Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
LATIM
O VERBO DO DIREITO
Categorias
Direito
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 7092 vezes desde 03/05/2013
Versão
impressa
R$ 99,23
Acabamento
Valor total:
R$ 99,23
Versão
ebook
R$ 33,37
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 99,23
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O que notamos no dia a dia, são centenas de alunos de direito embarcando no campo de trabalho sem a mínima noção de sintetizar a palavra (verbo).

Da mesma forma, muitos advogados se perdem em raciocinar pelo mesma causa. Quantas peças jurídicas poderiam ser reduzidas ao necessário, caso o conhecimento do Verbo – Latim estivesse presente nos currículos escolares.

Conhecer o Latim é:

Resumir uma secular experiência jurídica, que encerra a sabedoria de uma identidade.

Servir de orientação para o intérprete e o estudante, no momento de compreender e aplicar a norma.

Sintetizar em poucas palavras um conceito universalmente aceito.

Portanto, A finalidade desse modesto dicionário é aguçar o intelecto, para desenvolver o espírito de análise, para acostumar-se à calma e à ponderação, para tornar-se mais observador, para aperfeiçoar-se no poder de concentração de espírito e para obrigar-se à atenção.

Enfim, aprender latim é aprender a pensar.

Características
Número de páginas 222
Edição 1 (2013)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Coloração Colorido
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
ESTÊVÃO ZIZZI

Advogado especialista na defesa do consumidor. Exerceu os seguintes cargos: Assessor Técnico; Chefe do Departamento Jurídico e Secretário Executivo do Procon Estadual do Espírito Santo. Fundador e primeiro Diretor do Procon de Guarapari. Fundador e Coordenador do Procon de Vila Velha. Diretor Presidente do Instituto de Defesa do Consumidor – IDECON. Parecerista da GERÊNCIA DE PROCESSO ADMINISTRATIVO DO ESTADO – GEPAD . Consultor Jurídico CENTRO TECNOLÓGICO BRASILEIRO – CETEBRA. Diretor Presidente da ESCOLA DE SERVIÇO PÚBLICO DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO – ESESP. Chefe de Gabinete da PROCURADORIA GERAL DO ESTADO DO ESPÍRITO SANTO. Assessor Técnico do INSTITUTO TECNOLÓGICO, INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO – PRODEST . Consultor Jurídico da SOCIEDADE PESTALOZZI DO ESPÍRITO SANTO. Consultor jurídico do CONSELHO REGIONAL DOS CORRETORES DE IMÓVEIS DO ESPÍRITO SANTO. Consultor Jurídico da ESCOLA DE CRIANÇAS COM NECESSIDADES ESPECIAIS NOSSA SENHORA DA PENHA - EXPENHA .

Linha Direta do Consumidor.com: www.linhadiretadoconsumidor.com

Fórum do consumidor: www.forumdoconsumidor.blogspot.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 38,29
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 42,39
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 53,77
Ebook
R$ 33,37
Impresso
R$ 52,49
Ebook
R$ 33,37
Impresso
R$ 55,01
Impresso
R$ 33,87
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 79,63
Ebook
R$ 44,13
Impresso
R$ 86,43
Ebook
R$ 65,65
Impresso
R$ 84,16
Impresso
R$ 53,60
Ebook
R$ 22,60
Comentários
9 comentários
Emanuel
Domingo | 05.10.2014 às 14h10
Realmente. Precisamos conhecer o Latim. Recomendo! Parabéns!
Miranda
Sexta | 13.09.2013 às 08h09
Gostei muito de conhecer a nossa lingua perdida. Parabéns!
Ricardo
Terça | 03.09.2013 às 10h09
Importante livro para todos nós. Pena que os bancos das faculdades pouco falaram sobre o assunto.
Melquer
Segunda | 19.08.2013 às 10h08
A forma da pronúncia é excelente. Parabéns!
Luciano
Segunda | 29.07.2013 às 22h07
Uma pena que nas faculdades esquecem de tão importante matéria fundamental ao direito. Parabéns pela iniciativa.
Elder
Sexta | 26.07.2013 às 12h07
Excelente manual para se ter conhecimento da aplicação correta do latim nas petições.
Victor
Domingo | 21.07.2013 às 14h07
Realmente uma obra fundamental para nós. Parabéns!
Lafaette
Segunda | 27.05.2013 às 01h05
Obra fundamental a nós operadores do direito. Além da seleção excelente dos brocados. A dica de como pronunciar é perfeita.
Eduardo Almeida
Segunda | 06.05.2013 às 23h05
Excelente obra. Podemos recordar a forma de pronúncia, bem como sintetizar nossas peças processuais.