Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Enigmas
Categorias
Literatura Nacional, Livros De Bolso
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3605 vezes desde 04/03/2014
Versão
impressa
de R$ 28,99 por
R$ 22,93
Valor total:
R$ 22,93
Valor total:
R$ 22,93
Sinopse

Sujeito plural & inclassificável

Por conhecer sua vasta obra, afirmo: Cleber Pacheco é um escritor surpreendente. Poeta, Contista, Romancista, Dramaturgo e Crítico Literário (tudo assim mesmo, com letras maiúsculas). Em “Enigmas” ele nos apresenta uma série de pequenos textos desconcertantes – para dizer o mínimo.

“Ele vai todos os dias até a casa abandonada. Abre as janelas, portas, deixa o ar circulando. Dá uma olhada pelos aposentos, confere os objetos, sai. À tarde, quando começa a escurecer, volta. Agora para fechá-la. Entre idas e vindas, passa o resto do tempo habitando precário espaço debaixo de uma ponte procurando pela chave.”

Pequenos textos, sim, mas nunca textos pequenos. Cleber não sabe ser pequeno – ele não nasceu para ser pequeno. “Enigmas” nos revela narrativas enxutas – sem sobras, sem floreios.

“Um velho escritor inventa um monstro original, em tudo diferente aos de outras histórias. Logo após ter escrito o livro, assim como os leitores ao término da leitura assombrosa, não consegue distinguir a criatura.”

Narrativas certeiras, profundas, que nos fazem pensar.

“Um poço. Na superfície, uma mulher descendo a corda com o balde. No fundo, o seu cadáver boiando na água.”

“Fazer pensar” é marca registrada de Cleber Pacheco – sua obra toda é carregada de questionamentos e inquietações. Questionador & inquieto deve ser o Artista. “Enigmas” é obra que perturba, é obra que dói.

“Um troglodita desenha um quadrúpede na parede da caverna. E mais outro. Preenche todo o interior dela. Há figuras de quadrúpedes por toda parte. Ao terminar, nenhum espaço vazio resta. Busca pelo primeiro desenho. Nunca mais o encontra.”

Cleber Pacheco é um sujeito plural, e, portanto, inclassificável. Ao dizê-lo “plural” já o classifico, ao dizê-lo “inclassificável” já o rotulo, pois que seja. Tudo na vida precisa de uma etiqueta – a mais apropriada a um Escritor maiúsculo como Cleber Pacheco é esta: inclassificável. Ou alguém se atreveria a delimitar seu imenso talento?

Ah, sim, Cleber Pacheco também é Artista Plástico. Mas isso é assunto para outra feita.

Cláudio B. Carlos – editor.

Características
Número de páginas 80
Edição 1 (2014)
Formato Pocket (105x148)
Acabamento Brochura s/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 29,98
R$ 23,92
Impresso
de R$ 36,68
R$ 30,61
Impresso
de R$ 35,19
R$ 29,13
Impresso
de R$ 28,99
R$ 22,93
Impresso
de R$ 35,85
R$ 29,79
Impresso
de R$ 37,51
R$ 31,45
Impresso
de R$ 47,64
R$ 41,58
Impresso
de R$ 41,92
R$ 35,86
Impresso
de R$ 37,30
R$ 31,24
Impresso
de R$ 43,90
R$ 37,83
Impresso
de R$ 34,67
R$ 28,60
Impresso
de R$ 30,97
R$ 24,91
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
de R$ 34,41
R$ 28,35
Impresso
de R$ 32,55
R$ 26,49
Impresso
de R$ 32,55
R$ 26,49
Impresso
de R$ 31,88
R$ 25,81
Impresso
de R$ 32,55
R$ 26,49
Impresso
de R$ 37,33
R$ 31,27
Ebook
R$ 15,07
Impresso
de R$ 29,53
R$ 23,46
Impresso
de R$ 37,18
R$ 31,11
Impresso
de R$ 34,96
R$ 28,90
Impresso
de R$ 32,58
R$ 26,51
Impresso
de R$ 35,20
R$ 29,13
Comentários
0 comentários