POEMAS ZELINIANOS

Poemas extraídos das obras de José Lins do Rego e outros poemas inspirados

Por ANTONIO COSTTA

Código do livro: 651822

Categorias

Poesia, Literatura Nacional

Compartilhe este livro
Esta página foi vista 671 vezes desde 05/03/2024
Versão
impressa
R$ 59,13
Valor total:
R$ 59,13
Versão
ebook
R$ 32,66
Leia em Pensática
Valor total:
R$ 59,13

Este livro pode estar à venda na:

Este ebook também pode estar à venda na:

Sinopse

Esta coletânea evidencia de modo exclusivo a força da poesia nas obras de José Lins do Rego. O objetivo desta obra é lançar luz sobre a extraordinária capacidade de José Lins em compor verdadeiros poemas em prosa para evocar a atmosfera, os sentimentos e as imagens do Nordeste brasileiro.

Em José Lins do Rego a poesia faz-se presente como em poucos escritores nacionais, permeando grande parte de sua obra, de maneira surpreendente como as cheias do rio Paraíba, que ninguém mais do que ele soube narrar em nossa literatura, descrevendo sua força recriadora de cenários, modificando a paisagem seca do Nordeste brasileiro em mata ciliar florida, verdejantes pastos, e um mar de lavoura de cana de açúcar, que se estendia viçosamente, dançando ao vento, embandeirado pela umidade das várzeas. Mas a poesia na obra do autor de Usina não é apenas um mero recurso estético, utilizado para o embelezamento do texto literário, mas uma ferramenta indispensável para ênfase de seu realismo lírico, destacando-lhe, não apenas como um proeminente escritor regionalista da geração de 30, mas como um dos maiores prosadores da literatura em língua portuguesa.

Artífice de verdadeiros poemas em prosa, José Lins do Rego poderia muito bem, sem nenhum demérito, ser chamado de poeta, pois foi criador de uma vasta produção de textos líricos, impregnados da mais pura poesia, que nada devem aos mais renomados poetas do modernismo brasileiro. Quem pode ler, por exemplo, o trecho do romance Menino de Engenho, que intitulei Fogo na Cana (página 84 deste livro), e não dizer que é um dos poemas mais belos e realistas de nossa literatura?

O fato é que o consagrado escritor paraibano, orgulho das letras nacionais, soube enriquecer sua prosa com a mais pura poesia, como que a impregnasse com o cheiro das flores do campo, da terra molhada pelas primeiras chuvas, das frutas maduras dos pomares da várzea do rio Paraíba, e da fumaça do caldo de cana, fervendo nos tachos, que impregnava tudo, espalhando-se mundo afora.

Agora tenho o imenso prazer de convidar a todos os amantes da poesia para saborearem estas páginas, com gosto de caldo de cana madura, de mel de engenho e de rapadura!

Boa leitura!

— Antonio Costta (Poeta, escritor e artista plástico)

Características

ISBN 9781304798565
Número de páginas 174
Edição 1 (2024)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Idioma Português

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

ANTONIO COSTTA

Antonio da Costa Silva nasceu em 24 de abril de 1972 no Sítio Chã de Areia, município de Pilar, Estado da Paraíba. Filho do agricultor Severino Honorato da Silva e da dona de casa Maria José da Costa Silva. Aprendeu as primeiras letras no Sítio Chã de Areia com a professora “Dona Antonia Matos”, lembrada em alguns de seus livros. Em 1990 concluiu o ensino médio na cidade vizinha de Itabaiana, onde começou a escrever seus primeiros poemas e publicar no jornal A FOLHA, daquela cidade. Em 1992 foi eleito vereador por sua terra natal e reeleito em 1996. Em 1993 Antonio converteu-se à religião evangélica, fato que marcará profundamente a sua poesia. Foi casado com a pilarense Francileide Dias da Costa que faleceu em 1997 - deixando como fruto dessa união (com apenas dois meses de nascida) sua filha Alana Dias da Costa. Em 2000 resolveu sair da política e fixar residência na cidade de Itabaiana, onde mantém uma escola de cursos profissionalizantes. É casado com a itabaianense Ivoneide Altino Costa, de cujo casamento nasceram mais dois filhos: Letícia Pillar Altino Costa e Antonio da Costa Silva Júnior. De 2009 a 2012 exerceu o cargo de secretário adjunto de cultura do município de Itabaiana. Em maio de 2012 recebeu o Título de Cidadão Itabaianense, concedido pela Câmara Municipal. É presbítero da Assembléia de Deus de Itabaiana. O poeta "Antonio Costta", como é mais conhecido, é autor da letra do Hino Oficial de Pilar, de dois CDs de poesias recitadas e de vinte e quatro livros de poemas (incluindo as coletâneas):

Um Juntador de Palavras (Sal da Terra, 2003),

Poesia Nordestina (Sal da Terra, 2004),

Coletânea Poética (Sal da Terra, 2009),

Chuva de Poesias (Sal da Terra, 2011),

Lira dos Quarenta Anos (Imprima, 2012),

Poesia Cristã (Clube de Autores, 2014),

O Poder do Amor (em co-autoria com quatro poetas estrangeiros (Sal da Terra, 2014),

A Moça do Coreto (Sal da Terra, 2014),

Poesia Comentada (Clube de Autores, 2015),

Poesia Reunida (Clube de Autores, 2016),

No Chão da Memória (Clube de Autores, 2016),

Trovas e Pensamentos (Clube de Autores, 2016),

Pensamentos de um Poeta (Clube de Autores, 2017),

50 Sonetos de Amor (Clube de Autores, 2018),

Trovas de mi Corazón (em parceria com o poeta espanhol Cristino Vidal Benavente (Clube de Autores, 2018),

Os Pilares do Brasil - Poemas & Crônicas (Clube de Autores, 2018),

Quem Escuta a Voz do Rio? (Clube de Autores, 2019),

Poemas de Faz de Conta (Clube de Autores, 2019),

Desabafo de uma Pedra (Clube de Autores, 2020);

Se as Pedras Fossem Flores (Clube de Autores, 2020),

Thoughts of a Poet (Clube de Autores, 2020),

Visita de D. Pedro II à Pilar-PB e Outros Poemas Pilarenses (Clube de Autores, 2020),

Poesia Social Clube de Autores, 2020);

As Sementes de Zé Lins (Clube de Autores, 2021);

Poemas Pilarenses (Clube de Autores, 2021).

Costta tem participado de vários fóruns literários em língua portuguesa e espanhola, a exemplo do “Poesia Pura”, “Poetas do Amor e da Paz” e “Recanto das Letras”. Em 2015 teve seu poema "Verde que te quero verde" selecionado no concurso nacional de poesia "Prêmio Sarau Brasil 2015" e o soneto "Viver é Amar" também classificado em outro concurso nacional o "Premio Poetise 2016", ambos organizados pela Editora Vivara. Em fevereiro de 2015 Antonio Costta tornou-se membro da Academia de Cordel do Vale do Paraíba.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 49,74
Ebook
R$ 32,66
Impresso
R$ 50,01
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 53,34
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 50,73
Impresso
R$ 51,76
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 61,30
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 53,48
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 51,05
Ebook
R$ 23,62
Impresso
R$ 49,75
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 58,53
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 53,02
Ebook
R$ 27,01
Impresso
R$ 53,76
Ebook
R$ 27,01
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários