Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
Relíquias da Alma
Categorias
Poesia, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 6734 vezes desde 12/11/2012
Versão
impressa
R$ 37,21
Valor total:
R$ 37,21
Versão
ebook
R$ 18,30
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 37,21
Este livro pode estar à venda na:
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Perscrutar a alma de um livro, a alma de um poema ou a alma de um poeta é tarefa laboriosa, complexa e delicada; contextualizar as relíquias dessa alma de forma sumarizada, é um ofício ainda mais minucioso, quiçá impossível.

Sob o prisma biológico, as pessoas são realmente fascinantes: células interagindo em perfeita harmonia a favor de uma existência cognitiva em constante evolução, onde sinapses e reações metabólicas promovem o pensar, influenciam o agir imaginativo e determinam o fazer racional. Quando essas pessoas nascem com dons e talentos artísticos aflorados, nelas se revela um outro prisma de admiração: o prisma artístico-criativo. Por esse segundo prisma, as pessoas se mostram ainda mais fascinantes. O poeta é assim; Jonas Rogério Sanches é assim. Quando os sentimentos e as emoções deflagram em Jonas o processo de transpiração artística, o que vemos como resultado é tão rico e belo que muitas vezes chegamos a pensar que o artista nem pertence a esse nosso mundo material, que às vezes ele estranha o seu próprio invólucro físico: é o enlevo causado pela poesia.

A poesia de Jonas que acontece aqui neste livro é bela, reluzente, fascinante. Em seus poemas, o fator da musicalidade está sempre presente pela menção de arranjos e acordes que nos proporcionam uma harmonia agradável, suave e equilibrada quando os lemos. Além da musicalidade, Jonas traz frequentemente à poesia imagens telúricas que grassam entre o real e o irreal, se comportando como alucinações psicodélicas de uma lucidez pujante. É também flagrante que sua lira produz metáforas em abundância. Não raro, o poeta povoa ricamente suas composições com figuras míticas que parecem se divertir entre os versos, num cenário lírico pleno de luzes e cores.

Os poemas de Jonas dispensam rótulos. Se são poemas ou metapoemas parnasianos, arcadistas, românticos ou modernos, para o leitor parecerão quase sempre versos conceituais, escritos com o cerne de sua alma inquieta, generosa e em constante erupção criativa. Trata-se de uma alma poética distinta que se forja na inconcretude dos seus pensamentos, que se lapida em sua avidez por desvelar sentimentos e açoitar os seus medos, companheiros de jornada de um poeta que renasce diariamente na plenitude daquilo que ele confessa como solidão efervescente.

Nesta coletânea de poemas, o Poeta Jonas Rogério Sanches se desnuda artisticamente e revela um eu-poético que grita pelo sol e pela lua, que conta estrelas e que se encanta com a amplitude do firmamento em sua busca de voar para dentro de si mesmo; assim, ele adormece enfeitiçado e acorda sob os aplausos dos raios refulgentes que emanam dos seus estros. Elementos siderais são referências recorrentes na poesia de Jonas, de onde jorram lavas de inspiração incandescente se transformam em pérolas, carinhosamente guardadas em seu alforje cósmico de valores e conceitos.

Ademais, Jonas tem uma incrível capacidade de se abstrair do cotidiano e perpetrar os meandros do seu próprio universo. Lá, ele vê cores invisíveis, ouve a retumbância do silêncio e toca a inconsistência do belo. Em seus versos criativos aqui apresentados, vemos que até mesmo as letras confabulam, constroem e desconstroem emoções, lapidando incansavelmente o êxtase e o enleio da poesia até obter a cristalinidade por ele almejada. São poemas que evocam a filosofia, o auto-conhecimento, a subjetividade do pleno, objetividade do vazio, o misticismo, a sabedoria, a fantasia e as tramas secretas que pontilham a cizânia entre os paradigmas do seu sentir em poésis.

Ler esta obra de Jonas Rogério Sanches foi para mim, acima de tudo, um imenso prazer: foi uma viagem aos mais férteis vales da sexta arte, um mergulho profundo em águas revoltas e translúcidas de pureza poética onde encontrei verdadeiras relíquias da alma de poeta extraordinário.

Jorge Montenegro

Características
ISBN 978-85-914088-3-2
Número de páginas 166
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Jonas R. Sanches

Jonas R. Sanches é escritor, poeta, editor, diagramador e revisor, nasceu em 31 de outubro de 1982 na cidade de Catanduva, São Paulo, Brasil.

Jonas R. Sanches é autor de nove livros:

Trilhas de Luz (2011); Nas Asas da Poesia (2012); Alquimia Poética (2012); Relíquias da Alma (2012); A Poesia e Eu (2014); SEQUELAS DE OUTONO (2014); POESIAS, DEVANEIOS E OUTRAS ALUCINAÇÕES (2015); O Padre e o Fidalgo (2015); Poeticamente Falando (2015).

Jonas R. Sanches é membro de algumas academias, são elas:

Membro Imortal correspondente à cadeira 17 da ALB - Academia de Letras do Brasil/ Seccional Araraquara; Embaixador da Divine Académie Française des Arts Lettres et Culture; Comendador Acadêmico Municipal de Catanduva pela Academia dos Cavaleiros de Cristóvão Colombo; membro da ACLAV - Academia de Ciências, Letras e Artes de Vitória – ES; membro da ALG - Academia de Letras do Goiás Velho; Acadêmico Fundador da Academia Virtual Brasileira AlmaArte e Poesia;

É membro da Associação Internacional Poetas del Mundo.

Participou da Antologia de Poesia Celeiro de Escritores por ser um dos vencedores do Concurso Literário “Herculano Vieira” em 2012.

Participou da Antologia Poemário 2015 da Editora Pastelaria Studio;

Participou e prefaciou a Antologia Cavaleiros da Alma Poética da Editora Livros Sanches.

Recebeu o Prêmio Literarte de Cultura 2013.

Foi 3º colocado no Prêmio Top Blog 2012 na categoria Literatura com o blog Trilhas de Luz.

Foi 2º colocado no Prêmio Top Blog 2013 na categoria Literatura com o blog Trilhas de Luz.

Foi vencedor do 1º Concurso Poetas da Região em Catanduva - SP.

Trilhas de Luz: trilhasdeluz.blogspot.com

A Cruz e a Rosa: acruzearosa.blogspot.com

Jonasabramelin's Blog: jonasabramelin.wordpress.com

Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 38,91
Ebook
R$ 19,37
Impresso
R$ 39,11
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 38,74
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 42,15
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 40,83
Ebook
R$ 19,37
Impresso
R$ 36,87
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 38,00
Ebook
R$ 17,22
Impresso
R$ 36,92
Ebook
R$ 16,14
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Comentários
3 comentários
Jessica Morgan
Sábado | 10.08.2013 às 15h08
Olá! Parabéns pelo livro!!! Caso queira divulgá-lo ainda mais, entre em nossa página no face https://www.facebook.com/pages/Divulga-Autor/198483273646715 Lá você poderá divulgar seu trabalho e ajudar na divulgação de outros autores. Abraços, Equipe Divulga Autor.
Jonas R. Sanches
Segunda | 12.11.2012 às 15h11
Muito obrigado pelo seu apreço Luciano... Grande abraço!!
L. L. Santos
Segunda | 12.11.2012 às 15h11
Mais uma coletânea com poemas do grande autor. Imperdível para os apaixonados pela poesia!!