Causos e Contos do Nenê Melo
Edição Revista e Atualizada
Categorias
Não Ficção, Biografia, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 3988 vezes desde 30/08/2012
Versão
impressa
R$ 38,21
Valor total:
R$ 38,21
Versão
ebook
R$ 25,83
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 38,21
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Nenê Melo foi um dos últimos proseadores e contistas populares, os chamados “contadores de causos”, que nos tempos atuais estão em absoluta via de extinção.

Bastava que no seu crivo os casos ou criaturas fossem pitorescos que não havia a menor possibilidade de escapatória: iam, a toque de caixa, para a sua implacável coleção de contos e fatos, transformando-se em pequenas obras-primas, que pacientemente datilografava nas suas laudas.

E era precisamente nesses contos que aflorava o seu talento inato para colorir situações aparentemente banais, com todas as nuanças pintadas com a rara sensibilidade de um artista.

Por motivos alheios à sua vontade, como ocorreu com a maioria dos contistas espontâneos da sua geração, não publicou os seus causos para a posteridade.

Felizmente, porém, através da prospecção dos seus escritos, o autor reuniu alguns desses episódios, resultando na presente publicação, que permitirá ao leitor descortinar essa mundo de pequenas obras-primas, ricas em detalhes e saborosas na textura.

Características
Número de páginas 151
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Adalberto Antunes de Melo

Adalberto Antunes de Melo é natural de Paranapanema, pequena e bela cidade do sudoeste paulista, onde nasceu em 1953. No período de 1955 a 1969 residiu com os seus pais em Dois Córregos, São Manuel e Itaí, fixando residência em Avaré, no início de 1970. Nessa cidade concluiu o ensino médio e o curso de contabilidade (Instituto Sedes Sapientae) e, logo após, formou-se educador físico graduado pela ESEFA.

Porém, sempre foi amante das artes e das letras. Tanto que, com apenas 12 anos escreveu (num caderno brochura) um pequeno romance intitulado Helga, que narrava o drama de uma pequena refugiada de guerra. Aos 13, adquiriu um violão e aprendeu os segredos do acompanhamento sozinho. Aos 15, desenhou uma história de quadrinhos completa, com cerca de 12 páginas. Aos 18 trabalhou como jornalista no jornal “O Avaré”, onde, além dos seus artigos jornalísticos, editava a coluna cultural “Jornatransa”. Concomitantemente era locutor do noticiário “Líderes da Notícia”, da Rádio Avaré.

Entretanto, como costuma dizer, pelas contingencias da vida, tendo se casado aos 21 anos tornou-se profissional liberal, mas, prosseguiu no seu sagrado universo das artes escrevendo diversos ensaios, contos, poemas e canções, alguns editados em livros, outros em jornais e blogs. Também é autor de vários óleos-sobre-tela, onde, a exemplo das suas outras atividades artísticas, as atribui unicamente à sua intuição, constituindo-se em autêntico autodidata.

No ciberespaço mantém o blog cultural Livre-Pensar (veja o link), e no diHITT a comunidade Livre-Pensar Escritores. No Clube de Autores publicou os livros “Dos Caminhos e das Estações”, “Causos e Contos do Nenê Melo” e “Crônicas e Memórias de um Obscuro Escriba”.

Comentários
0 comentários