Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
AS DUAS PORTAS
Uma trajetória pela Educação Escolar: “Do Jardim de Infância à tragédia da Creche Gente Inocente em Janaúba”
Categorias
Literatura Nacional, Educação, Biografia e Testemunho
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 189 vezes desde 20/11/2020
Versão
impressa
R$ 39,27
Valor total:
R$ 39,27
Valor total:
R$ 39,27
Sinopse

Apresento-lhes uma narrativa autobiográfica de alguém comum, que nasceu no interior das Minas Gerais e teve sua vida marcada por uma tragédia sem precedentes no país. O ataque à Creche Gente Inocente, ocorrido em 5 de outubro de 2017, marcou tristemente as páginas da Educação no Brasil, com a morte de dez crianças e três educadoras. Além disso, dezenas de vítimas diretas e indiretas ainda buscam se recuperar dos traumas físicos e psicológicos causados pelo ataque. O atentado, que ficou conhecido como o “Massacre de Janaúba”, foi provocado por um funcionário da creche, que também faleceu no dia do crime. O país assistiu, chocado, o noticiário sobre o ataque brutal, que teve como maiores vítimas crianças de quatro anos de idade. Essa história foi escrita por uma vítima indireta dessa tragédia, que, buscou em suas memórias escolares, traçar o caminho que a levou até o dia 5 de outubro de 2017: — uma viagem pelo tempo em que tinha apenas quatro anos, mesma idade da maior parte das vítimas. Sua trajetória escolar é traçada, desde os dias no jardim de infância, passando por suas lembranças de fatos marcantes em cada época, chegando então ao dia do ataque. A partir desse dia, passa a narrar as vivências no front, um verdadeiro campo de batalha que se tornou o retorno às aulas da creche. Durante cinco meses, a creche Gente Inocente sentiu a dor de perdas sucessivas de crianças e colegas, como a professora Heley de Abreu. Em todos esses dias, a equipe de educadores se manteve unida, cuidando das crianças sobreviventes e lutando contra seus traumas interiores. Ao ler essa trajetória, você relembrará ou conhecerá, como era a rotina escolar de um aluno, no interior norte-mineiro das décadas de 80 e 90. Além disso, é impossível lê-la e não refletir sobre a situação de insegurança nas quais se encontram as instituições infantis, em todo o território nacional. As treze vidas ceifadas nesse episódio que ficou conhecido como o "Massacre de Janaúba" não podem ter partido em vão.

Características
Número de páginas 203
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Lílian Claudine Marques Gonçalves Mota

Me chamo Lílian. Sou casada e mãe de dois filhos. Trabalho no campo da educação desde 1994, onde me desenvolvi como professora de Inglês para crianças, bibliotecária, secretária escolar e supervisora escolar, atualmente denominada como Especialista em Educação. No ano de 2017, a escola para eu qual eu trabalhava foi acometida por um ataque brutal e sem precedentes no país. Nesse ataque, conhecido no país como "Massacre de Janaúba", perdi três colegas de trabalho e 10 crianças com as quais eu convivia nesse local. O responsável pelo ataque fora o vigia da escola e sobrevivi por estar atendendo em outro espaço no momento do ataque. Mesmo assim, ao saber do incêndio, me dirigi ao local pensando em ajudar e por estar próximo ao mesmo. Mas, infelizmente, nada pude fazer a não ser chorar e sofrer com as crianças e colegas sobreviventes. Depois desse episódio, me envolvi diretamente na reconstrução da creche e no atendimento às crianças sobreviventes, pois era a Supervisora da instituição. Após seis meses, passei por um processo depressivo e fui diagnosticada com TEPT (Transtorno de estresse pós-traumático). Com sessões de terapia, medicamentos e muitas orações, passei a escrever mais, algo que já fazia desde pequena. Meu primeiro livro ainda não foi publicado e estou concluindo. Nele, narro toda a minha trajetória na educação, como aluna e profissional, culminando com a terrível tragédia que abateu sobre a última escola que trabalhei, da qual sou funcionária mas em tratamento de saúde. Nesse meio tempo, reescrevi, a pedidos, a história de minha cidade, com base em vários fragmentos que tínhamos disponíveis. Esse trabalho queria disponibilizar para acesso gratuito de estudantes e professores. Depois, após concluir detalhes do livro em que narro como foi o ataque à creche e tudo o que testemunhei após as câmeras se desligarem para o fato, quero também disponibilizá-lo para vendas. Tenho pretensão de escrever uma coletânea infantil. pois gosto muito de escrever e já escrevi músicas, ´poemas e vários teatros infantis ao longo do tempo. Com essa ferramenta online, creio que mesmo do interior de Minas Gerais, posso ser ouvida, ver minhas histórias lidas e, quem sabe, escrever muito mais.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 42,66
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 119,29
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 44,42
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 35,11
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 30,19
Ebook
R$ 14,53
Impresso
R$ 34,97
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 39,85
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 34,19
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 61,94
Ebook
R$ 33,26
Impresso
R$ 45,16
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 34,85
Ebook
R$ 15,07
Comentários
0 comentários