Definição de um novo modelo para o Storytelling
Categorias
Economia, Economia, Condições Econômicas
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 6479 vezes desde 24/10/2014
Versão
impressa
R$ 35,83
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 35,83
Versão
ebook
R$ 13,29
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 35,83
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Define e apresenta um novo modelo para o storytelling que em suas bases contribua para alterar as estruturas excludentes da sociedade e melhorar as condições de vida das pessoas na periferia do capitalismo global. Acreditamos que se uma iniciativa individual criar um modelo de Fundação Autosustentável haverá de impactar sobre os padrões de concorrência em determinados setores devido a sua extrema política de responsabilidade social, (tendendo a expulsar ou bloquear a entrada de empresas capitalistas). E ainda, elevar os níveis de renda, emprego e, numa fase mais avançada, quando este tipo de organização se tornar hegemônica, a minimizar os efeitos perversos gerados pela expansão da forma capitalista de produção. Enfim, tal iniciativa haverá de reduzir, mesmo que marginalmente, o desemprego, a desigualdade social e outros problemas relacionados, constituindo, portanto, num sistema de compensação àqueles apontados pelos neomarxistas como a superexploração da força de trabalho. Acreditamos que se uma fundação entrar no mercado oferecendo produtos como forma de gerar lucros e oferecê-los na forma de políticas públicas a seu público-alvo, haverá de numa fase avançada alterar o padrão ou o modo de concorrência vigente entre empresas em determinado mercado ou setor. E devido a sua extrema política de responsabilidade social, se tornar hegemônicas. E desta forma, tende a elevar a acumulação interna da economia. Uma vez que o modelo não admite participações de empresas em seu capital, ou seja, não pode ser vendida; interfere no processo de expropriação de excedente pelas economias cêntricas, minorando a necessidade de atrair capitais, logo com a lógica especulativa na periferia do capitalismo global, rompendo, portanto, com aquilo que caracteriza o fenômeno da dependência econômica. Ao romper com o fenômeno da dependência econômica, estabelecendo assim, as condições para a superação do subdesenvolvimento econômico.

Características
Número de páginas 32
Edição 1 (2014)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
João Batista da Silva Oliveira

Graduado em Ciências Econômicas, Estudante de Teosofia desde 1996 e editor do site ecomplex

Comentários
0 comentários