O Mistério das 7 Chaves
Categorias
Literatura Nacional, Ficção e Romance, Drama
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 441 vezes desde 02/07/2020
Versão
impressa
R$ 47,90
Valor total:
R$ 47,90
Versão
ebook
R$ 15,61
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 47,90
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Será que as terras de Seropédica, cidade outrora pacata, e atualmente sofrendo com trânsito e poluição, abrigam um valioso tesouro roubado pelos nazistas? É o que o leitor de “O Mistério das 7 Chaves” vai descobrir, ao ler esse impactante romance de suspense que mostra a trajetória de sete estrangeiros europeus, e sua saga para cruzar o Oceano Atlântico de navio, e recomeçar uma nova vida no Brasil, deixando para trás as agruras de uma grande guerra. Alemão, Espanhol, Belga, Viking, Ariano, Francês e Holandês: sete “personalidades”, sete partes de um valioso tesouro, sete homens tentando simplesmente um recomeço… o problema é que tudo tem um preço, muitas vezes tão alto quanto a própria morte. O narrador de “O Mistério das 7 Chaves” vai, junto com o leitor, desvendando o mistério dessa história, a partir da leitura de manuscritos entregues a ele por um idoso amigo do seu pai. O que ele vai descobrir, porém, é que, desenterrar essa história pode colocar em risco a sua própria vida. E, quem sabe, a do próprio leitor.

E, então, com coragem para desvendar o “mistério das sete chaves”?

Características
Número de páginas 261
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
Montecastro

Sou Josué Lopes de Castro, professor do Colégio Técnico da UFRRJ desde 1987. Aos 21 anos, não possuía sequer o diploma do primário, hoje Ensino Fundamental. Desde pequeno gostava de ler, de preferência, livros de mistério estilo: Agatha Christie e Sherlock Holmes. Um dia, movido pela insônia, resolvi escrever para passar o tempo. Fui juntando os manuscritos, e fiz uma espécie de brochura. Mostrei o material para meus alunos e alguns professores, os quais, me incentivaram a publicá-lo.

Comentários
0 comentários