Um de menor que se chamou Humanidade
50 primeiras páginas
Categorias
Ficção
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5194 vezes desde 07/05/2012
Versão
impressa
R$ 32,94
Valor total:
R$ 32,94
Versão
ebook
R$ 11,84
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 32,94
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Não está à veda. É só uma amostra das 50 primeiras páginas, com letras ampliadas para facilitar a leitura. A versão integral encontra-se à venda, em volume único, na Livraria.

CAPA ISMAEL GERALDO

Características
Número de páginas 180
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Tom Azevedo

Nasci no Rio de Janeiro, tenho 70 anos. Estudei até a quarta série do antigo curso ginasial. Trabalhei como escriturário contratado no Banco Central, como balconista em loja de peças de caminhão, caminhoneiro, ferro-velho, camelô, servente de pedreiro, lenhador, lavrador, criei vacas, porcos, galinhas, servi o exército em 1961, trabalhei por 12 anos para uma editora fazendo traduções de espanhol e a seguir de inglês, traduzi Dickens, Poe, Herman Melville, no fim escrevia minhas próprias estórias populares de faroeste. Tenho alguns trabalhos pequenos publicados, livro impresso, via concurso, em duas ou três editoras. Meu primeiro conto publicado em livro impresso via concurso foi “O homem que grita”, nos anos 60, num concurso do apresentador de TV Flávio Cavalcanti, “A grande chance na literatura”. Em 2005 publiquei 5 crônicas no jornal eletrônico de esquerda Carta Maior. Hoje sou aposentado, escrevo, tenho material que dá para publicar pelo menos uns 200 livros, todos inéditos e faço música popular brasileira. Tom Azevedo.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 53,13
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 57,38
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 51,42
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 40,45
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 27,17
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 27,58
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 51,06
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 49,28
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 52,83
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 54,27
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 39,05
Ebook
R$ 11,84
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 34,40
Ebook
R$ 13,51
Impresso
R$ 39,33
Impresso
R$ 36,75
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 38,67
Impresso
R$ 49,68
Impresso
R$ 36,10
Comentários
5 comentários
Gesiel Nunes Machado
Quarta | 23.05.2012 às 01h05
Escritor, você me parece um cara bastante problemático! Alucinações poéticas por Gesiel Nunes Machado.
Luciano Luíz
Quarta | 09.05.2012 às 09h05
Escritor... deixa o Tom... e vai criticar os meus livros: http://www.clubedeautores.com.br/authors/44613 ^_^
Escritor
Terça | 08.05.2012 às 15h05
Sim,com certeza,mas em um título de livro incomoda esta forma.Não vem ao caso,se é ou não,obra de ficção.O faot de não vivermos de erudição não significa dizer que não queremos ver algo escrito da forma como tem que ser. Nem me referi se a obra estava ou não completa,percebi que tem dois volumes,mas incomoda e não compro títulos assim. Fica a critério de cada um.
Luciano Luíz
Segunda | 07.05.2012 às 17h05
Olha... a língua portuguesa abrasileirada é riquíssima! Não existe nenhum problema em usar "DE MENOR". Ainda mais, em se tratando de uma obra de ficção. Porém, até mesmo em textos científicos é possível usar o termo. Afinal, trata-se da linguagem popular. Seria o mesmo que querer mudar as palavas usadas em uma entrevista. E isso não se faz. Pois não vivemos somente de erudição. Quanto a essa versão disponível não estar pronta (ou completa), é um caso a parte...
Escritor
Segunda | 07.05.2012 às 07h05
É por isto que não dá certo,fazer livro sem revisão.O título completamente errado,vou te ajudar cara: UM MENOR QUE SE CHAMOU HUMANIDADE. A palavra de menor não existe,você como escritor,tem obrigação de saber o português ok?