AMALEQ
As Origens Ocultas do Nazismo (Capa Dura)
Categorias
Literatura Nacional, Filosofia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 18478 vezes desde 15/01/2012
Versão
impressa
R$ 99,99
Valor total:
R$ 99,99
Versão
ebook
R$ 29,49
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 99,99
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Em 1946, no “Tribunal de Nuremberg, 10 Nazistas foram pendurados na forca por seus crimes de guerra contra a humanidade. No livro bíblico de Esther, nós somos informados sobre Haman e seus 10 filhos que tinham sido enforcados na Pérsia há 2400 anos por tentar destruir a nação israelita.

Há uma pergunta que a humanidade sempre faz: Quem era realmente Hitler? Qual era sua verdadeira identidade? Agora, o mundo poderá ter a resposta. Este segredo é oculto nas letras de seu nome quando copiado para a língua hebraica. "H.I.T.L.R" (no hebraico, não existem vogais).

Na história de Esther, estranhamente, e pedido que os filhos de Haman sejam enforcados novamente no futuro. Os nomes dos 10 são escritos nesta história. Dentro destes nomes há uma data codifica, o ano hebreu de 5707, correspondente a 1946, ano do Tribunal de Nuremberg.

Estes segredos estão ao seu alcance agora nesta intrigante obra qabalistica. Você descobrirá também o terrível segredo do ex-presidente americano George W. Bush e de Osama bin Laden. O autor Misha”Ël Yehudá revelará para você os mistérios sobre “Amaleq - As Origens Ocultas do Nazismo”.

Nesta obra você descobrirá também o terrível segredo de Grigori Rasputin, o feiticeiro czarista, o mistério de seu assassinato e sua ligação com o poderoso feiticeiro bíblico chamado Balaão, o qual muitos acreditam que era um profeta...

Características
Número de páginas 172
Edição 1 (2011)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Capa dura
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Deepak Sankara Veda

Deepaka Sankara Veda e Misha’Ël Há’Levi são os nomes espirituais de Paulo Sergio Batalini e agora também e, após profunda revelação, Bën Mähren Qadësh e é com esse nome-código espiritual que ele passa a assinar seus livros, contos e poemas a partir dessa obra. Nascido na maternidade do Belenzinho no bairro do Belém (Beith Lechem) em São Paulo, no ano gregoriano de 1966 (5766 no luach hebreu), é músico multi-instrumentista (Trompete e sax, Bateria e Percusão, violões, guitarras, contrabaixo, teclados e piano) escritor e poeta, membro do grupo mundial Poetas Del Mundo e Embaixador Universal da Paz nomeado pelo Circle Universel Des Ambassadeurs De La Paix – Suisse/France em 2018.

Comunidade Mística Do Deserto: comunidadedodeserto.blogspot.com/

Ficção Científica Cabaista: ficcaocientificacabalista.blogspot.com/

Sha'on-Hourglass Editora: https://www.shaonhourglass.com/

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 50,49
Ebook
R$ 27,34
Impresso
R$ 62,94
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 45,70
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 109,20
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 48,29
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 51,09
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 50,35
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 51,50
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 119,95
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 51,46
Ebook
R$ 29,49
Impresso
R$ 55,63
Ebook
R$ 29,49
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 33,20
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 42,63
Ebook
R$ 15,50
Impresso
R$ 65,26
Ebook
R$ 46,71
Impresso
R$ 43,69
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 48,03
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 43,70
Ebook
R$ 17,65
Impresso
R$ 35,61
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 34,22
Ebook
R$ 16,58
Impresso
R$ 41,79
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 44,68
Ebook
R$ 23,99
Impresso
R$ 38,45
Ebook
R$ 14,42
Comentários
4 comentários
Mordechai
Quarta | 10.10.2012 às 22h10
Cleiton, verdade, um livro sem fundamento, imagine se o tivesse então? A propósito: "i" é uma vogal em português, no hebraico é uma consoante, pois de fato não existe um "i" e sim um "yud". Como explicado acima na descrição da Obra: Não existem vogais no hebraico, e o hebraico é a raiz de toda linguagem. Quando um nome é transliterado para o hebraico (não traduzido, uma vez que nomes não se traduzem) suas vogais desaparecem permanecendo apenas as consoantes.
Mordechai
Quarta | 10.10.2012 às 22h10
Usamos como exemplo o seu nome "Cleiton" que é hebraico ficará קליטון" sendo a vogal "e" suprimida. Suposto é querer corrigir sem conhecer a língua, ai está a falha... Eu li o livro, e garanto que ele possui fundamento e não "achismo". Alias, o senhor entende de criptologia hebraica? O autor é especialista em criptologia.
yendis
Domingo | 22.01.2012 às 20h01
interessante...
Cleiton Morais
Domingo | 15.01.2012 às 23h01
Realmente no Hebraico não exitem vogais, o "i" não é vogal? ou para sua suposta "descoberta" dar certo precisava tirar apenas o "e" do nome Hitler? ficaria HTLR. Conveniência faz as coisas falhas. Logo um livro sem fundamento.