Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Olhos Ferinos
Categorias
Ficção, Literatura Nacional, Poesia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 606 vezes desde 25/07/2017
Versão
impressa
R$ 35,86
Valor total:
R$ 35,86
Valor total:
R$ 35,86
Sinopse

Olhos Ferinos

Curvo-me, vergo-me, mas não apodreço,

Meço a umidade dos ventos a quem há muito tempo peleja

Afasto-me dos olhos doces que tentam tantas coisas me dizerem,

Mas o mel de açucena envenena e fecha a garganta da presa,

Curvo-me humildemente devido a ignorância que me permeia,

Tendo aos acenos do saber, que me estendem os braços

Mas esses olhos me acenam também, são feitos de aço banhados em azul

Ou seja, o reflexo do céu no polido metal de armadilhas

A boca que brilha o vermelho batom escondendo as presas aguçam-me os sentidos

Há nos teus olhos a divina presença que condensa o homem incauto,

Revestido de tramas sutis, admirares cáusticos ou de mel deixar a língua surpresa,

Curvo-me ao beijar-te os pés, mas os permeios das ancas falam a língua dos menestréis,

Dos paraísos aos bordeis, de tantas piedosas más intenções a induzirem-me a beber do ventre das águas, das profundezas dos astros, dos infinitos sumidouros dos céus,

A virgem madura serpente, da maçã que come gente, a redemoinhar como vento querendo desviar-me os passos,

Curvo-me ao lamento dos olhos que choram lágrimas de fulgor difuso,

Mas não bebo do liquido que salivas, oferecendo-me os lábios, substância que me ofertar os alimentos,

Se bebo, a minha boca morre, as veias secam, e o meu sangue me consumirá feito vinho tinto fervente a cozer-me o cérebro, a alma e a vida que ainda esteja a contar-me os dias,

Curvo-me ao amor, as miragens e os desertos,

E os teus pés caminham seguindo os meus, atiçam-me as areias aos olhos e a pele que me resta, tosta-as ao sol

Desfiei os músculos e moí os ossos, a carne desfez-se ao contato das tuas,

Padeço de insanos desejos a deflorar-me as vontades,

Curvo-me enfim ao destino do homem perdido, entregue, como um servo penitente e louco,

E tu ris assim de mim, olhos inocentes, mas sem piedade

Características
Número de páginas 68
Edição 1 (2017)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,65
Ebook
R$ 11,84
Impresso
R$ 44,53
Impresso
R$ 48,41
Ebook
R$ 13,99
Impresso
R$ 43,81
Impresso
R$ 38,90
Impresso
R$ 40,04
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 41,11
Ebook
R$ 22,60
Impresso
R$ 51,33
Ebook
R$ 21,53
Impresso
R$ 38,93
Comentários
1 comentários
ArteSam
Terça | 25.07.2017 às 19h07
Olá Charles, tudo bem? Faço serviço de conversão epub, capa, solicitação de ISBN, providência de ficha catalográfica, revisão, book trailer, ilustrações, e outros... Caso tenha interesse, fale comigo. Meu site - www.artesam.com - e-mail: artesam@outlook.com.br- página no facebook: www.facebook.com/artesambr