Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Um Ou Mais Graus de Separação
Histórias de Quem Escreve Por Aí
Categorias
Poesia, Humor, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3212 vezes desde 26/08/2012
Versão
impressa
R$ 31,68
Coloração
Valor total:
R$ 31,68
Valor total:
R$ 31,68
Sinopse

Fui impulsionada quando menos esperava. O momento de incerteza transformou-se em realidade aumentada. Era preciso ocupar corpo e mente em algo que fosse produtivo.

Sempre quis escrever um livro. Sempre não: a primeira lembrança que tenho desta vontade data da minha quinta série. Cheguei a mostrar um trecho de algo que escrevi para a professora de Português e ela me fez ler em frente a toda a sala - algo que me deixa um tanto quanto embaraçada até os dias de hoje. Aquele texto não foi pra frente (nem deveria).

Só que há vários e vários cadernos lotados de histórias e trechos inacabados em casa. Mas eles nunca saíram de sua zona de conforto, seu mundo micro. E, por saber e imaginar, tinha a certeza de que muitos amigos passavam pelo mesmo dilema. Se não eles, os amigos deles.

Observava também meu colega de trabalho Vinícius Gandolphi (que está neste livro) publicando seus poemas diários em sua linha do tempo do Facebook e a vontade de despertar meus amigos escritores só crescia.

Então comecei tímida. Assegurei-me nas aulas de Planejamento Gráfico da faculdade e botei na cabeça de que tinha a capacidade para diagramar um e-book completo, mesmo que não tivesse lá muita paciência para contar centímetros. Logo comecei a convidar amigos, anunciei nas redes sociais e, quando vi, meu projeto já era destaque no site laboratório dos alunos do quarto ano. Depois, eu e o Vinícius concedemos uma entrevista para a Rádio CBN - daí foi quando assinei o compromisso de fato.

Encarei as réguas e regras do InDesign CS6. Resolvi procurar por uma fonte sem serifa (mais leve para a leitura na tela do computador, dizem os professores desde o primeiro ano) que me agradasse esteticamente (espero não ter errado feio na decisão). Aqui nesta versão física ela ganhou uma versão em Minion Pro, curta e grossa.

Ao mesmo tempo escrevia com um grupo na faculdade a minha primeira monografia. Stanley Milgram e sua Teoria dos Seis Graus de Separação eram meus objetos de estudo - mas vale citar que esta é uma obsessão minha há certo tempo.

Portanto, o título para este livro não tardou a vir. Com tudo isso na cabeça, cravei uma ideia: todas as pessoas que enviaram seus textos estavam ligadas de alguma forma entre si.

Só que agora, nas mesmas páginas, nenhum grau as separa mais.

Características
Número de páginas 71
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Tipo de papel Offset 75g
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários