QUALQUER POSSÍVEL INFINITO
POEMAS E OUTRAS ANEDOTAS
Categorias
Poesia, Literatura Nacional, Corpo, Mente E Espírito
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 565 vezes desde 21/05/2019
Versão
impressa
R$ 28,53
Valor total:
R$ 28,53
Valor total:
R$ 28,53
Sinopse

O fato é que um poema nunca é do poeta. Nunca, jamais, vi um poeta saber recitar o próprio poema. O poeta não sabe exatamente explicar o seu poema. Nem sabe explicar o que acontece com o leitor quando este lê o seu poema. Ele, o poeta, diz: “Para o feito não há explicação. Para o bem ou para o mal. ” E Borges já dizia que quem ler - e eu digo mais: independente de entender o contexto se apodera do texto e ponto final.

Características
Número de páginas 67
Edição 1 (2019)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 90g
Fale com o autor
ALEKSANDRO F. DE PAULA

Aleksandro F. De Paula nasceu em 13 de junho de 1976, dia de Santo Antônio “Fernando Pessoa”, na cidade de Olinda. Desde o ano de 1984 residindo na cidade de São Lourenço da Mata. As primeiras leituras foram livros psicografados da biblioteca mística de seu pai. Acredita por isso, o forte impacto com o fato escrito. O autor esteve afastado da literatura por quase dez anos. A volta se deu no ano de 2012, quando, revendo antigos papéis, veio descobrir textos que, de repente, mereceriam atenção. A criação de um blog que o forçou a trabalhar esses textos e dar criação a outros, veio despertar a veia criativa do poeta. Atualmente se encontra com sete livros disponíveis no site Clube de Autores. Três de contos: “O Mecanismo das Horas” e “A Criação do Temor e outros contos” e, agora, “Objetos Mortais Inusitados e outros contos”; dois de poemas: “Nada mais e outros poemas” e “Qualquer Possível Infinito – poemas e outras anedotas”; e, por fim, dois de escritos diversos: “46 Escritos” e “Novos Escritos”. Em outubro, espera lançar o terceiro de poemas: “O mais próximo de mim que consigo enxergar e outros poemas”.

Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
0 comentários