITO PELA PRIMEIRA VEZ NO SÉCULO 11, DESENHA UM QUADRO

DRAMÁTICO DO SALÃO DE ARTHUR E SEUS MUITOS GUERREIROS PODEROSOS QUE PARTEM

DE LÁ EM GRANDES AVENTURAS, COLOCANDO-O EM CELLIWIG, UM LOCAL INCERTO EM

CORNUALHA,EMBORA O TRIBUNAL DE CELLIWIG SEJA O MAIS PROEMINENTE NOS

MANUSCRITOS GALESES REMANESCENTES, AS VÁRIAS VERSÕES DO TRÍADES GALESAS

CONCORDAM EM DAR A ARTHUR VÁRIOS TRIBUNAIS, UM EM CADA UMA DAS ÁREAS

HABITADAS PELO BRETÕES CELTAS: CORNUALHA, PAÍS DE GALES E O HEN OGLEDD. ISSO

TALVEZ REFLITA A INFLUÊNCIA DE TRADIÇÕES ORAIS DIFUNDIDAS COMUNS NO SÉCULO 9,

QUE SÃO REGISTRADAS EM VÁRIOS NOMES DE LUGARES E CARACTERÍSTICAS, COMO

ARTHUR'S SEAT, INDICANDO QUE ARTHUR ERA UM HERÓI CONHECIDO E ASSOCIADO A

MUITOS LOCAIS EM BRITÂNICO ÁREAS DA GRÃ-BRETANHA, BEM COMO BRETANHA. MESMO

NESTE ESTÁGIO, ARTHUR NÃO PODERIA ESTAR VINCULADO A UM LOCAL, MUITOS OUTROS

LUGARES ESTÃO LISTADOS COMO LOCAIS ONDE ARTHUR EXERCE CORTE NOS ROMANCES

POSTERIORES, CARLISLE E LONDRES TALVEZ SENDO O MAIS PROEMINENTE, NO SÉCULO 15, O

ESCRITOR INGLÊS THOMAS MALORY CRIOU A IMAGEM DE CAMELOT MAIS FAMILIAR HOJE EM

SEU LE MORTE D'ARTHUR, UMA OBRA BASEADA PRINCIPALMENTE NOS ROMANCES

FRANCESES. ELE IDENTIFICA CAMELOT COM FIRMEZA COM WINCHESTER NA INGLATERRA,

UMA IDENTIFICAÇÃO QUE PERMANECEU POPULAR AO LONGO DOS SÉCULOS, EMBORA TENHA

SIDO REJEITADA PELO PRÓPRIO EDITOR DE MALORY, WILLIAM CAXTON, QUE PREFERIU UMA

LOCALIZAÇÃO GALESA, HÁ UM CASTELO DE WINCHESTER E UM GRANDE SALÃO COM UM

ADEREÇO DO SÉCULO 13 E UMA MESA REDONDA, ERUDITO ARTURIANO NORRIS J. LACY

COMENTOU QUE "CAMELOT, LOCALIZADA EM NENHUM LUGAR EM PARTICULAR, PODE ESTAR

EM QUALQUER LUGAR."[5] AS VERSÕES DE CAMELOT DOS ROMANCISTAS BASEIAM-SE NAS

TRADIÇÕES ANTERIORES DA FABULOSA CORTE DE ARTHUR. O CELLIWIG DE CULHWUCH E

OLWEN APARECE NAS TRÍADES GALESAS TAMBÉM; ESTE MATERIAL GALÊS ANTIGO COLOCA O

MAIOR LÍDER DO PAÍS DE GALES FORA DE SUAS FRONTEIRAS NACIONAIS. A DESCRIÇÃO DE

CAERLEON POR GEOFFREY É PROVAVELMENTE BASEADA EM SUA FAMILIARIDADE PESSOAL

COM A CIDADE E SUAS RUÍNAS ROMANAS; É MENOS CLARO QUE CAERLEON ESTAVA

ASSOCIADO A ARTHUR ANTES DE GEOFFREY. VÁRIOS ROMANCES FRANCESES (PERLESVAUS,

O DIDOT PERCEVAL ATRIBUÍDO A ROBERT DE BORON, E ATÉ MESMO OS PRIMEIROS

ROMANCES DE CHRÉTIEN, COMO EREC E ENIDE E YVAIN, O CAVALEIRO DO LEÃO) FAÇA

ARTHUR REALIZAR UMA CORTE EM "CARDUEL IN WALES", UMA CIDADE DO NORTE BASEADA

NO VERDADEIRO CARLISLE. A IDENTIFICAÇÃO DE MALORY DE CAMELOT COMO WINCHESTER

FOI PROVAVELMENTE PARCIALMENTE INSPIRADA PELA HISTÓRIA DA ÚLTIMA CIDADE: ELA

HAVIA SIDO A CAPITAL DE WESSEX SOB ALFRED O GRANDE, E GABAVA-SE DE WINCHESTER

ROUND TABLE, UM ARTEFATO CONSTRUÍDO NO SÉCULO 13, MAS AMPLAMENTE CONSIDERADO

COMO O ORIGINAL NA ÉPOCA DE MALORY. CAXTON REJEITOU A ASSOCIAÇÃO, DIZENDO QUE

CAMELOT ESTAVA NO PAÍS DE GALES E QUE SUAS RUÍNAS AINDA PODIAM SER VISTAS; ESTA

É UMA PROVÁVEL REFERÊNCIA ÀS RUÍNAS ROMANAS EM CAERWENT, EM 1542, JOHN LELAND

RELATOU OS MORADORES AO REDOR CASTELO CADBURY, ANTERIORMENTE CONHECIDO

COMO CAMALET,[16] DENTRO SOMERSET CONSIDEROU-O O CAMELOT ORIGINAL. ESTA

TEORIA, QUE FOI REPETIDA POR ANTIQUÁRIOS POSTERIORES, É REFORÇADA, OU PODE TER

DERIVADO DA PROXIMIDADE DE CADBURY COM O RIVER CAM E AS ALDEIAS DE RAINHA

CAMELO E CAMELO OCIDENTAL, E PERMANECEU POPULAR O SUFICIENTE PARA AJUDAR A

INSPIRAR UMA ESCAVAÇÃO ARQUEOLÓGICA EM GRANDE ESCALA NO SÉCULO XX.[14] ESSAS

ESCAVAÇÕES, LIDERADAS POR ARQUEÓLOGO LESLIE ALCOCK DE 1966 A 1970, FORAM

INTITULADOS "CADBURY-CAMELOT" E GANHARAM MUITA ATENÇÃO DA MÍDIA.[14] A

ESCAVAÇÃO REVELOU QUE O LOCAL PARECE TER SIDO OCUPADO JÁ NO 4º MILÊNIO AC E TER

SIDO REFORTIFICADO E OCUPADO POR UM IMPORTANTE GOVERNANTE BRITÂNICO E SEU

BANDO DE GUERRA DE C. 470. ESTE INÍCIO MEDIEVAL LIQUIDAÇÃO CONTINUOU ATÉ CERCA DE

580.[17] AS OBRAS FORAM DE LONGE A MAIOR FORTIFICAÇÃO CONHECIDA DO PERÍODO, O

12

DOBRO DO TAMANHO DA CAERS E COM ARTEFATOS MEDITERRÂNEOS QUE REPRESENTAM

AMPLO COMÉRCIO[18][19][20] E SAXÃO AQUELES MOSTRANDO POSSÍVEL CONQUISTA.[14] O

USO DO NOME CAMELOT E O SUPORTE DE GEOFFREY ASHE AJUDOU A GARANTIR MUITA

PUBLICIDADE PARA AS DESCOBERTAS, MAS O PRÓPRIO ALCOCK MAIS TARDE FICOU

CONSTRANGIDO COM A SUPOSTA CONEXÃO ARTURIANA COM O SITE. SEGUINDO OS

ARGUMENTOS DE DAVID DUMVILLE, ALCOCK SENTIU QUE O LOCAL ERA TARDE E INCERTO

DEMAIS PARA SER UM CAMELOT SUSTENTÁVEL.[21] OS ARQUEÓLOGOS MODERNOS O SEGUEM

AO REJEITAR O NOME, CHAMANDO-O, EM VEZ DISSO, DE FORTE DA COLINA DO CASTELO DE

CADBURY. APESAR DISSO, A CADBURY CONTINUA AMPLAMENTE ASSOCIADA A CAMELOT, O

NOME DA CIDADE ROMANO-BRITÂNICA DE CAMULODUNUM (MODERNO COLCHESTER) FOI

DERIVADO DO DEUS CELTA CAMULUS. NO ENTANTO, ESTAVA LOCALIZADO BEM DENTRO DE

UM TERRITÓRIO GERALMENTE CONSIDERADO COMO TENDO SIDO CONQUISTADO NO INÍCIO

DO SÉCULO 5 PELOS SAXÕES, ENTÃO É IMPROVÁVEL QUE TENHA SIDO O LOCAL DE

QUALQUER "VERDADEIRO" CAMELOT. A CIDADE ERA DEFINITIVAMENTE CONHECIDA COMO

COLCHESTER DESDE O CRÔNICA ANGLO-SAXÔNICA EM 917.[22] ATÉ MUSEU COLCHESTER

ARGUMENTA FORTEMENTE SOBRE O ARTHUR HISTÓRICO: "SERIA IMPOSSÍVEL E

INCONCEBÍVEL LIGÁ-LO À ÁREA DE COLCHESTER, OU A ESSEX DE FORMA MAIS GERAL",

APONTANDO QUE A CONEXÃO ENTRE O NOME CAMULODUNUM E COLCHESTER ERA

DESCONHECIDA ATÉ O SÉCULO XVIII, O ERUDITO ARTURIANO PETER FIELD SUGERIU QUE

OUTRO CAMULODUNUM, UM ANTIGO FORTE ROMANO, É UMA LOCALIZAÇÃO PROVÁVEL DO

CAMELOT DO REI ARTHUR[24] E AQUELE "SLACK, NOS ARREDORES DE HUDDERSFIELD

DENTRO WEST YORKSHIRE, "É ONDE ARTHUR TERIA REALIZADO UMA CORTE. ISSO SE DEVE

AO NOME E TAMBÉM EM RELAÇÃO À SUA LOCALIZAÇÃO ESTRATÉGICA: FICA A APENAS

ALGUNS QUILÔMETROS DO EXTREMO SUDOESTE DE HEN OGLEDD (TAMBÉM FAZENDO PERTO

DE GALES DO NORTE), E TERIA SIDO UM GRANDE PONTO DE REFERÊNCIA NA PREVENÇÃO DE

ATAQUES AOS REINOS CELTAS DO ÂNGULOS E OUTROS, OUTROS LUGARES NA GRÃBRETANHA COM NOMES RELACIONADOS A "CAMEL" TAMBÉM FORAM SUGERIDOS, COMO

CAMELFORD NA CORNUALHA, LOCALIZADA NO RIVER CAMEL DE ONDE GEOFFREY COLOCA

CAMLANN, A CENA DA BATALHA FINAL DE ARTHUR. AS CONEXÕES DA ÁREA COM CAMELOT E

CAMLANN SÃO MERAMENTE ESPECULATIVAS. MAIS AO NORTE CAMELON E SUAS CONEXÕES

COM ARTHUR'S O'ON FORAM MENCIONADOS EM RELAÇÃO A CAMELOT, MAS CAMELON PODE

SER UM ANTIQUÁRIO NEOLOGISMO CUNHADO APÓS O SÉCULO 15, COM SEU NOME ANTERIOR

SENDO CARMORE OU CARMURE, CAMELOT TORNOU-SE UM ELEMENTO PERMANENTE NAS

INTERPRETAÇÕES DA LENDA ARTURIANA. O SIMBOLISMO DE CAMELOT TÃO IMPRESSIONADO

ALFRED, LORD TENNYSON QUE ELE ESCREVEU UM ESBOÇO EM PROSA SOBRE O CASTELO

COMO UMA DE SUAS PRIMEIRAS TENTATIVAS DE TRATAR A LENDA.[26] AS HISTÓRIAS

MODERNAS GERALMENTE MANTÊM A FALTA DE LOCALIZAÇÃO PRECISA DE CAMELOT E SEU

STATUS COMO UM SÍMBOLO DO MUNDO ARTURIANO, EMBORA NORMALMENTE TRANSFORMEM

O PRÓPRIO CASTELO EM VISÕES ROMANTICAMENTE PRÓDIGAS DE UM ALTA IDADE MÉDIA

PALÁCIO.[5] ALGUNS ESCRITORES DA LINHA "REALISTA" DA FICÇÃO ARTURIANA MODERNA

TENTARAM UM CAMELOT MAIS SENSATO. INSPIRADO NA ESCAVAÇÃO CADBURY-CAMELOT DE

ALCOCK, ALGUNS AUTORES, COMO MARION ZIMMER BRADLEY E MARY STEWART COLOQUE

SEUS CAMELOTS NAQUELE LUGAR E DESCREVA-O DE ACORDO, O CAMELOT CASTLE HOTEL

(UMA VISTA DE CASTELO TINTAGEL) APRESENTA UMA RÉPLICA DA MESA REDONDA DE

WINCHESTER, CAMELOT EMPRESTA SEU NOME AO MUSICAL CAMELOT, QUE FOI ADAPTADO

EM UM FILME DO MESMO TÍTULO, APRESENTANDO O CASTELO DE COCA, SEGOVIA COMO

CAMELOT. UMA SÉRIE DE TELEVISÃO ARTURIANA CAMELOT TAMBÉM RECEBEU O NOME DO

CASTELO, ASSIM COMO ALGUMAS OUTRAS OBRAS, INCLUINDO O VIDEOGAME CAMELOT E A

SÉRIE DE QUADRINHOS CAMELOT 3000. SÉRIE DE TELEVISÃO FRANCESA KAAMELOTT

APRESENTA UMA VERSÃO ALTERNATIVA HUMORÍSTICA DA LENDA ARTURIANA; PARQUE

TEMÁTICO CAMELOT É UM RESORT DE PARQUE TEMÁTICO ARTURIANO, AGORA

ABANDONADO, LOCALIZADO NO CONDADO INGLÊS DE LANCASHIRE, EM CONTEXTOS

AMERICANOS, CAMELOT SE REFERE À PRESIDÊNCIA DE JOHN F. KENNEDY. EM 1963 VIDA

ENTREVISTA, JACQUELINE, SUA VIÚVA, FEZ REFERÊNCIA A UMA LINHA DO MUSICAL DE

LERNER E LOEWE PARA DESCREVER A ERA KENNEDY CASA BRANCA: "NÃO SE ESQUEÇA, QUE

UMA VEZ HOUVE UM LOCAL, POR UM BREVE MOMENTO DE BRILHO, QUE FICOU CONHECIDO

COMO CAMELOT." ELA INDICOU QUE ERA UMA DAS LETRAS FAVORITAS DE KENNEDY NO

13

MUSICAL E ACRESCENTOU: "HAVERÁ ÓTIMOS PRESIDENTES DE NOVO, MAS NUNCA HAVERÁ

OUTRO CAMELOT NOVAMENTE. [...] NUNCA MAIS SERÁ ASSIM.",TAMBÉM PODE SER VISTO NA

MÚSICA "CAMELOT" DE NLE CHOPPA ...

DANIEL CHENRAZI AKTALAYA MAITREYA

Características
Número de páginas 88
Edição 1 (2021)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

DANIEL CHENRAZI AKTALAYA MAITREYA

TENHO 144 OBRAS PUBLICADAS , SOU ESCRITOR, AUTOR, FILÓSOFO E PENSADOR BRASILEIRO DANIEL CHENRAZI AKTALAYA MAITREYA danielcam179@gmail.com/

danielcam179@gmail.com: danielcam179@gmail.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 79,69
Ebook
R$ 49,94
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários