Crônicas Recifenses
Crônicas Recifenses
Categorias
Literatura Nacional, Ficção e Romance
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1114 vezes desde 10/04/2018
Versão
impressa
R$ 38,62
Valor total:
R$ 38,62
Valor total:
R$ 38,62
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

Clóvis Campêlo é daqueles escritores que se revelam sem qualquer embaraço. A paixão pela cidade do Recife, o cotidiano, as personalidades do seu tempo e outras que povoam o seu universo cultural, os fatos ocorridos; transformam o homem no escritor e o escritor num pássaro de asas de grandes dimensões, qual sobrevoa as memórias da sua própria existência para produzir narrativas apaixonadas e, sobretudo, apaixonantes.

Crônicas Recifenses é antes de tudo, um livro de pura sensibilidade e inteligentíssimo, que guarda na sua estrutura literária um exercício da melhor prosa poética extraída de coisas aparentemente simples, comuns e corriqueiras do cotidiano de uma cidade, de personalidades que marcaram épocas, de fatos diversos e da vida do próprio autor. John Updike, na sua notável concepção acerca do fazer literário, diz que “os detalhes são divinos”, como modo de apreciar a narrativa. Nesse sentido, o que aparentemente é simples, comum, realça toda a narrativa deste livro com a divindade dos detalhes tão bem manejados pelo autor. É um texto livre como uma experimentação, no qual Clóvis se permite a certas ousadias impulsionadas pelo seu gênio criativo.

Talvez a arte da escrita seja a que mais embriaga de paixão os seus vocacionados. É assim que Clóvis Campêlo se revela: um escritor embriagado de paixão pela literatura. Um escritor engajado, um criador incansável, que tem produzido um magnífico acervo literário ao longo dos anos. Crônicas Recifenses é apenas uma parte desse acervo que agora chega às mãos do público leitor.

Numa época em que se verifica a produção cultural e a forma de consumir bens culturais, transformando-se tão radicalmente e em tão curto espaço de tempo, refletindo diretamente nos processos de decisões do consumo de bens (culturais) e, consequentemente, estabelecendo um padrão artístico de sedução, de baixa qualidade; Crônicas Recifenses chega como um saboroso alento para cultura pernambucana e brasileira. E porque não dizer, um brinde à arte!

Crônicas Recifenses é um delicioso passeio pela cidade do Recife, pelos fatos que marcaram épocas e a vida de personalidades, pelas memórias de um homem pernambucano, através da genialidade criativa de Clóvis Campêlo.

Características
ISBN 978-85-5697-541-6
Número de páginas 138
Edição 1 (2018)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen
Fale com o autor
Clóvis Campêlo

Clóvis Campêlo nasceu em 1951 na cidade do recife, no bairro da Boa Vista. Casado com Cida Machado, pai de Tatiana e Gabriel e avô de Pedro, Cecília e Alice.

Formado em Letras pela Universidade Federal de PE e servidor público federal.

Anteriormente, participou de duas antologias lançadas pelos Poetas Independentes, em 2007 e 2010.

Comentários
0 comentários