O último post de Sofia Perônio

Por Alexandre Lana Lins

Código do livro: 593867

Categorias

Mistério E Detetive, Engraçado, Literatura Nacional, Ficção

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 757 vezes desde 17/09/2023
Versão
impressa
R$ 43,77
Valor total:
R$ 43,77
Versão
ebook
R$ 21,36
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 43,77

Este livro pode estar à venda na:

Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

O detetive Renato Brapré corre contra o tempo, enfrentando ameaças desconhecidas, para desvendar a verdade obscura por trás da vida brilhante de Sofia Perônio, assassinada misteriosamente. Cada reviravolta revela uma nova camada de mistério, e cada pessoa que convivia com Sofia se torna um suspeito em potencial.

Com reviravoltas surpreendentes e um enredo intricado, "O último post de Sofia Perônio" é um romance policial, que leva os leitores a uma jornada emocionante pela mente brilhante do detetive Renato, enquanto ele desvenda os segredos por trás da vida das celebridades nas redes sociais e confronta uma conspiração mortal que ameaça toda a investigação.

Prepare-se para uma leitura emocionante, onde cada página revela um novo segredo e cada capítulo traz o detetive mais perto da verdade obscura que se esconde no último post de Sofia Perônio.

Características

ISBN 9786500807974
Número de páginas 81
Edição 1 (2023)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Polen
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Fale com o autor

Alexandre Lana Lins

Biografia de Alexandre Lana Lins

Por Carla de Paula ( @Cadridepaula)

Jornalista, escritor, ator e sonhador... Assim é este mineirinho da gema nascido e criado em BH, mas com grande simpatia e boas lembranças de Piranga, cidade da Zona da Mata Mineira.

Nascido em fevereiro de 1977, este pisciano tem como berço uma família com mais 4 irmãos, sendo ele o segundo filho e mais velho dos homens. Carinho, respeito e compreensão não lhe faltavam em casa, bem como a companhia constante de irmãos e primos nas brincadeiras de infância.

Seu envolvimento com as Artes deu-se desde muito cedo, nas viagens pelo Sítio do Pica-pau-amarelo. As histórias de Lobato despertaram no menino sonhador as primeiras incursões na dramaturgia, quando imitava no quintal da sua casa as personagens do programa. Depois veio a admiração pelos Trapalhões – e surgiu os “Trintalhões”, o trio formado pelos irmãos, que se apresentava nas festas de família. Festas aliás que estão devidamente registradas em vídeos que mostram seu talento pela representação.

A admiração por artistas e programas de TV fez do nosso menino um telespectador assíduo. E nasceram as primeiras histórias, ainda na máquina de escrever. Aventuras, romances, contos, suspense... Seus escritos são muitos e variados. As férias chuvosas em Piranga eram uma inspiração ao seu talento como autor.

Veio então o Curso de Teatro e as primeiras peças. Em 1998 estreia em “O Grande Ator”, onde fazia o papel de um diretor atrapalhado. A experiência foi bastante positiva, e logo em 1999 veio a segunda peça, dirigida por Ilvio Amaral: “Eterna Luta entre o Homem e a Mulher”. Dessa vez o desafio era interpretar vários personagens, entre eles um caipira e um machão. Também em 1999 participou da peça “Quem é Ele”. No ano seguinte, o sucesso foi por conta do mordomo James, da peça “Se essa Sogra fosse minha” e o menino Tunico, de “Deu bicho na Bruxa”, personagens inesquecíveis para o ator, que foi dirigido por Marx Barroso.

A paixão pelas letras e pela Arte o levou à faculdade: primeiro Letras, mais tarde substituída pelo Jornalismo, onde encontraria afinidade pela redação e busca de noticias. O ano era 2001, e junto ao Jornalismo veio a autoria de sua primeira peça teatral ainda inédita, “Meu mundo”, e os artigos jornalísticos, como o “Casa dos Artistas", publicado no Jornal de Casa.

Os anos seguintes foram dedicados aos estágios na área de Jornalismo. Alexandre continuava produzindo seus textos e enveredava pelo caminho do Vídeo. Em 2003, apresentou o vídeo “Lições do Tempo”, produzido pelo Sistema Salesiano de Vídeo e em 2006 gravou o vídeo institucional VIDES.

Em 2004, em meio às publicações como a matéria para o site Sebrae, veio o retorno ao Teatro com a peça “Parente não é gente”, como o travesso Curió. No ano seguinte essa mesma peça é apresentada na Campanha de Popularização de Teatro de Belo Horizonte, assim como “A Convenção das Bruxas”, onde interpretou o Morcego Baluke. Era mais uma parceira com Barroso.

A produção escrita do nosso autor foi contínua. Artigos, contos, poemas e, em 2006, as primeiras ideias do seu primeiro livro infanto-juvenil, “Caminhar contra o Vento”, publicado em 2008 na Editora Virtual Libri. Neste ano também, Alexandre reuniu seus escritos em um site pessoal. Era a primeira versão do site www.alexandrelanalins.com.br. Seus textos foram publicados ainda em sites como BrasilWiki! e Recanto das Letras, onde são amplamente comentados pelos leitores e têm grande audiência.

A grande experiência na web, lendo e visitando sites e blogs diversos, inspirou-lhe a ideia do programa “Blog da Vez”, veiculado pela Elo FM, rádio comunitária na qual presta serviço voluntário. O programa aborda e divulga blogs interessantes e curiosos, que valem a pena visitar. Iniciado no ano de 2009, o programa já está próximo da marca dos 100 blogs. Também em 2009 iniciou a história do livro “Sexo, Morte e Boi-bumbá” o qual pretende lançar na web no próximo ano.

“E o sonho não acabou”, diria o grande poeta. O menino-sonhador, o jornalista-ator, o poeta-escritor tem planos de continuar a escrever e voltar a atuar. O encanto das suas palavras é um convite ao mergulho nos seus textos. Conheça e navegue pelo mundo de alexandrelanalins.com.br e construa também os seus sonhos!

Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários