Fale com o autor
Alcir Ramos
6 publicações
Sobre o autor
Minha formação acadêmica é em ciências contábeis, nos últimos vinte anos anteriores à aposentadoria, trabalhei em uma grande empresa de mineração envolvido com pesquisas minerais, mais precisamente com direitos minerários. Tive anteriormente a incumbência de supervisionar alguns contratos de royalties de cassiterita, onde a principal interessada era a Mineradora Paranapanema, que mantinha seus interesses de arrendamento voltados para as áreas das jazidas de São Félix do Xingu.
Hoje aposentado dedico boa parte do meu tempo à família e a dois robes aos quais me dedico. Por ter bastante habilidade manual, direciono este dom a pratica de trabalhos de marcenaria. Outro robe está direcionado a criação. Apesar de ter sido produtor rural por alguns anos, refiro-me a criação através da escrita, ao me aventurar por esta área, já escrevi vários poemas, contos e até me dispus á escrever algumas histórias criando alguns livros. Apesar de não dominar nenhum idioma, nem mesmo o português, vou utilizando o meu linguajar baseado no português trivial banal. Costumo fazer um paralelo entre um atleta velocista e eu escritor. Sei que não alcançarei a sua velocidade, entretanto continuo caminhando. Sei que quem espera nunca alcança e para isso é preciso correr e correr à frente.
O prazer de escrever é impar, nos permite transcender, levando-nos a um mundo só nosso, onde sem querer blasfemar, nos tornamos o todo poderoso e com poderes infinitos. Ao criar um personagem lhes damos a vida, da qual somos responsáveis inclusive pelo desenvolvimento do seu caráter, e se em algum momento temos que interromper a trajetória de vida de uma criatura, é inevitável o sentimento de perda do criador.
Por falar em sentimento eu não poderia deixar de registrar o amor incondicional e despretensioso que tenho pela minha mulher e meus filhos, os quais tenho na mais elevada estima e consideração.
Aqui vai uma dica para você que pretende ser muito amado(a), ame pura e simplesmente os seus semelhantes, entretanto não deixe de amar ainda um pouco mais a si próprio, sem chegar ao narcisismo, porém deve ama-se bastante, para quando ouvir dizer que te amam, tenhas a possibilidade de mensurar o quanto realmente és amado(a).
Se pretenderes realmente ser amado(a) tenha em mente que é imprescindível que sejas amável incondicionalmente.
Selos de reconhecimento
Autor do Clube de Autores
Autor publicou o seu primeiro livro no Clube de Autores
Autor virou assunto
Autor teve uma notícia publicada sobre ele
Biografia bem definida
Sua página biográfica tem foto e um texto com pelo menos 300 caracteres sobre o autor
Site oficial do autor
Nome do link
http://www.fotovoltaico2008...
Todas as publicações desse autor
Impresso
R$ 33,80
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 34,01
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 38,63
Ebook
R$ 18,73
Impresso
R$ 34,71
Ebook
R$ 18,73
Impresso
R$ 37,35
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 35,73
Ebook
R$ 14,42