Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Sonetos de José Guimarães
Poesias, acrósticos e sonetos sobre a vida cotidiana observada pelo autor
Categorias
Entretenimento, Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 2274 vezes desde 31/07/2014
Versão
impressa
R$ 30,44
Acabamento
Valor total:
R$ 30,44
Versão
ebook
R$ 12,27
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 30,44
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O livro Sonetos de José Guimarães contém poesias escritas em forma de acrósticos e sonetos. Poemas sobre a vida cotidiana, impressões do autor durante algum tempo.

Um dos poemas do livro é:

Noite:

"Ó noite perversa que não me deixa dormir

Que me mantém acordado pensativo e angustiado

Devolva-me a paz e não me deixe amedrontado

Preocupado com o rumor que transcende de fora."

Características
Número de páginas 67
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
José Guimarães e Silva

Professor, escritor e blogueiro.

Autor dos livros A Campainha Luminosa, A Figurinha Roubada, Companheiro de Viagem, Keity e as Meninas, Mokolóton Extraterrestre, O Pintinho Amarelinho e os Patinhos Nadadores, O Porquinho no Espelho, O Ursinho Chorão, O Ursinho Chorão e Outras Histórias, Palavras que Transformam, Orações ao Senhor Deus.

Natural da cidade de Cáceres, Estado de Mato Grosso.

Cresceu na cidade de Cuiabá, Capital do Estado de Mato Grosso.

Reside atualmente em Cuiabá-MT.

Dinheiro Legal : https://dinheirolegal.com/

Contos e Estudos Bíblicos : https://contosbiblicos.com/

Livros Infantis de José Guimarães: livrosinfantisdejoseguimaraes.wordpress.com/

Blog de Juca Escritor : jucaescritor.blogspot.com/

Blog Mokolóton Extraterrestre : mokoloton.blogspot.com.br/

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários