Sertão de Sangue
Categorias
Aventura, Literatura Nacional
Compartilhe este livro
Esta página foi vista 5349 vezes desde 06/11/2012
Versão
impressa
R$ 61,22
Valor total:
R$ 61,22
Versão
ebook
R$ 25,19
Disponível em:
PDF
Valor total:
R$ 61,22
Este ebook também pode estar à venda na:
Sinopse

O livro retrata a dura realidade da região nordeste do Brasil em um período de sua história. Nela, o leitor toma conhecimento através de uma obra ficcional, a agrura de um povo que habita aquelas terras e que por gerações vem sofrendo a tirania daqueles que detem o poder.

O local é o sertão. Uma área onde somente o mais forte sobrevive, sendo este a ditar as normas desse universo ao seu redor.

Uma verdadeira luta entre opressores e oprimidos acontece. De um lado poderosos donos de terras e do outro o povo pobre e humilde, tentando sobreviver a cada dia. Entre esses dois grupos há também as prostitutas, os ladrões, matadores, assassinos, homens da lei, políticos e a igreja.

É nesse ambiente dramático, regado a violência e a consternação que a história acontece.

Características
Número de páginas 542
Edição 1 (2012)
Formato A5 (148x210)
Acabamento Brochura c/ orelha
Coloração Preto e branco
Tipo de papel Offset 75g
Mais publicações desse autor
Ver a lista completa
Impresso
R$ 55,41
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 45,71
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 51,61
Impresso
R$ 54,91
Ebook
R$ 19,80
Publicações relacionadas
Ver a lista completa
Impresso
R$ 37,57
Ebook
R$ 19,80
Impresso
R$ 47,36
Ebook
R$ 20,02
Impresso
R$ 41,26
Ebook
R$ 25,19
Impresso
R$ 60,33
Impresso
R$ 41,90
Ebook
R$ 18,73
Impresso
R$ 47,65
Ebook
R$ 27,34
Impresso
R$ 41,27
Comentários
2 comentários
Georg
Quarta | 06.02.2013 às 19h02
Agradeço pelo elogio e fico muito feliz por ter gostado de meu livro. Aproveito a ocasião e a convido a conhecer às minhas demais obras. Que todas possam ser do seu agrado.
marina assis
Terça | 05.02.2013 às 23h02
Muito bem retratado no seu livro a realidade do Nordeste.Além dos problemas já existente, devido ao clima e ao descaso do Poder Publico. O povo menos favorecidos ainda tem que lidar com os donos de terra que se acham o dono de tudo e de todos. E pensar que nada mudou e que nos dias de hoje continua a mesma coisa, não só na região do Nordeste como em todo Brasil , e porque não dizer no mundo. Parabéns Georg, Sucesso!!!