A RIVAL
Categorias
Drama, Ficção, American, Romance
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2032 vezes desde 27/05/2017
Versão
impressa
R$ 37,98
Valor total:
R$ 37,98
Versão
ebook
R$ 21,96
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 37,98
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Ester estava assentada no balanço da área de sua casa, onde gostava de passar o tempo pensando e se balançando, aquele balanço foi feito por seu pai e reformado a cada ano conforme ela crescia.

O pai e a mãe sentados em poltronas de vime tomavam chimarrão.

O celular tocou era Fernando.

-Oi Fe.

- Oi amor, liguei para te dizer que estou muito ocupado e que não passarei ai hoje e também lembrar que o almoço amanhã é lá em casa, meu pai convidou lembra?

- lembro.

- Então confirma com teus pais e madrinha se vocês vão vir, que ai faço o pedido oficial de sua mão no almoço aqui, que você acha?

- Acho bom.

Espera vou perguntar a papai.

-O Fernando está lembrando que o almoço amanhã é na casa dele, seu Adélio está nos esperando e quer confirmação se vamos.

- José disse nós vamos né, Maria.

- Sim meu velho, iremos.

- Pode confirmar filha.

- Ok Fe nós vamos, mas espera vou ir na madrinha confirmar se ela vai também.

- ok e ai o que você está fazendo meu jambinho querido?

Eu estava na balança da área me balançando e tomando mate com o papai e mamãe.

- Ai que inveja queria estar ai para te empurrar no balanço, mas prometo que em nossa casa terá balanços na área e nos jardins para nós e nossos filhos balançar.

- Que bom meu amor, não tinha pensado nisso, mas é ótima ideia.

- Até que enfim me chamou de amor, pensei que ia ficar só com o Fé.

- Um momento.

- Madrinha o Fernando está confirmando o almoço amanhã em sua casa conforme convidou seu Adélio e senhora vai conosco?

- Sim filha, Eu vou, vai ser muito bom me distrair um pouco e gosto muito da Marta, pode confirmar.

- Ok meu amor todos nós vamos.

-Certo então espero vocês na praça central, pois fica num bairro mais afastado ok.

- Ok.

- Ester preciso te falar sobre a Morgana.

- Fala que houve com Ela?

- Bem ela parece meio doída, insistiu hoje em me convidar para almoçar eu aceitei por educação já que é sobrinha de sua madrinha, e ela ficou se insinuando de forma vulgar.

Falei de nosso amor e compromisso, paguei a conta, pedi licença e deixei ela lá sozinha.

- Hum estamos preocupados com ela, a madrinha falou que o delegado vai chamar todos nós para prestar depoimento sobre o assalto, mas que Morgana é suspeita de passar informações para os assaltantes.

- Nossa, não duvido nada, amanhã conversamos sobre isso.

Beijos amore mio.

- Beijos meu Fefe, até amanhã.

Fernando acabou de falar com Ester quando recebeu, um envelope com seu nome dizendo de cunho particular, o envelope foi entregue por um moleque que saiu em disparada.

O envelope continha uma foto de Fernando beijando a Morgana, e um bilhete em recortes de jornal, se não quiser que sua noiva receba uma foto dessa, você vai pagar 25mil.

Ele pensou:

Mas como isso só pode ser montagem, saiu da farmácia aflito e foi procurar por Morgana na loja, mostrou para ela e perguntou o significa isso, ela olhou e leu e disse recebi um envelope igual a esse a pouco e ainda não abri, venha vamos ver.

Abrindo o envelope com seu nome, tinha a mesma foto e um bilhete em recortes que dizia:

- Vou acabar com tua reputação sua vagaba ou convença seu amante pagar 25mil, senão apareceram fotos mais comprometedoras.

- Viu eu também sou vítima, nessa história.

Mas o que está acontecendo, quem poderia estar fazendo isso.

Morgana vou pedir para você que não fale com ninguém sobre isso, vou aguardar o contato para ver como pagar esse valor.

Quando Fernando se retirou ela sorriu e pensou:

- Idiota, caiu como um pato, eu devia ter pedido mais dinheiro.

Naquela tarde Morgana foi a fazenda e encontrou Ester na entrada junto a porteira.

- Boa tarde Ester vim ver titia e já que te encontrei, tenho uma palavrinha para trocar com você.

Boa tarde, fique a vontade de que se trata.

-Estou magoada com você desde que chegou vem tomando meu lugar no coração da titia.

Mas vou te dar um recado vai ter troco vou investir num tal de Fernando moço bonito, preciso casar e garantir meu futuro né.

Ester disse:

Morgana você está enganada, pois no coração de sua tia eu tenho um lugar especial desde que nasci, e quanto a Fernando nosso romance começou quando éramos adolescentes e eu não tenho intenção de magoar a ninguém.

-Tipico de Ester a boazinha ,mas vou te dizer que sou carioca da gema, não uma caipirinha do sul como você.

Sou bonita e sei fazer coisas que cativa qualquer homem, tenho peitos e bunda apetitosos e os homens ficam loucos.

Ester respondeu segura de si:

Morgana eu tenho carácter e isso não se compra nem no Sul e nem no Rio, e isso pra mim é suficiente, portanto faça o que te der na telha, mas não esqueça aqui se planta, aqui se colhe, boa sorte e com licença que estou trabalhando.

Morgana se afastou ameaçando:

-O recado foi dado sua bruaca.

Ester nem se abateu, apenas pensou:

-Que pena tão bonita e louca.

Naquela noite Ester recebeu no seu celular uma mensagem dizendo:

- Seu noivo tem uma amante e você conhece.

O número era desconhecido.

Ela não dormiu direito aquela noite, será que Fé estaria lhe enganando.

Domingo conforme combinado 10:00hs chegaram a praça central onde Fernando estava aguardando para conduzi-los até a sua casa.

Ela estava triste e muito quieta, Fernando notou e pensou:

- será que já enviaram algo para ela?

Chegaram a casa de Adélio um condomínio de luxo, onde haviam vários pequenos sítios e o deles era lindo, o sobrado era muito bonito.

Depois dos comprimentos as mulheres foram para cozinha e formou a roda de chimarrão, então Fernando convida Ester para passear e conhecer o sítio,

Sentaram num banco a sombra perto da piscina e os dois pareciam distantes, cansados carregando um fardo.

Ele então começou falar, Jambinho, eu não sei como lhe dizer isso mas ontem recebi este envelope com essa foto ,tirou de dentro da camisa e entregou para ela, mas antes de você ver isso, quero que saiba que eu te amo de todo o coração.

Sempre fui sincero quando te disse que já tive muitas namoradas, mas agora não sei o que dizer, mas estou sendo chantageado por alguém, mas quero que saiba eu sou inocente eu não fiz nada errado.

Diante do que ele dizia ela tremia só de pensar, na mensagem que tinha recebido aquela noite.

Abriu o envelope lentamente e olhou e leu o bilhete, então o abraçou e beijou docemente.

Ele correspondeu sem saber o que viria depois, mas ela respirou fundo olhou bem em seus olhos e disse eu Acredito em você eu confio em você.

Mas me explica melhor isso, ele contou como recebeu o envelope, e que foi tirar satisfação com Morgana.

Mas ela receberá um envelope com foto e com um bilhete, lhe ofendendo, e mostrou para ela peguei com Morgana e disse para ela ficar em silêncio, que vou pagar o pedido, mas na verdade esperei para conversar com você e depois vou a delegacia prestar queixa por que isso é uma chantagem.

Ela disse acredito em você pois veja a mensagem que recebi no celular ontem, quando ele leu ficou mais aliviado.

Afinal o chantagista era meio sem noção porque enviou para ela uma espécie de aviso.

Decidiram ir juntos na delegacia na segunda feira pela manhã.

O almoço foi maravilhoso e Fernando pediu oficialmente a mão de Ester, sob o aplauso de todos os presentes.

FORMAÇÃO DE QUADRILHA.

No apartamento de Morgana e Lurdes houve uma reunião com dois sujeitos mal encarrados, que recebiam ordens de Morgana, ela havia transformado 20 mil, parte do dinheiro roubado da fazenda da tia, em drogas, coca, extasse e crak, e isso vinha rendendo um bom dinheiro e ela se tornou chefe de uma quadrilha, que vinha dominando os crimes na cidade e ela com ar de moça ingênua passava sem despertar suspeitas.

Na segunda feira Fernando e Ester foram recebidos pelo delegado registraram a ocorrência de chantagem.

E como Fernando era conhecido do delegado Marcos, travaram uma conversa animada sobre os crimes que vinham ocorrendo na cidade.

Mais duas fazendas assaltadas e cinco homicídios em 45 dias, o delegado falou que encaminhou pedido de apoio a polícia federal, pois havia um crescente tráfico de drogas na cidade e região e segundo informações coletadas havia um novo comando entre os criminosos, muito mais inteligente ativo e cruel, eles pareciam saber de todos os passos da polícia.

Morgana veio prestar depoimento na quarta pela manhã pousou de garota ingênua, doce e bem comportada e que conforme havia dito Fernando, recebeu a foto e o bilhete lhe ofendendo e ameaçando também.

Quanto ao assalto afirmou não saber de nada e tinha as amigas como Aline que estavam jantando no restaurante planalto naquela noite e horário.

Quando saiu deixou um bilhete na mão do inspetor Barbosa com quem estava tendo um caso em segredo, era da banda podre da polícia.

A noite estavam num motel, comemorando e traçando planos de ação, ela seduziu Barbosa e o convenceu que podia ficar muito rico sendo seu cúmplice e aliado.

Agora ela tinha olhos e ouvidos na delegacia e isso a fazia mais poderosa.

O delegado Marcos não se convenceu de sua inocência, e mandou agentes grudarem nela, mas com as informações do Barbosa ela estava se saindo muito bem, realmente era uma garota normal concluíram os agentes e relaxaram a vigilância.

Fernando convidou Ester para ir ver as casas a venda que ele havia selecionado para comprar, mas ela revelou para ele que gostaria de morar num sítio e ele adorou a ideia, então foram ver alguns sítios que estava a venda.

Compraram um sítio datado de 1895 com prédio centenário a casa era estilo um castelo medieval com seis quartos na parte superior, duas salas escritório com biblioteca e uma cozinha ampla em baixo em anexo salão de festas.

Eles se apaixonaram pelo lugar bem cuidado com jardins e um pequeno lago a frente, e resolveram reformariam deixando mais moderno porém manteriam a arquitetura original, construiriam uma boa garagem e uma piscina e ali criariam seus filhos.

No caminho de volta Fernando perguntou:

- O que você está pensando?

- Que não tenho recursos para te ajudar nas despesas para o casamento, compra da casa etc ... se ficar demais quem sabe alugamos um apartamento na cidade.

Ele riu e disse:

- Modéstia a parte meu amor, eu sou herdeiro de uma fortuna, aquele hotel fazenda é meu e administrado pelo meu primo.

Eu e meu pai somos sócios majoritários da Metalúrgica Braus Martinelli em Caxias do sul, onde meu irmão mais velho é o diretor administrativo, pode ficar tranquila que tenho o suficiente para passarmos uns meses só passeando pelo mundo de quisermos e curtindo bem a lua de mel para depois pensar no trabalho.

- Ela sorriu e disse:

- Então é por isso que está comprando um castelo para tua princesa, e riram muito...tudo era perfeito quando estavam juntos se amavam e tinham certeza que com dinheiro ou sem dinheiro, construiriam um lar cheio de felicidade.

O plano real de Morgana era matar a tia e herdar seus bens, mas a medida que foi se envolvendo no mundo do crime, descobriu que tinha talento para maldade, e se achou poderosa.

Viu que podia lucrar muito mais e fazer tudo que sempre quis fazer e quando junta-se um montante razoável iria para o Rio de janeiro e se tornaria a rainha das noites cariocas, mas antes queria ver essa tal de Ester levar a pior.

O depoimento de Ester e de seus pais deixou claro para o delegado que eles não tinham nada que com o assalto na fazenda.

DUPLO SEQÜESTRO.

Morgana foi a fazenda, no domingo dizendo estar com saudade da tia, e conseguiu descobrir que na terça ela tinha hora marcada no consultório do Dr. Paulo.

Então articulou um plano com seus comparsas para seqüestrar sua tia no caminho, o resgate seria de 200 mil e então talvez partisse para sempre.

Prepararam um furgão e na curva da estrada velha, fingiriam estar trocando o pneu e atacariam.

Na terça 9:00 hs Ester estava levando a madrinha ao médico, e na curva foi parada por homens armados, que avisaram moça quietinha nós vamos levar a vovó para um passeio.

Ester disse de jeito nenhum vão ter que me levar junto ou me matar aqui, um dos encapuzados disse tem coragem moça, mas espera um pouco falou ao celular dizendo chefe tem uma moça que é a motorista e que está complicando acho que vamos ter que mandar bala nela, mas do outro lado Morgana diz deve ser Ester leve junto que o valor via dobrar.

e assim levaram para o furgão Dona Lídia e Ester, vendaram as duas, e não escondiam que pretendiam faturar um bom dinheiro pelo resgate delas.

Levaram elas para estrada do cocal lugar pouco transitável onde os pais de Lurdes tinham uma casa velha de madeira, ali seria o cativeiro.

Quando chegaram Morgana e Lurdes esperavam com tudo pronto, não conversaram, prenderam as duas num quarto bem fechado, deu ordens aos quatro bandidos como deveriam proceder e foram para cidade onde no outro dia iriam enviar o pedido de resgate, pelas duas seriam 500 mil.

No quarto escuro Ester identificou uma cama casal velha e que tinha um banheiro a direita, a madrinha estava apavorada mas fazia de tudo para passar tranquilidade para ela.

Como elas não compareceram a consulta o Dr. Paulo ligou para Fernando, perguntando se havia algum problema pois elas não tinham comparecido a consulta era 11.30, por sua vez ele ligou para Ester só dava caixa postal ligou para José e ele confirmou que elas tinham saído 8.30 de casa de carro para ir ao médico.

Bem então seu José eu vou pegar meu carro e vou ver se encontro elas na estrada vá que tenham estourado um pneu ou algo assim, depois lhe aviso.

Quando se aproximou da curva Fernando sorriu aliviado lá está o carro de Ester, certamente com problema mecânico.

Quando parou e olhou viu que o carro estava vazio e aberto, no banco do motorista um bilhete mal escrito, levamos elas para passear, pediremos resgate se pagarem elas voltarão sã e salva.

Fernando ficou desesperado ligou para o delegado relatando o acontecido e o delegado disse estou indo para ai agora com um perito.

Deixe tudo como está nos vamos rebocar o carro para delegacia para examinar ver se achamos uma pista.

E assim foi feito, Fernando foi até a fazenda falar pessoalmente com seu José e explicar que esperava o pedido de resgate para pagar e ter elas de volta.

O dia foi passando lentamente e nada a noite caiu e Fernando continuava na farmácia, algo lhe dizia que o contato seria por ali e estava certo, 21:00hs tocou o telefone, quando atendeu uma voz desengonçada disse deixei uma carta na sua caixa de correio.

Ele saiu sabia do que se tratava quando chegou em casa, abriu a caixa lá estava um envelope pardo com o pedido de resgate, também em recortes de jornal dizia:

- Se quer elas com vida pague 500 mil, em 48 horas farei contato para dizer como você vai me entregar esse valor.

Ele foi direto falar com o delegado e mostrou o pedido de resgate.

O delegado disse é igual aos recebidos na chantagem, eu estou desconfiado de um possível infiltrado na minha delegacia, então fica atento vamos conversar na frente de minha equipe, abriu a porta e chamou seus investigadores, apresentou este vocês conhecem é o Fernando, vítima de chantagem e acaba de receber o pedido de resgate da noiva dele e Dona Lídia.

O estilo do bilhete é igual aos da chantagem, então quem está por trás é a mesma mente criminosa, e já temos ideia de quem é e vamos prender essa pessoa até amanhã pela tarde.

Bem vocês estão dispensados agora, amanhã 8:hs voltamos a conversar.

Olhou para Fernando e perguntou baixinho:

- Você notou algo nos meus homens?

- Notei que apenas o gordão estava meio desconfortável com o assunto.

- Isso tenho notado pela experiência de 25 anos de polícia que o gordão como você disse, o Barbosa está agindo diferente, pode muito bem estar mancomunado com essa quadrilha, soube que anda frequentando um motel quase toda a semana com a senhorita Morgana.

Fernando quase pulou da cadeira e disse:

- Morgana é isso ela odeia minha noiva por ciúmes da tia, e segundo me contou Ester no rio ela fazia uso de drogas.

Hoje ele está de plantão aqui, sem poder sair.

Eu tenho uma ideia, vamos embora disse o delegado.

Na rua ele disse:

Vamos ao restaurante DU VALE, lá vamos acertar um plano de ação.

O delegado ligou para três investigadores de folga e os mandou vir já para o restaurante, comunicou enquanto jantavam, que eles teriam que discretamente vigiar Morgana e o Barbosa, e explicou a razão.

Assim ficou acertado, Fernando voltou para casa, tomou banho tentou dormir mas o sono não vinha foi difícil cochilar, ficou pensando o que estaria sofrendo no cativeiro sua noiva e madrinha.

No cativeiro os bandidos entre eles duas mulheres isso Ester tinha razão ela distinguiu bem muito pelas conversas e vozes que ouvia com o ouvido colado a parede.

Serviram uma sopa e pão para elas comerem e água tinha de ser da torneira do banheiro imundo.

No outro dia estava embaixo da porta da farmácia o bilhete dizendo como pagar o resgate.

Seria deixado na Br 249 junto ao km 300 em uma mochila e sem avisar a polícia e seria no domingo 18:hs.

Os dias passavam lentamente chegou sábado o delegado chamou Fernando:

Recebi um telefonema anônimo de uma senhora, que disse onde é o cativeiro.

Fica no sítio dos, silva na estrada velha dos cocais, lugar praticamente abandonado, vou com um efetivo para lá e mandei segura o Barbosa no distrito de serrinha, onde inventei um trabalho para ele não nós atrapalhar até porque tenho certeza que ele está envolvido nisso de alguma forma.

Agiremos agora a noite, como você é meu amigo pode ir junto se quiser mas ficará no carro na estrada esperando nós estourarmos o cativeiro certo.

- Claro Dr. irei e farei o possível para não atrapalhar.

Por volta da meia noite deixaram os carros a uns 800 metros na estrada e oito homens com o delegado avançaram pelo matagal em silêncio.

Havia apenas uma luz acessa na casa e ao espiarem pelas frestas havia um único bandido de guarda mas dormia, deram uma forçada na porta estava só encostada entraram e renderem o bandido que acordou assustado, pedindo por favor não me mate.

Então estouraram uma porta com cadeado e lá sobre a cama estavam Dona Lídia e Ester

Características
Número de páginas 107
Edição 1 (2017)
Formato Pocket (105x148)
Acabamento Brochura s/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
CARLOS AUGUSTO PRATES DE MENEZES

BACHAREL EM TEOLOGIA

PASTOR E ESCRITOR

Biography

Nascido na cidade de Rosário do Sul,no Estado do Rio grande Do Sul na fronteira oeste em1966, ficou orfão de pai e mãe quando tinha 16 anos (1982).

casou -se com Andrea Dias, quando tinha 21 anos (1987) em Bagé,Rs.

Morou em Rosário, Alegrete ,Santa Maria,Bagé,livramento,são Leopoldo,Portão do sul,

Praia Grande, Sc ,toledo,PR, Primeiro de Maio.PR, e atualmente em União da Vitória ,PR.

completou 28 anos de feliz matrimônio e tem dois filhos ,Hebenéser (21 anos )e Gileade ( 15 anos)

Pastor evangélico a 26 anos e formado, Bacheral em teologia pela Universidade Da Bíblia (curso livre)

sempre sonhador gosta de escrever e ler ,sobre tudo ,mas especialmente ficção e romance

http://carlosaugustoprates.blogspot.com.br/: http://carlosaugustoprates.blogspot.com.br/

https://www.facebook.com/: https://www.facebook.com/

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,57
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 37,57
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 37,07
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 37,24
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 45,22
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 42,86
Ebook
R$ 14,42
Impresso
R$ 44,72
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 44,00
Ebook
R$ 19,02
Impresso
R$ 57,36
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 42,37
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 37,28
Ebook
R$ 16,58
Comentários
0 comentários