Jamais Serás um Dhimas Draumann
Anotações de um adeus às ilusões
Código do livro: 318308
Categorias
Drama, Ficção e Romance, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 679 vezes desde 21/03/2020
Versão
impressa
R$ 52,96
Acabamento
Valor total:
R$ 52,96
Valor total:
R$ 52,96
Este livro pode estar à venda na:
Sinopse

A partir de notícia sobre o ministro Dhimas Draumann, que abandonara a Secretaria de Comunicação Social da Presidência, em plena crise política do Governo Federal em 2015, o jornalista José Renato Ribeiro lembra de toda sua trajetória profissional nos jornais e empresas de comunicação em Curitiba, interior do Paraná, e em Washington D.C., nos Estados Unidos.

Na redação de um dos maiores e mais antigos jornais da capital paranaense, até então, é desprezado e humilhado enquanto ouve do editor – Dráuzio Dalhe Canetta – que pelo matutino havia passado um Dhimas Draumann e, no momento, outros supostamente grandes profissionais, devidamente substantivados, atuavam na empresa.

Enfim, lugar no qual não havia espaço para um José Renato.

Sem poupar críticas a si mesmo, Emildo Coutinho usa da autoficção para traçar um painel dos vinte e seis anos e meio que atuou como jornalista; a infância e o período de prática da escrita, anterior à formação acadêmica, bem como os quatro anos na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).

Jornalistas, escritores, artistas e políticos são alguns dos personagens do romance. Entre eles a esperta Arleth Souza, da revista Olha, que rouba a pauta do jovem recém-formado, e emplaca matéria em edição nacional; Amélia Maria, de tradicional família em cujas mãos estão parte do monopólio dos meios de comunicação de massa do Estado, que publica matéria como se não houvesse um autor.

E muitos outros.

Inclusive mortos – Wilcon Sueno, Arlêncio Davier – e políticos como o deputado federal Loacir Pascholetto, cuja morte foi o assunto mais comentado nas redes sociais em 2012.

Com um texto repleto de coloquialidade, monólogo interior e fluxo de consciência, Emildo Coutinho usa dos pseudônimos irônicos para dar uma pincelada de irreverência a um assunto que faz parte de sua tese de mestrado: o Jornalismo como a indústria que é, e por isso, sem distinção dos outros produtos de consumo.

Jamais Serás um Dhimas Draumann é, também, um romance sobre dramas pessoais, familiares, amorosos e uma reflexão sobre o ato da escrita e da criação literária.

Características
ISBN 978-65-00-01586-7
Número de páginas 402
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor
Emildo Coutinho

Emildo Coutinho é jornalista, professor de inglês-português, mestre em Linguagem e Tecnologia, pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) - na linha de pesquisa Estéticas Contemporâneas, Modernidade e Tecnologia - e doutorando em Tradução pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Com mais de 27 anos anos de experiência no jornalismo, formou-se em 1992 pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e, em 2021, em Letras Português-Inglês pela Unicesumar; atuou em diversos jornais e outros meios de comunicação de massa de Curitiba e no jornal norte-americano The Beltsville News, em Washington D.C., Estados Unidos, país onde residiu durante cinco anos.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários