Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Mulheres nuas
Categorias
Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2893 vezes desde 26/03/2016
Versão
impressa
R$ 30,24
Valor total:
R$ 30,24
Versão
ebook
R$ 11,89
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 30,24
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Mulheres nuas traz em pequenos poemas sentimentos reais, comuns e intensos, em um misto de fragilidade e atrevimento, percorrendo todas as faces da mulher, em sua maneira verdadeira de sentir e de se fazer sentir. A cada página um despir de emoções.

Características
ISBN 978-85-66158-16-8
Número de páginas 99
Edição 1 (2016)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
Suzete Palitos

Suzete Palitos, 53 anos, nascida e residente em Guarulhos/SP. Formada em Pedagogia, sem nunca ter trabalhado na área, é funcionária pública municipal, em sua cidade. Se atreveu a escrever, após conhecer e se encantar pelo Recanto das Letras, site em que pública seus textos.

...

Sou filha, esposa, mãe.

Sou criança, jovem, mulher.

Sou sonho.

Sou realidade.

Sou medo.

Sou atrevimento.

Sou deboche.

Sou recato.

Sou felicidade.

Sou tristeza.

Sou pecado.

Sou perdão.

Sou gargalhada.

Sou pranto.

Sou esperança.

Sou insegurança.

Sou amor.

Sou desilusão.

Sou vítima.

Sou ré.

SOU EU!!

Nome do link: recantodasletras.com.br

Comentários
4 comentários
Adriano Antonio
Quarta | 19.07.2017 às 23h07
Sensacional este livro! www.clubedeautores.com.br/authors/340872
Adriano Vox Pereira
Domingo | 11.12.2016 às 11h12
Um belo livro, poético e intenso desta escritora guarulhense, Suzete Palitos. Percebi em seu livro uma mulher sonhadora, que passou dia e noite, viveu amores, apreciou a vida e os seus privilégios, ficou, despediu-se, calou-se, mas vive, caminha e sufoca no âmago o que alguém ousa sentir, pois cada um possui o seus silêncios interiores. Por grande hora, sonhos e conquistas incontestáveis. Sensíveis.
Samuel Marini
Domingo | 27.03.2016 às 18h03
Olá Suzete, tudo bem? Faço serviço de conversão epub, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book trailer, e outros.. Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.artesam.com - e-mail: [email protected] - página no facebook: www.facebook.com/artesambr
Márcia
Domingo | 27.03.2016 às 14h03
Espetáculo. Mais incrível que a 1ª edição. Novas poesias que se entrelaçam.