Cotidiano

Por Luiz Gustavo Vasconcellos Nogueira

Código do livro: 625697

Categorias

Família, Engraçado, Literatura Nacional, Humor, Ficção

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 328 vezes desde 20/12/2023
Versão
impressa
R$ 49,89
Valor total:
R$ 49,89
Valor total:
R$ 49,89

Este livro pode estar à venda na:

Sinopse

Pequenas histórias de ficção que bem poderiam ser reais. Alguns trechos verídicos que parecem mentira. Um bocado de vaidade, mau humor, ingenuidade e sinceridade além do recomendado. Leitura fácil. Vocabulário simples. E, de repente, você pensa: "o que que ele tá dizendo aqui, meu Deus do Céu?". Enfim, crônicas. Atemporais. Insípidas. Bobas, às vezes. Espirituosas, se tiver boa vontade.

Trata-se de uma coletânea do que já foi escrito entre 2003 e 2006 no “Jornal Sul de Minas”, na coluna “Cotidiano”. A 1ª edição foi lançada na Feira do Livro de Varginha, em 2015, numa tiragem totalmente esgotada de 50 exemplares. É que a família é grande. Depois, os mesmos textos foram republicados no "Blog do Madeira", o mais bacana portal de notícias da cidade, entre 2021 e 2022, de onde o resto da família pôde ficar conhecendo.

Agora, os mesmos estão aqui no Clube dos Autores, nesta 2ª edição com o mínimo de revisão e alguns acréscimos mais chatos e ranzinzas.

Continua procurando que você vai encontrar coisa mais interessante pra ler.

Características

ISBN 978-65-266-1348-1
Número de páginas 122
Edição 2 (2023)
Formato 16x23 (160x230)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor

Luiz Gustavo Vasconcellos Nogueira

Luiz Gustavo é cronista. Como não conseguiu pagar as contas fazendo isso, trabalha também. Com atividades extras, porque as contas são muitas. Mora com a família em Elói Mendes/MG, onde cultiva uma horta nos finais de semana, joga videogame com frequência e mantém uma rede na garagem. Raramente tem tempo pra escrever alguma coisa.

É o caçula de seis irmãos, filhos de Paulo Fernando Nogueira e Maria Judith Vasconcelos Nogueira. Todos naturais de Varginha. Nasceu em fevereiro de 1981 e estudou todo o ensino fundamental e médio na Escola Pio XII. Formou-se em jornalismo pelo UNIS-MG, em 2002, e trabalha na área de marketing e publicidade há mais de vinte anos.

Ainda no ensino fundamental, um dia pediu para a professora que o dever de casa fosse "redação". Desde, então, tomou gosto pela atividade de escrever mesmo quando não pedem e, de tempos em tempos, acha que tem algo para contar.

Participou de alguns concursos, tendo obtido uma menção honrosa na coletânea “Brasil em prosa e verso”, da Editora Alba de Varginha, e teve duas citações em “É duro ser cabra na Etiópia”, livro publicado pela atriz Maitê Proença.

Entre 2003 e 2006 escreveu no “Jornal Sul de Minas” a coluna “Cotidiano”. As crônicas desta época formaram o livro "Cotidiano", lançado na Feira do Livro de Varginha, em 2015. Atemporais, os mesmos textos foram republicados no "Blog do Madeira", o mais bacana portal de notícias da cidade, entre 2021 e 2022.

Ciente da importância da reciclagem e do reaproveitamento, relançou uma 2ª edição da mesma coletânea, com o mínimo de revisão e alguns acréscimos mais chatos e ranzinzas para dar uma ar de novidade.

Aos cinco anos plantou sua goiabeira. Casou-se aos 25 anos com a Marcela. Tornou-se pai do Luiz aos 30 e repetiu a façanha, com a Maria, aos 36, revelando-se mais apto a viver o cotidiano do que a falar sobre. Acredita, enfim, que não há mais nada a se pedir da vida, mas sabe que sempre vai haver livros e árvores e filhos para se plantar.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários