Os Seis Patetas
Categorias
Artes, Artes Cênicas, Humor, Filme
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1587 vezes desde 18/02/2019
Versão
impressa
R$ 45,33
Valor total:
R$ 45,33
Versão
ebook
R$ 25,19
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 45,33
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Os Três Patetas, na verdade, eram seis. A primeira formação foi reunida por Ted Heally. Nos palcos, Heally usava como “escadas” (cômicos secundários que preparam a piada para o protagonista) os irmãos Moe e Shemp Howard (Moe é o brigão de cabelo tigela); Shemp (o idiota com cabelo dividido ao meio). Em 1925 juntou-se à trupe Larry Fine (o do cabelo estilo palha de aço). Estava criado os Three Stooges (a palavra stooge significa algo como “capacho” e era usada para designar o “escada” no teatro vaudeville).

Em 1932, farto das constantes ameaças e bebedeiras de Heally, Shemp, o mais velho dos Howard, abandonou o barco.

Para substituí-lo, Moe recrutou seu irmão caçula, Jerome Howard. Gordinho, de cabeça raspada e apelidado de Curly (“encaracolado”, em inglês), ele se tornaria o mais amado dos Patetas.

Durante a filmagem do curta de número 97, em 1946, um derrame colocou fora de combate o pateta Curly.

Começaria então a linhagem dos “Terceiros Patetas”, sempre com Moe e Larry encabeçando o time.

Substituto natural do irmão caçula, que morreria em 1952, Shemp voltou ao posto que já havia ocupado nos palcos. Ele fez 77 curtas dos Três Patetas até ser vitimado por um ataque cardíaco em 1955.

Joe Besser (1907-1988) assumiu o posto em 1956. Gordinho e careca, Besser encarnava um tipo meio efeminado, espécie de adulto com mentalidade de bebê. No total, Moe, Larry, Curly, Shemp e Joe rodaram 190 curtas-metragens para o estúdio.

Em 1958, Joe DeRita foi agregado ao grupo para uma série de shows.

O primeiro deles, em outubro de 1958, foi um desastre. Seguiu ensaiando e em pouco tempo já havia se tornado um perfeito terceiro pateta.

Não hesitou em adotar o nome artístico de Curly-Joe, que fazia menção a dois de seus antecessores no posto.

Desta forma, Os Três Patetas foram na realidade seis: Moe, Larry, Shemp, Curly, Besser e Joe DeRita.

Em 142 páginas você ficará sabendo a história, a biografia de cada um deles, bem como toda a filmografia destes adoráveis patetas.

Características
ISBN 978-85-93232-05-3
Número de páginas 142
Edição 2 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Couche 90g

Tem algo a reclamar sobre este livro? Envie um email para atendimento@clubedeautores.com.br

Israel Foguel

Nasceu em Pirassununga, sob o signo de Escorpião. Além de escrever, sempre gostou de teatro, desenho, cinema e fotografia. É colecionador de séries antigas de televisão e de filmes que fazem a história do cinema.

Em 1976 formou-se em Comunicação e Expressão pela Faculdade de Ciências e Letras de Araras. Na faculdade, começou a escrever montar, dirigir e atuar em peças teatrais. Em 1991 concluiu o curso superior de Pedagogia e em 2012 concluiu pós-graduação em Meio Ambiente.

Atendendo a um convite, começou a escrever, primeiramente no jornal “O Movimento”, de Pirassununga. Seguiram-se “O Imparcial”, de Aguaí; “Folha de Casa Branca”; “Folha de Palmeiras”, de Santa Cruz das Palmeiras; “A Imprensa”, de Vargem Grande do Sul; “O Popular”, de Pirassununga; “Jornal de Pirassununga”, “JC Regional” e, finalmente, a “Folha de Pirassununga”, no qual chegou a ser seu diretor.

Fundou e redigiu os jornais “O Estudante” e “O Servidor”. Foi ilustrador de um Guia de Pirassununga lançado em 1978.

No campo teatral, fundou diversos grupos. Uma de suas maiores paixões é escrever.

Em 1976 lançou o livro “Messages from my Interior”. Depois lançou mais de cem livros

Israel Foguel é professor de Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Literatura Brasileira, Literatura norte-americana e Técnica Teatral. É jornalista, pedagogo, tradutor intérprete e Consultor Qualytime. Foi presidente da Comissão Municipal de Bibliotecas de Pirassununga, Agente da SBAT – Sociedade Brasileira de Autores Teatrais, Desenhista e Fiscal de Obras da Prefeitura Municipal de Pirassununga e Diretor de Ensino do Colégio Albert Einstein

Atualmente exerce as funções de jornalista e escritor. Foi diretor do Teatro Municipal Cacilda Becker, de Pirassununga durante 27 anos; diretor proprietário da Foguel Produções; presidente da APLACE – Academia Pirassununguense de Letras, Artes, Ciência e Educação ocupando a cadeira 28; membro correspondente da ALUBRA – Academia Luminescência Brasileira ocupando a cadeira 45; membro da ALTO - Academia de Letras de Teófilo Otoni, Minas Gerais; faz palestras em faculdades, escolas e entidades assistenciais; é colunista cultural nos jornais O Movimento e JC Regional, e nos sites reporternaressi.com.br. pirassunungatoday, pirassununga on notícias; desenvolve vários projetos culturais no município de Pirassununga; e é o jornalista responsável pelo Boletim Informativo da APLACE.

É casado com a professora Vera Lúcia de Souza Foguel (Diretora de Marketing da Foguel Produções) e tem dois filhos (William – casado com Juliana) e (Priscilla – casada com Daniel). Tem três netos (Yohann e Loren Yasmin, filhos de William e Juliana e Pyetra, filha de Priscilla e Daniel).

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 44,43
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 47,94
Ebook
R$ 30,57
Impresso
R$ 44,70
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 48,03
Ebook
R$ 30,57
Impresso
R$ 42,08
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 52,63
Ebook
R$ 30,57
Impresso
R$ 50,62
Ebook
R$ 30,57
Impresso
R$ 47,94
Ebook
R$ 30,57
Impresso
R$ 48,21
Ebook
R$ 30,57
Comentários

Faça o login deixe o seu comentário sobre o livro.

0 comentários