Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa Política de Privacidade.
ACEITO
SANGUE BANDEIRANTE DOS BERALDO
Categorias
Não Ficção, Biografia
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 47 vezes desde 09/07/2020
Versão
impressa
R$ 41,89
Valor total:
R$ 41,89
Versão
ebook
R$ 22,60
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 41,89
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

Os estudos genealógicos da Família Beraldo, mostram em suas gerações mais antigas, o entrelaçado com ascendentes sertanistas e bandeirantes.

Esse trabalho, além de mostrar um pouco da história dos sertanistas e bandeirantes, retrata ainda, a biografia daqueles ascendentes da Família Beraldo e a linha de descendência até nossos dias.

Entre os sertanistas e bandeirantes ascendentes estão: Brás Cubas - João Ramalho – João do Prado - Gaspar Vaz Guedes – Pedro Leme – Pedro Vicente – Manoel Preto – Estevão Ribeiro Bayão Parente – Francisco de Alvarenga - Domingos Luiz Grou – Manoel Pires – Antônio Bicudo Carneiro – Domingos Barbosa – Domingos Barbosa Calheiros – Balthazar Fernandes – Simão Alvares Martins – Salvador Pires de Medeiros – Miguel Garcia Carrasco – Sebastião de Freitas – Aleixo Leme – Pedro Leme da Silva João Sutil de Oliveira – João Leme da Silva – Sebastião Sutil de Oliveira.

As ligações não tem a pretensão de serem totalmente assertivas, mas são resultados de pesquisas genealógicas em fontes primárias, secundárias e terciárias, ao longo de décadas.

Portanto, a leitura deve ter como objetivo a busca de conhecimento sobre os sertanistas e bandeirantes e, como deleite e curiosidade, descobrir alguns ancestrais da Família Beraldo, oriundos do seio dessa casta de desbravadores.

É a saga dos herdeiros da Serra do Caracol.

Características
Número de páginas 136
Edição 1 (2020)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Fale com o autor
Wanderley Beraldo

Mineiro de Andradas, onde nasceu em 1.951.

Trouxe da infância, a poesia silenciosa das montanhas mineiras, os sons das cachoeiras cristalinas e a pureza de suas águas límpidas.

Trouxe da solidão do estudo religioso em um seminário, a inspiração para os poemas mitológicos, míticos, místicos, sociais e idílicos, frutos das traduções de Vergílio, Homero, Esopo e Júlio Cesar.

Trouxe da participação nos movimentos da poesia marginal, a necessidade constante, visceral e vital da escrita.

Trouxe dos muitos trabalhos premiados, do periódico Muiraquitã, do primeiro livro publicado em 1.982 Marionetes, a consumação do casamento alquímico com a poesia.

Operário por necessidade e poeta por prazer.

Poeta alternativo. Poeta marginal.

“Ser poeta é sentir com dupla intensidade as belezas mais sutis”

Comentários
0 comentários