ACALANTO
Categorias
Biografia e Testemunho
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3343 vezes desde 07/08/2014
Versão
impressa
R$ 39,73
Valor total:
R$ 39,73
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 39,73
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Este livro intitulado “Acalanto” é um presente maravilhoso de seu autor José Carlos Baltazar para a Literatura Brasileira contemporânea. As histórias retratam toda uma época tipicamente tradicional e mostram reminiscências da infância pobre e triste baseadas na vida real de seu autor-personagem. Entrelaçando as histórias que transitam entre o real e o imaginário, tem papel importante a figura do pai alfaiate, simples, cheio de idéias que quase nunca davam certo, assim como da mãe, humilde, conservadora e religiosa. Os irmãos participam, com todas as suas traquinagens, na trama infantil em foco. O autor demonstra claramente um sentimentalismo sem mágoas diante das tristezas vividas na infância. Não se percebem, durante a leitura, revoltas pelos fatos vividos, mas sentimos ao fundo um tom melancólico sob uma aceitação resignada. O autor rememora tempos com valores éticos e morais bem presentes nos seios familiares da época, foca o comportamento respeitoso, a submissão, a vida difícil que fazia a família fincar o pé só no presente, o futuro estava muito longe, e as necessidades eram imediatas.

“Acalanto” é um romance de tempo psicológico. As histórias vividas são relatadas ao pé de uma acolhedora jaqueira que a tudo ouve e guarda, assumindo papel de personagem importante. A ordem cronológica dos fatos não importa, a narrativa, toda ela se passa na mente de seu autor.

É uma obra de cunho fortemente autobiográfico e não retrata somente impressões de uma infância difícil, mas toda uma problemática relativa ao universo infantil vivida pelo autor, à época, comum na maioria das pessoas, de onde se pode concluir que é fácil a identificação de outras gerações com a história narrada no livro. José Carlos Baltazar serve-se de sua experiência pessoal para retratar os desalentos sofridos na infância com as bruscas mudanças da vida.

A narrativa penetra a alma no seu âmago. Como em Clarice Lispector, os fatos vão se desenrolando num dolorido sem ferimento, atingindo o ponto certo do sentimento verdadeiro que toca o íntimo. Como em José Mauro Vasconcelos, a trama e as peripécias da infância pobre prevalecem tocando fundo o coração do leitor, remetendo a um passado imbuído de dificuldades vivenciadas pelo autor, mas que pela sua amargura e docilidade trazem à tona lembranças importantes dos tempos idos e vividos.

“Acalanto” nos remete a um passado saudosista e terno. Como em Érico Veríssimo o tempo para, o vento sopra: “O tempo passou tão depressa! Será que na Eternidade venta?” E no doce “Acalanto” da infância perdida o tempo e o vento também pararam pra pensar...

Características
Número de páginas 214
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 39,64
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 41,85
Ebook
R$ 11,84
Comentários
0 comentários