O Rosto da Sombra

Por Fernando Lino

Código do livro: 8444

Categorias

Ficção

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5192 vezes desde 05/01/2011
Versão
impressa
R$ 53,96
Valor total:
R$ 53,96
Versão
ebook
R$ 30,40
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 53,96
Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

"Esse homem, cujos braços pendem acima de sua cabeça, foi a minha primeira alma: Um último sorriso. Assim eu o chamo.

Onde ele está agora só há tempo para torturas e lamúrias.

Contemple-o, pois não verá outro igual. Eu sei que ele está sorrindo para você.

Todos que vierem após esse serão diferentes.

Eu entrarei em seus corpos.

E os farei diferentes.

Meu começo é o meu fim.

...OroborO...”

Uma mente misteriosamente insana. Um suspense psicologicamente envolvente, repleto de incógnitas e mistérios deixados pelo caminho numa investigação encabeçada pelos inspetores da OPP na caçada a um perverso e enigmático serial killer.

Características

Número de páginas 408
Edição 1 (2009)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 49,70
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 42,00
Ebook
R$ 21,36
Impresso
R$ 58,33
Ebook
R$ 21,59
Impresso
R$ 50,68
Ebook
R$ 22,49
Impresso
R$ 50,85
Ebook
R$ 23,62
Impresso
R$ 49,49
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 31,67
Ebook
R$ 22,49
Impresso
R$ 48,14
Impresso
R$ 55,74
Ebook
R$ 38,31
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

1 comentários
Segunda | 16.11.2009 às 18h11
Uma suspense policial intrigante que se passa em Toronto, no Canadá, onde um frio e calculista serial killer começa a agir de forma brutalmente peculiar. Como escolhes as vítimas? Um mistério. Qual seu padrão? Uma incógnita. Tudo isso dá início a uma caçada alucinante encabeçada pelos inspetores da OPP, John Hoffman e Darren Miller, que teram de vasculhar a mente insana de um ser muito distante de poder ser chamado de "Humano".