OMS À SERVIÇO DA CHINA
Geopolítica
Categorias
Política Pública, Política Prática, Globalização, Não Ficção, Ciências Biológicas, Ciência Política
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 298 vezes desde 19/04/2020
Versão
impressa
R$ 55,33
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 55,33
Versão
ebook
R$ 15,07
Disponível em:
epub
Valor total:
R$ 55,33
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

A China comunista é hoje um dos maiores perigos ao Ocidente de raízes cristãs. O jogo que Pequim fez em 2020 que está provocando uma quebradeira financeira e um terror biológico poderá ter conseqüências ainda piores. Devemos começar um processo de boicotar produtos chineses, não alimentando esta máquina comunista.

A Organização Mundial de Saúde é só mais um braço do comunismo, esta organização segue a cartilha de Pequim principalmente agora sob a direção de Tedros Adhanom.

Você conhece o braço globalista das Nações Unidas que foi recentemente responsável por espalhar desinformação sobre a crise do COVID19 para pessoas de todo o mundo?

Acontece que um dos principais membros da Organização Mundial da Saúde é um ex-membro do violento partido comunista etíope.

Este é o mesmo grupo de pessoas que negaram tratamento médico de emergência a um grupo étnico.

Tedros Adhanom Ghebreyesus é acusado de supervisionar pessoalmente a extradição de dissidentes que mais tarde foram presos e torturados.

O Summit News informa:

Tedros Adhanom Ghebreyesus repetidamente repetiu os pontos de discussão do Partido Comunista Chinês, elogiando constantemente a resposta de Pequim ao coronavírus, apesar do fato de a China ter ocultado a verdade sobre sua disseminação e silenciar cientistas e médicos que tentaram alertar o mundo.

Agora sabemos o porquê.

Como John Martin explica em sua excelente peça 'Os Crimes de Tedros Adhanom', durante seu tempo na Etiópia, o chefe da OMS era membro da Frente de Libertação do Povo de Tigray (TPLF), um violento partido revolucionário comunista listado como organização terrorista pelo governo dos EUA nos anos 90.

Segundo um jornal etíope, Adhanom foi listado como o terceiro membro mais importante do comitê permanente do politburo no TPLF.

Martin escreve como o TPLF se envolveu em “discriminação sistemática e violações de direitos humanos” ao recusar atendimento médico de emergência ao grupo étnico Amhara por causa de sua afiliação ao partido da oposição. O Ministério da Saúde que supervisionou esses abusos foi liderado na época por Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Você conhece o braço globalista das Nações Unidas que foi recentemente responsável por espalhar desinformação sobre a crise do COVID19 para pessoas de todo o mundo?

Acontece que um dos principais membros da Organização Mundial da Saúde é um ex-membro do violento partido comunista etíope.

Este é o mesmo grupo de pessoas que negaram tratamento médico de emergência a um grupo étnico.

Tedros Adhanom Ghebreyesus é acusado de supervisionar pessoalmente a extradição de dissidentes que mais tarde foram presos e torturados.

O Summit News informa:

Tedros Adhanom Ghebreyesus repetidamente repetiu os pontos de discussão do Partido Comunista Chinês, elogiando constantemente a resposta de Pequim ao coronavírus, apesar do fato de a China ter ocultado a verdade sobre sua disseminação e silenciar cientistas e médicos que tentaram alertar o mundo.

Agora sabemos o porquê.

Como John Martin explica em sua excelente peça 'Os Crimes de Tedros Adhanom', durante seu tempo na Etiópia, o chefe da OMS era membro da Frente de Libertação do Povo de Tigray (TPLF), um violento partido revolucionário comunista listado como organização terrorista pelo governo dos EUA nos anos 90.

Características
ISBN 979-86-385-2358-9
Número de páginas 514
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Escriba de Cristo

É licenciado em Ciências Biológicas e História pela Universidade Metropolitana de Santos; possui curso superior em Gestão de Empresas pela UNIMONTE de Santos; é Bacharel em Teologia pela Faculdade das Assembleias de Deus de Santos; tem formação Técnica em Polícia Judiciária pela USP e dois diplomas de Harvard University dos EUA sobre Epístolas Paulinas e Manuscritos da Idade Média. Radialista profissional pelo Senac de Santos, reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Nasceu em Itabaiana/SE, em 1969. Em 1990 fundou o Centro de Evangelismo Universal, a qual preside; hoje se dedica a escrever livros e ao ministério de intercessão. Não tendo interesse em dar palestras ou participar de eventos, evitando convívio social.

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 40,69
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 44,19
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 37,26
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 54,63
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 42,96
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 50,84
Ebook
R$ 16,14
Impresso
R$ 45,55
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 93,93
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 70,21
Ebook
R$ 15,07
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 31,51
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 39,42
Ebook
R$ 12,92
Impresso
R$ 33,98
Ebook
R$ 13,98
Impresso
R$ 43,20
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 52,08
Ebook
R$ 21,53
Impresso
R$ 46,05
Ebook
R$ 15,07
Impresso
R$ 102,93
Ebook
R$ 65,65
Impresso
R$ 31,73
Ebook
R$ 22,60
Comentários
0 comentários