Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Geografemas
Categorias
Biografia, Ficção e Romance, Filosofia, História E Mapas, Literário, Ética E Filosofia Moral
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1812 vezes desde 19/10/2015
Versão
impressa
R$ 35,52
Valor total:
R$ 35,52
Versão
ebook
R$ 17,22
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 35,52
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Gilles Deleuze e Félix Guattari dizem que todo acontecimento tem um nome próprio e é datado. Apropriando-me disso, nomeio e dato cada um dos acontecimentos aqui escritos; e faço isso a partir das paisagens constitutivas, que são cidades. Isso porque a paisagem é uma das responsáveis pelo surgimento de um acontecimento.

Nem sempre os fragmentos escriturais deste livro são acontecimentos (mesmo porque estes não são controláveis); por vezes, são apenas descrições que são feitas na esperança da emergência de um acontecimento. Nesse caso, a descrição é uma forma de aguardar, esperar que algo aconteça e/ou de criar as condições necessárias para isso.

Cada fragmento busca a verdade do instante! Aliás, é precisamente por isso que os fragmentos têm nomes próprios e são datados. Os acontecimentos são compostos por efeitos passageiros (assim, as suas verdades pertencem apenas aos instantes), de modo que os seus nomes próprios apenas guardam o conjunto desses efeitos (“Furacão Katrina” é um nome próprio para guardar o conjunto dos efeitos produzidos por um acontecimento). São, portanto, verdades não biográficas, mas, usando a noção de Roland Barthes, biografemáticas. Ainda que a minha vida seja a matéria de escrita, o que escrevo são desenhos de um Eu esquartejado, de modo que o “minha” já é de vários (ou, como dizem Deleuze e Guattari, já é um agenciamento coletivo de enunciação).

Em suma, os fragmentos são acontecimentos ditos biografemáticos porque a matéria de escrita vem da vida em suas sutilezas; e a criação da expressão “geografema” fica por conta de tais acontecimentos terem cidades/lugares como paisagens.

Características
Número de páginas 112
Edição 1 (2015)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 35,77
Ebook
R$ 17,22
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,93
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 38,41
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 128,38
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 43,41
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 38,94
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 159,66
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 36,91
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 76,65
Ebook
R$ 29,06
Comentários
0 comentários