Barco de Papel
Categorias
Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 7430 vezes desde 08/05/2014
Versão
impressa
R$ 40,61
Valor total:
R$ 40,61
Valor total:
R$ 40,61
Sinopse

Inspirando-se na imagem pueril, bela e simbólica como mensageira de boas-novas, desejos, realidades e emoções genuínas, João Alberto batiza esta obra, muito adequadamente, com o título “Barco de Papel” em cujo brinquedo, que preencheu os mágicos dias de sua meninice, embarcou levando na mala a vivacidade de suas vivências e aspirações. Neste trabalho, o autor partilha uma vez mais com o público leitor – assim como nos atributos dos inesquecíveis barquinhos de papel – a simplicidade, a naturalidade e a graciosidade de seus poemas haicai que se originam na contemplação dos acontecimentos quer na natureza quer no cotidiano da vida. Durante esses momentos de pura experiência estética e sensível, depreende as imagens e delas extrai suas reflexões fazendo brotar a poesia atilada e concisa, principal característica do haicai.

Características
Número de páginas 105
Edição 1 (2014)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
João Alberto de Faria e Araújo

João Alberto de Faria e Araújo é poeta e escritor premiado no Brasil e no exterior. Tem obras publicadas em diversas antologias, blogs, jornais e revistas no Brasil e na Alemanha, Itália, Portugal e Suíça. É membro da SBPA – Sociedade Brasileira dos Poetas Aldravianistas.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 35,07
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 29,77
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 38,25
Ebook
R$ 14,53
Impresso
R$ 30,89
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 30,88
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 30,10
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 32,29
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 27,70
Ebook
R$ 12,16
Impresso
R$ 43,12
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 31,27
Ebook
R$ 17,25
Comentários
2 comentários
Lauro Serafini
Terça | 16.12.2014 às 08h12
Seu João, primeiramente gostaria de cumprimentá-lo e parabenizá-lo pelo excelente livro “Barco de Papel”. Hoje eu o li e me encantei com o estilo haicai que eu não conhecia. Cada página revivi momentos da minha infância e, por muitas vezes, lembrava de lindos e imortais momentos que tive com meu falecido pai. Agora, lerei outros dois livros seus – “Paginas ao vento” e “Eu, Nós e Nossos Eus”. Tornei-me um fã dos seus livros.
Cláudia Menezes
Terça | 08.07.2014 às 12h07
Foi a primeira vez que tive contato com esse estilo poético que retrata cenas da natureza e do cotidiano e que escapam a sensibilidade comum e me encantei com a sua leveza e simplicidade. Simplesmente fascinantes!