Flores de outono
Categorias
Poesia, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1130 vezes desde 30/07/2018
Versão
impressa
R$ 38,21
Valor total:
R$ 38,21
Versão
ebook
R$ 20,45
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 38,21
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Filipe nos coloca em diálogo com um sortido de emoções que, quem mais quem menos, são parte dos instantes de qualquer um que quer viver e sentir o vivido. Um pouco longe do otimismo florido de Walt Whitman e não tão longe do ocasional ceticismo de Drummond de Andrade, nosso amigo pernambucano sente os dias que passam, querendo botar notas doces e até sensuais em alguns dos seus dias, após tomar um gole amargo com licores ou sensações. O leitor acompanhará - e até reconhecerá como seu - o ondular de dias que se passam entre coisas que fascinam e instantes que aborrecem, entre pequenas cascatas de alegria de moleque e profundas reflexões de velho ranzinza. Quiçá agora, mais do que outrora, somos cientes do movimento da Terra, e do vertiginoso ir-para-lugar-nenhum que por vezes nos enche de perguntas ou de euforia. Filipe astrônomo lhe diz ao Filipe poeta, bota tudo parafora, alivia esse peso das costas, mas toma cuidado com a excessiva leveza.

Características
ISBN 978-85-921553-2-2
Número de páginas 99
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Filipe Monteiro

Filipe Vieira de Melo Monteiro, Licenciado em Física pela UFRPE (2014), Mestre em Astronomia pelo Observatório Nacional - ON (2016), atualmente estudante de doutorado do ON. Pernambucano de Jaboatão dos Guararapes, reside na cidade do Rio de Janeiro-RJ desde 2014. Apaixonado por Astronomia, música, cinema e bons livros, tem como hobby escrever para exprimir seus sentimentos e aspirações.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
1 comentários
Marinalva Melo
Segunda | 10.09.2018 às 19h09
Estou amando o livro de Filipe Monteiro. As rimas, os versos livres, e as estrofes doces e românticas são puro sentimento. Parabéns!!