PRODUÇÃO DE CONHECIMENTO EM BIOLOGIA COM PRÁTICAS EDUCOMUNICATIVAS
Categorias
Ciências Biológicas, Educação
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 1181 vezes desde 28/12/2014
Versão
impressa
R$ 40,07
Coloração
Acabamento
Valor total:
R$ 40,07
Valor total:
R$ 40,07
Sinopse

Os conhecimentos não estão compartimentalizados, mas todos conectados de forma caótica, rizomática e dentro de uma rede de complexidade, onde as ciências da natureza, como ramo do conhecimento humano ou de suas percepções, que tem suas bases na elaboração e validação de hipóteses, princípio básico da observação. Este trabalho convoca a Biologia da Cognição reconhecendo que viver é conhecer e conhecer é viver, apoiando para isso a construção do conhecimento na ontoepistemogênese. Corroborando nas vivências dos conhecimentos com aulas passeios, entrevistas, aulas expositivas e pesquisas, a Educomunicação imerge como concepção de uma práxis em que educandos e educador constroem significados de seus conhecimentos com empoderamentos e autonomia da ressignificação do currículo como agente ativo dentro dos processos disciplinares escolares. Portanto, como produzir conhecimento em ciências biológicas através de práticas educomunicativas em ecossistemas de redes interativas? Onde deve-se: promover um aprendizado construído da participação e autoria dos alunos nas mídias sociais, focando no ensino de biologia e suas relações com o cotidiano do aluno; construir um perfil no Facebook para a interatividade e compartilhamento de informações produzidas pelos alunos (as) e professores (as) e executar aulas expositivas e de campo para que o (a) educando(a) façam as relações do conhecimento disciplinar com as observações in loco dos conhecimentos no ambiente natural. Assumindo uma tendência pedagógica progressista com princípios libertador e libertário, este trabalho acontece na EEM Padre Rodolfo F. da Cunha numa abordagem qualitativa com procedimentos de uma pesquisa-ação em que associado ao Grupo Focal como técnica de coleta de dados realizamos uma autorreflexão coletiva das práticas educacionais, como também seu entendimento dessas práticas e de situações onde essas práticas acontecem, de forma colaborativa. As coletas dados aconteceram nos ecossistemas presenciais e on-line, com entrevistas, memorandos e caderno de campo que foram analisados, gerando leituras para as categorias de análises, interpretações e conclusões do trabalho. As atividades educomunicativas realizadas e publicizadas no Facebook se apresentam carregadas de sentimentos de aprendizagem em redes colaborativas e que os processos pedagógicos e ambientes onde essas práticas acontecem interferem em seus processos de aprendizagem. Assim, quando há acoplamentos dos conhecimentos curriculares disciplinares com os conhecimentos e fazeres locais, com práticas pedagógicas educomunicativas e que acontecem colaborativamente, estes conhecimentos adquirem valores que se agregam numa perspectiva de transformação pessoal e social, de mobilizações presenciais e on-line.

Características
Número de páginas 172
Edição 1 (2014)
Formato A4 (210x297)
Acabamento Brochura
Tipo de papel Offset 75g
Comentários
0 comentários