TROFÉU DE SOLIDÃO
Categorias
Drama
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1344 vezes desde 16/11/2013
Versão
impressa
R$ 31,42
Valor total:
R$ 31,42
Versão
ebook
R$ 12,92
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 31,42
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A história de Troféu de Solidão inicia-se como a vida; a primeira cena retrata o nascimento de Gabriel, filho de Raul e Márcia, um casal paulistano. A segunda cena nos transporta ao ano de 1980, quando Gabriel está com 12 anos de idade. A família passa férias na fazenda dos pais de Raul, em uma pequena cidade (fictícia) do Norte do Brasil chamada Cascata. Entre muitas lavadeiras está Matilde, uma jovem sonhadora. Ela acredita que em São Paulo seus problemas tenham fim.

Raul, um aclamado escritor romancista. Márcia, uma arrogante socialite. O casal está em crise no casamento. O principal tema do divorcio é a educação de Gabriel.

A mãe de Matilde falece nas mãos da injusta realidade do sertão; a falta de médico. Ainda mais revoltada, Matilde rouba o dinheiro da própria família. Ela chega a São Paulo de carona. Onde reside por cinco anos.

Matilde e Gabriel frequentam o mesmo bar no bairro de Pinheiros em São Paulo; um bar noturno de clima descontraído. Frequentado por jovens poetas.

Na cena VI, Gabriel está com 16 anos; Matilde com 22. Gabriel tornara-se gay, o segredo do fato é alimentado pelo preconceito de Márcia. Matilde namora Mauro, o músico do bar. Ela engravida dele. Mauro se recusa a assumir o filho. Matilde decide retornar a Cascata. Ela acredita que sua gravidez comova sua família. Chegando em sua cidade natal, Matilde descobre que a família se mudara sem deixar o novo endereço. Ela vai à cachoeira do véu, em Cascata, para decidir o que fazer da vida. É lá que Matilde, desde pequena, se refugia quando tem que tomar alguma decisão.

Em busca de inspiração para escrever, Raul vai a Cascata terminar seu novo livro. É na “deserta” cachoeira do véu que ele conhece Matilde. Meio a uma discussão eles dialogam sobre os porquês da vida.

Enquanto isto, em São Paulo, Márcia descobre a homossexualidade do filho. Faz um escândalo no bar onde Gabriel e seu namorado, Afonso, frequentam. Proibindo o namoro. Gabriel sente-se perdido. Escreve uma comovente carta e se suicida.

Márcia enlouquece de culpa. Após o enterro do filho, Raul retorna a Cascata. É na cachoeira do véu que reencontra, por acaso, Matilde. Ele fala para ela sobre a dor de perder um filho.

Matilde fora a cachoeira do véu buscando refúgio. Precisa de paz para enfrentar seu maior problema, o aborto.

Meio a uma forte hemorragia Raul procura ajuda médica. Matilde morre com a falta de médico na cidade, esta foi a única herança deixada por sua mãe.

A peça Troféu de Solidão termina como vida; a última cena retrata a morte de Matilde. Ela falece nos braços de Raul.

Características
Número de páginas 104
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 34,16
Ebook
R$ 20,45
Impresso
R$ 37,65
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 28,70
Impresso
R$ 45,77
Impresso
R$ 39,75
Impresso
R$ 55,50
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 38,93
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 32,92
Impresso
R$ 31,90
Ebook
R$ 14,36
Impresso
R$ 28,24
Comentários
1 comentários
Antonio Vieira dos Santos
Sábado | 16.11.2013 às 20h11
Um relato sensível da natureza humana, ótima leitura.