UM BAR CHAMADO KARMA
Categorias
Poesia, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 33 vezes desde 17/02/2020
Versão
impressa
de R$ 35,54 por
R$ 30,39
Valor total:
R$ 30,39
Versão
ebook
R$ 17,22
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 30,39
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Apresentação

O Poeta é ser real que vive no limiar do irreal e da imaginação; em “Um Bar Chamado Karma”, não é diferente, pois a poesis destas páginas reflete a sui generis do grande Poeta Rômulo Maciel de Moraes Filho.

Essa obra tão rica de realidades que talvez venham a ser subjetivas nos carrega por um universo de versos que por vezes são espinhosos ao ponto de espatifar nossas realidades cotidianas, pois o Poeta se entrega de copo, corpo e alma aos seus escritos, assim os tornando o mais original possível suas ideias e conceitos.

No entanto, somente ao lê-lo o leitor poderá se identificar ou não com o seu conteúdo, que de antemão lhes digo:

- É fantástico!

Então deixo a todos a missão de se descobrirem nos versos apimentados e abespinhados de Rômulo Maciel de Moraes Filho.

Jonas R. Sanches

Catanduva – SP

Janeiro de 2020

Características
ISBN 978-85-69596-62-2
Número de páginas 162
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Rômulo Maciel de Moraes Filho

Apenas mais um pierrot...

o que sobrou de 25 anos de pretensiosismo, carência, saudade, solidão e paixões esparsas.

Longe de casa

Longe da dona dos meus amores.

Instável como sódio metálico

sou eu.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 37,93
R$ 32,78
Ebook
R$ 17,22
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 30,52
R$ 25,38
Ebook
R$ 15,38
Impresso
de R$ 41,06
R$ 35,91
Ebook
R$ 21,62
Impresso
de R$ 30,68
R$ 25,53
Impresso
de R$ 32,36
R$ 27,21
Impresso
de R$ 33,39
R$ 28,24
Impresso
de R$ 29,77
R$ 24,62
Impresso
de R$ 36,29
R$ 31,14
Impresso
de R$ 35,76
R$ 30,61
Impresso
de R$ 56,00
R$ 50,85
Ebook
R$ 33,37
Comentários
0 comentários