FEITIÇO VERBAL
Categorias
Batalha Espiritual, Ficção, Realismo Fantástico
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2575 vezes desde 06/10/2014
Versão
impressa
R$ 115,62
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 115,62
Versão
ebook
R$ 33,37
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 115,62
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Contam os livros antigos que aqueles que possuíam os nomes

mágicos das coisas e de como mencionar estes nomes de forma certa

possuíam poderes, pois sabiam fazer a oração germinar ou florescer.

No Egito Antigo os nomes mágicos eram parte essencial do ser,

apagar o nome de um indivíduo era sinônimo de sua destruição e

esquecimento, assim como proferir de forma correta era sinônimo do seu

florescimento.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo

era Deus. Todas as coisas foram feitas por meio dele" (João 1:1-3).

Eu gosto muito da palavra prefácio, provavelmente algum dia em

um futuro muito distante, algum pesquisador do subverso, vai aventurarse

a traduzir os significados que estão contidos nestas páginas

amarelecidas pelo tempo.

Neste inicio eu lhes darei um sutil conselho, deixem de fora de

suas mentes a lógica. Somente deste modo vocês vão entender a

mensagem, dos enigmas destas páginas, ricas em simbologia universal.

Somente um cavaleiro penitente vai chegar ao portal.

Neste momento de forma humilde peço absolvição de todos os

meus pecados e erros inatos de conjugação verbal da língua

portuguesa. Eu troco as pessoas e os pronomes, é um problema de toda

uma geração. Professoras lembrem-se eu tenho licença poética.

Características
Número de páginas 27
Edição 1 (2014)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Geraldo Salgado Neto

Geraldo Salgado-Neto, é escritor singular, ombreia com muitos medíocres da literatura universal, que talvez jamais sejam reconhecidos ou lembrados.

Gaúcho em busca de êxito, jamais alcançou algum sucesso popular como escritor, totalmente ignorado pela crítica e tachado de mórbido e vulgar pelos que se ocuparam com suas obras.

Alguns tentaram em vão classificar e avaliar a sua qualidade poética, desistindo deste enfadonho fardo alcunharam Pós-Moderno.

Afinal é uma sopa de condimentos variados, mistura fina, onde ressalta a angústia, o uso da metáfora, linguagem corrosiva profundamente intimista, aliada a ciência, história e mitologia, com algo de simbologia universal e misticismo.

Não poderíamos deixar de citar Paulo Coelho e Raul Seixas, como grandes influências e não vamos citar Edgar Allan Poe, Oscar Wilde e muito menos Carlos Castañeda, pois estes não fazem parte da literatura brasileira.

Augusto dos Anjos e Mario Quintana são os autores que influenciaram esta elegância, amargura, tédio, neurastenia metafísica, causada talvez por transtornos de natureza sensível ou pela simples falta de fé, mas no ultimo momento da prosa a sombra se transforma em luz.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 41,39
Ebook
R$ 20,20
Impresso
R$ 33,88
Ebook
R$ 16,21
Impresso
R$ 44,14
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 30,52
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 37,20
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 44,20
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 37,90
Ebook
R$ 18,30
Impresso
R$ 31,84
Ebook
R$ 12,14
Impresso
R$ 34,45
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 33,46
Ebook
R$ 17,22
Comentários
0 comentários